Resenha: A História de Malikah, @globo_alt

24 novembro 2017
Sinopse:“Malikah conheceu muito cedo toda a crueldade de que o ser humano é capaz. Escravizada e trazida ainda criança da África ao Brasil, sofreu as mais diversas formas de violência, especialmente depois de ter engravidado de Henrique, o filho do dono da fazenda onde trabalhava. Mesmo sendo resultado de uma relação de amor, estar grávida de um de seus senhores era uma afronta aos homens da casa-grande, por isso Malikah foi duramente castigada e quase morta.Malikah e seu bebê, Hasan, só conseguiram escapar com a ajuda de Cécile e Fernão, que lhes deram abrigo na Quinta Dona Regina, um lugar novo onde todos, brancos e negros, poderiam viver em liberdade. Porém, mesmo com a relutância de Malikah, Henrique continua por perto, arrependido por não ter protegido sua amada e tentando se aproximar de Hasan.Mas como um homem que foi ensinado a cometer tantas atrocidades poderá dar a uma criança o amor incondicional? Apesar de Malikah ainda sentir algo por ele, é possível perdoar alguém que representa para ela tantos anos de injustiça e sofrimento?”

Hoje vamos falar de mais um livro que você deve ler e ter em sua estante sem sombras de dúvidas. Nós do Notas recebemos da Te Gift Box um kit lindo com o novo livro da Marina Carvalho, A história de Malikah, eu adoro o trabalho de Marina, já li todos os seus livros e Amor nos tempos de ouro simplesmente me encantou. Com Malikah não foi diferente.

Antes de falamos um pouco sobre a história dos personagens, acho importante dizer que não se trata de um livro com um simples romance, temos em mãos a nossa história, de nossos antepassados, temos um documento histórico que deve ser lido para nos relembrar e não nos deixar esquecer as injustiças que um povo sofreu, as injustiças impostas por aqueles que se acham no direito de julgar alguém pela cor de sua pele.

Um livro que teve um trabalho de pesquisa muito bem desenvolvido, você consegue perceber isso claramente enquanto está realizando a leitura, e consegue trazer a essência dos sentimentos vividos por aqueles que foram maltratados, você consegue sentir sob a sua pele a realidade dos negros, dos escravos, o seu sofrimento, suas dores, seus medos, suas perdas e também a sua esperança que mesmo em meio a dor ainda existe. 

No primeiro livro conhecemos um pouco da realidade de Malikah a negra escrava que era mantida na casa de Euclides da Cunha desde pequena, a negra que sofreu nas mãos do velho que sequer tinha um coração no peito e com toda a crueldade havia tirado dela a única coisa que ainda achava ter o amor de Henrique.

[Enquanto Não Chega Por Aqui] Série Him

23 novembro 2017
Hello pessoal, a postagem de hoje é para pedir e divulgar, mas provavelmente ela será polêmica também... Estou aqui para falar sobre uma duologia anunciada, nada dos livros até agora. E como eu amei os livros, vou falar um pouquinho sobre eles para vocês, assim vocês já podem preparar os corações e os bolsos.



[Tag Ele me faz chorar] O guardião

22 novembro 2017
A postagem de hoje é um pouco diferente das que costumo fazer, ou seja, não é uma resenha, mas fala de livros, obviamente. 

Nicholas Sparks é o meu autor favorito, mas, como você já deve saber, ele é o rei do drama. Eu não entendia por que Nich escreve livros com finais infelizes, sempre matando ou o protagonista ou alguém importante da trama, até ler Três Semanas com meu Irmão e conhecer sua trágica história de família. É de sua vida que ele traz inspiração para seus romances. 

Não sei o que aconteceu que o inspirou a escrever O Guardião, mas esse livro foi o único do Nicholas que me fez chorar. Agora vem o spoiler, que é a explicação, então, se você não leu esse belo romance, é hora de dar tchau. Obrigada por sua visita!


Resenha: Dizem por aí, @Novo_Conceito

O namorado de Tilly Cole acaba de se mudar do flat deles com metade de suas coisas. Sem nada para prendê-la, Tilly decide rapidamente morar mais perto de sua melhor amiga, Erin, em um vilarejo minúsculo em Cotswolds. Lá, Tilly é contratada no mesmo momento como faz-tudo em uma empresa de design de interiores. Para sua surpresa, a cidade pequena transborda escândalo, sexo, fofoqueiros e boatos, focados basicamente em Jack Lucas, o homem lindo de muita classe e melhor amigo de seu chefe. Todos falam para Tilly ignorar o encanto por Jack, que ela será apenas outra em sua cama se ela se deixar levar; mas Tilly, que trabalha ao lado de Jack, enxerga uma parte carinhosa e cuidadosa dele que não é revelada à cidade. É impossível que ele seja a mesma pessoa de quem todos falam. Ou é possível? Tilly deve separar os fatos da ficção e seguir seu instinto neste divertido romance moderno.
Esse livro ficou exatamente dois anos na minha prateleira de não lidos. Quando o Facebook enviou lembrança de que eu tinha esse livro, estava terminando o anterior, então prometi a mim que ele seria o próximo. Sorte minha!

Dizem por aí é um livro extremamente gostoso de ler, do gênero que eu adoro: chick-lit. E antes que você imagine, não, a protagonista não é a autora de Mil Beijos de Garoto, como eu e algumas amigas achamos que fosse. É apenas uma coincidência de nome, mas com grafia um pouco diferente. Mas vamos à história.

Behind The Bars, Cover Reveal

21 novembro 2017

Hello pessoas, hoje o post é para mostrar para vocês a capa do novo livro da nossa diva, Brittainy C. Cherry. Behind The Bars, é primeiro livro da série Music Street, uma série de quatro livros que terá como tema central os cenários musicais das cidades.

Resenha: Meu Refúgio, @amazonBR

Sinopse: Segredos são como fantasmas, nos assombrando e nos fazendo crer que são reais. Todos temos segredos.Alan sempre se esforçou para ser um bom filho, o aluno excelente, o funcionário dedicado e o melhor amigo que alguém pode querer. A fachada perfeita para esconder seus segredos, fazendo parecer que tudo estava bem, mesmo que por baixo disso, se esconda um garoto machucado, perdido e silencioso que há tempos deixou de acreditar em promessas.Monique sempre teve duas certezas em sua vida: seria uma renomada bailarina e seu coração pertenceria a um único garoto, Alan. Apaixonada e sonhadora, Monique acreditou que nada poderia separa-la de Alan, mas o destino colocou a jovem bailarina diante de escolhas que a afastaram de tudo o que ela acreditou ser certo, de forma cruel e abrupta. Um rapaz julgado por ser diferente, uma garota condenada a pagar por se apaixonar pela pessoa errada. Um segredo capaz de mudar o futuro e de mostrar ao mundo que nada pode destruir um verdadeiro amor.Uma história sobre como o amor verdadeiro pode ser forte, corajoso e capaz de suportar os caminhos mais obscuros em busca do seu refúgio.
***Eu sempre estarei esperando por você.***
Shiver, Coldplay

Hello pessoal, olha eu de volta e com uma resenha daquelas... O terceiro livro da série Segredos nos conta a história de Alan, melhor amigo de Gabriel. Aquele que aprendemos a amar de uma forma maravilhosa e ficamos muito ansiosas por sua história, então ela enfim chegou.
Hoje faço algo que não me permito fazer há muitos anos. Hoje me deixo voltar ao tempo, hoje me permito lembrar, quem sabe talvez eu consiga até mesmo sentir [...]. Amor.
Alan é o menino pobre que conseguiu uma bolsa para estudar na escola de gente rica, graças ao seu talento e intelecto. Mas para uma sociedade que adora medir as pessoas por suas posses e não por seu caráter, isso fez uma grande diferença. Sua vida se transformou em um inferno constante. Apesar da família amorosa, a vida é muito difícil para eles, por conta de seu pai doente, sua mãe precisa trabalhar pelo dois, e a dificuldade só aumenta. E conviver naquele ambiente de luxo não está sendo fácil.

[Tag Ele me faz chorar] A Última Música

17 novembro 2017
Aos dezessete anos, Verônica Miller, ou simplesmente Ronnie, vê sua vida virada de cabeça para baixo, quando seus pais se divorciaram e seu pai decide ir morar na praia de Wrightsville, na Carolina do Norte. Três anos depois, ela continua magoada e distante dos pais, particularmente do pai. Entretanto, sua mãe decide que seria melhor para os filhos passarem as férias de verão com ele na Carolina do Norte.
O pai de Ronnie, ex-pianista, vive uma vida tranquila na cidade costeira, absorto na criação de uma obra de arte que será a peça central da igreja local. Ressentida e revoltada, Ronnie rejeita toda e qualquer tentativa de aproximação dele e ameaça voltar para Nova York antes do verão acabar. É quando Ronnie conhece Will, o garoto mais popular da cidade, e conforme vai baixando a guarda começa a apaixonar-se profundamente por ele, abrindo-se para uma nova experiência que lhe proporcionará uma imensa felicidade – e dor – jamais sentida.

Oies!!!!
Minha gente, fui pega de surpresa nessa tag!
Nunca tinha lido nada do Titio Nich!
Sim, é verdade!
Mas como não sou uma pessoa que fuja de uma leitura, lá fui eu ler um dramalhão. Ok, talvez esse nem seja um dos mais dramáticos livros que ele já tenha escrito, alguém me disse isso, mas para essa que vos escreve, é sim um dramalhão!