Revelação de Capa: Gladiador de Anna Hackett

11 julho 2020
Hello pessoas, tudo certinho?! Hoje trago a revelação de Capa de Gladiador, primeiro livro da série Gladiadores Galácticos da Autora Anna Hackett. É um Sci-Fi Romance, um estilo que ainda está nascendo por aqui e eu já ame animei para ler.

Resenha: A adorável loja de chocolates de Paris

07 julho 2020
A adorável loja de chocolates de Paris contém receitas de dar água na boca. 
Sim, é verdade que Anna Trent é supervisora numa fábrica de chocolate. Mas isso não quer dizer que ela saiba fazer chocolate. Por isso, quando um acidente muda sua vida e Anna tem a chance de ir trabalhar numa tradicional loja em Paris, ela tem certeza de que vão descobrir que é uma fraude. Afinal, existe uma diferença muito grande entre o chocolate industrial da sua cidade natal, no norte da Inglaterra, e as criações feitas à mão, com ingredientes da melhor procedência, pelo grande chocolatier Thierry Girard. Mas com um pouco de sorte, muita paciência e a ajuda dos novos amigos, o exuberante Sami e o galanteador Frédéric, Anna vai descobrir mais sobre o verdadeiro chocolate – e sobre si mesma – do que jamais sonhou. Cheio de lições de esperança, engraçado e irresistivelmente viciante, A adorável loja de chocolates de Paris é um romance delicioso que nos lembra que sempre vale a pena lutar pelas coisas mais doces da vida.

Se for livro da série Romances de Hoje, eu leio sem nem pensar duas vezes. Adorei todos os livros, uns mais e outros menos, e esse não foi diferente. Afinal, não tem como um livro que fala de chocolates e Paris ser ruim, não é mesmo? Ainda mais sendo escrito por Jenny Colgan. 

Resenha: Uma surpresa na primavera

02 julho 2020
Perder o controle nunca foi tão bom... O aguardado terceiro volume da série As irmãs Shakespeare. 
Lucy Shakespeare é uma advogada de sucesso e, além de ser a mais velha das quatro irmãs, está acostumada a controlar tudo e todos ao seu redor, principalmente a si mesma, isto é, até conhecer o lindo Lachlan MacLeish. Lachlan contratou Lucy porque ele precisava da melhor advogada para defender sua herança, a propriedade de Glencarraig, que está subitamente em risco graças ao meio-irmão desonesto. Glencarraig é o único lugar onde as lembranças da família de Lachlan são felizes, e ele não vai desistir disso tão facilmente. No meio de todo esse problema, a última coisa que ele quer é uma distração, mas, assim que vê Lucy, percebe que está em apuros. Apesar do esforço de ambos, não demora muito para que Lucy deseje quebrar todas as suas minuciosas regras. E, enquanto viajam da Escócia para Paris e Nova York, ela não pode deixar de se perguntar: Será que, às vezes, vale a pena arriscar tudo? Uma Surpresa Na Primavera é o penúltimo livro da deliciosa série As Irmãs Shakespeare. Quatro irmãs, quatro histórias... quatro maneiras de encontrar o amor verdadeiro.

Essa série me conquistou por conta das capas. São lindas, e suas histórias também aparentam ser. Eu gostei de Um Verão na Itália e de Um Amor de Inverno, então logo depois resolvi ler o terceiro volume de Irmãs Shakespeare, este livro que resenho hoje: Uma Surpresa na Primavera.

Cover Reveal: Until Talon by Aurora Rose Reynolds

26 junho 2020
Eu sou aquela pessoa completamente suspeita, quando o assunto é Aurora Rose Reynolds. Eu amo o Universo Until e amo esses personagens. Então, quanto mais vier, melhor.

Until Talon é o quarto livro de Until Him, que tambem conta com Until Jax, Until Sage e Until Cobi. Todos tres lidos com sucesso 😁

Então vou parar de conversa fiada e dizer que Until Talon lança em 04 de agosto lá fora e sem previsão por aqui.

Resenha: Simplesmente Nova York

23 junho 2020
Às vezes, a melhor maneira de encontrar o amor é parando de procurá-lo. 
Molly (ou Aggie, nas redes sociais) é a colunista de relacionamentos mais famosa de Nova York, e seu livro sobre como encontrar a pessoa certa vendeu milhões de exemplares. Pena que ela não consegue seguir os próprios ensinamentos. Depois de um término traumático que a levou de Londres para Nova York, Molly decide que relacionamentos não são para ela, e que o único amor de sua vida vai ser seu dálmata, Valentine. Daniel (ou Rottweiler, para os inimigos) é o advogado especialista em divórcios mais famoso de Nova York, e sabe que sentimentos são a pior coisa que alguém pode trazer para um relacionamento. Um pouco de diversão, porém, não machuca ninguém, e é por isso que ele não vê nada de mais em pegar um cachorro emprestado para conhecer a linda mulher que cruza seu caminho toda manhã no Central Park. Molly e Daniel acham que sabem tudo sobre relacionamentos. No entanto, à medida que a química poderosa entre eles os aproxima, começam a descobrir que ainda há muito o que aprender sobre o amor...Após Amor em Manhattan, Pôr do sol no Central Park e Milagre na 5ª Avenida, Sarah Morgan está de volta com mais um romance para renovar sua fé no amor."

Fiquei bastante intrigada quando soube que a séria Para Nova York,com amor teria uma continuação. Afinal, ela teve um fim bastante satisfatório, com as três amigas felizes e com seu par perfeito. 

Mas ninguém contava com a astúcia de Sarah para lançar mais volumes, com personagens cativantes e que fazem parte, relativamente, do núcleo das amigas. Gostei tanto que quero mais volumes. Personagens eu sei que tem!

Resenha: Eros

16 junho 2020
Eros e Priscila se conhecem em uma noite atípica para eles, em um “forró pé de serra” onde nenhum dois voltaria novamente tão cedo. 
Ela havia acabado de retornar de um intercâmbio, estava de mudança para São Paulo e focada apenas em trabalho. Ele estava de passagem na pacata cidade litorânea, onde havia nascido e passado os melhores dias da infância e juventude, antes de se tornar um bem sucedido empresário. Era para ser apenas um final de semana sem importância, mas aqueles dois dias foram suficientes para fazer nascer neles o interesse genuíno. E como o destino adora unir casais da forma mais clichê e inesperada possível, tempos depois eles se reencontram e percebem que, mesmo com toda a bagunça de suas vidas, aquele sentimento da noite no forró ainda permanece com eles. “Um romance sobre o verdadeiro sentir. Aquele que ignora o dinheiro, o poder e a maldade. Aquele que dá paz e nos conecta com nossas emoções mais sublimes”.

O dia dos namorados já passou, mas a dica de um romance fofinho e gostoso, leve e envolvente permanece. Assim é o mais novo livro de Amanda Bonatti, agora no gênero comédia romântica. Conhecida por seus romances de época, Amanda somente nos mostrou que tem talento verdadeiro, e que pode se aventurar com segurança em outros gêneros. 

O que você faria se a sua melhor amiga te convidasse para ir ao forró em uma noite quando você só queria ficar em casa? E se o seu primo te levasse ao mesmo forró para que vocês possam se divertir um pouco em suas pequenas férias? No primeiro caso temos Priscila, e no segundo temos Eros. Foi assim que eles se conheceram, apesar de o forró não ser o local de divertimento favorito dos dois.

Resenha: Amanhã eu paro!

11 junho 2020
Como todo mundo, Julie já fez muitas coisas idiotas na vida. Ela poderia contar sobre a vez que resolveu descer a escada enquanto vestia um suéter e caiu nos degraus, ou quando tentou consertar um plugue ligado na tomada segurando o fio com a boca, ou quem sabe falar de sua fixação pelo novo vizinho que nunca viu: Ricardo Patatras. 
Julie tem o irritante hábito de fazer as maiores loucuras quando está apaixonada. E essa obsessão a leva a prender a mão na caixa de correio do vizinho enquanto espiona uma misteriosa carta... E o pior, ainda é flagrada pelo próprio dono da correspondência. Mas isso não é nada, nada mesmo, se comparado às maluquices que ela vai fazer para se aproximar desse homem e descobrir seu grande segredo. Movida por uma criatividade sem limites, intrigada e atraída por um desconhecido que mora tão perto, Julie assume riscos cada vez mais delirantes, sem perceber que pode cair na própria armadilha. Com mais de 3,5 milhões de livros vendidos, Gilles Legardinier mostra em Amanhã Eu Paro! uma história original e irreverente que com certeza fará o leitor morrer de rir.

Amanhã Eu Paro! estava de graça esses dias na Amazon, cortesia da Arqueiro para os leitores da quarentena. Eu adorei a capa, então li a sinopse (coisa que praticamente nunca faço) e também adorei. Resultado: não só baixei, como coloquei como próxima leitura da vez. E amei!

A Julie é extremamente engraçada e divertida, e totalmente obcecada. Sua vida ia bem (nos parâmetros das pessoas que reclamam do trabalho, mas não saem dele, que tem uma vida mediana, mas estão acostumadas a ela). Tudo ia bem nesse ponto até que um dia, ao chegar no prédio onde mora, Julie percebe um novo morador, ao ler seu nome na caixa de correio que até então estava vazia.