Avassalador de M. S. fayes

17 setembro 2016
Sabe quando você tem metas reais a serem cumpridas na sua leitura, aí vem a autora e joga sua lista pro ar com uma imagem e um quote? Ah vocês sabem, que bom, já não me sinto tão sozinha nessa.

Sinopse: Bastou apenas um encontro fortuito do destino para as faíscas voarem para todos os lados. Quando Anabelle Maydor foi convocada para fazer a sessão de fotos do astro do Rock, Jason Mansfield, ela nunca se imaginou cedendo a um ato de pura loucura. O que começou como um arroubo selvagem, acabou se tornando um amor avassalador, onde nenhum dos dois estava preparado para as consequências.

Assim foi essa semana que passou, eu estava lindamente cumprindo minha meta #sqn, aí a Martinha fez o favor de liberar a capa e um quote de Avassalador, e logo em seguida o conto na Amazon.
Aí aquela meta linda que eu tinha definido para minha semana ficou esperando eu conhecer um tal de James Mansfield apareceu e me fez parar tudo...

Um metro e noventa de puro magnetismo masculino estava cobrindo todo o espaço. Se Belle acreditasse em contos de fadas, poderia dizer que um cavaleiro da távola redonda havia acabado de chegar ali. Cabelos negros caindo abaixo dos ombros num corte moderno e másculo ao mesmo tempo, se isso era possível, olhos de um tom profundo de verde floresta. Um rosto esculpido à perfeição. E um corpo escultural. O sonho de todo fotógrafo. E toda mulher. Ela engoliu a saliva rapidamente e se recompôs o mais que pôde.
Depois de uma descrição dessa você não pode não ler esse conto. É muito rapidinho e nem por isso perde em qualidade e em sensualidade.

Vai na Amazon e garante o seu, e se você tem Unlimited está lá para você alugar!
Jason Mansfield era O Homem. Com todas as letras maiúsculas. Era lindo de morrer, com uma aura de poder que exalava dele como um forte perfume masculino. O olhar mortal que ele lançava para sua lente era letal. Ela estava em chamas por dentro.
Avassalador é um conto para ser apreciado em uma dose só, você com certeza quando começar não vai querer largar.


Até mais.

Nenhum comentário

Postar um comentário