O Lado Feio do Amor, @galerarecord

02 setembro 2016

Sinopse: Quando Tate Collins se muda para o apartamento de seu irmão, Corbin, a fim de se dedicar ao mestrado em enfermagem, não imaginava conhecer o lado feio do amor. Um relacionamento onde companheirismo e cumplicidade não são prioridades. E o sexo parece ser o único objetivo.
Mas Miles Archer, piloto de avião, vizinho e melhor amigo de Corbin, sabe ser persuasivo... apesar da armadura emocional que usa para esconder um passado de dor. O que Miles e Tate sentem não é amor à primeira vista, mas uma atração incontrolável. Em pouco tempo não conseguem mais resistir e se entregam ao desejo. O rapaz impõe duas regras: sem perguntas sobre o passado e sem esperanças para o futuro.
Será um relacionamento casual. Eles têm a sintonia perfeita. Tate prometeu não se apaixonar. Mas vai descobrir que nenhuma regra é capaz de controlar o amor e o desejo.

 Olá pessoal, eu sei vocês já leram infinitas resenhas sobre esse livro, é eu também li. Eu estava com ele há tempos no kindle, já tive a versão impressa mas dei de presente e fiquei enrolando para ler. Resultado, li o livro todo em seis horas no máximo, divididos em dois dias, e obviamente me apaixonei. Afinal de contas é a CoHo e não tem como não gostar do que ela escreve. Tentarei ser breve então, e quem sabe assim despertar seu interesse em reler essa história.

Tate muda-se e precisa ficar uns tempos na casa do irmão até conseguir um apartamento e um emprego. Logo ao chegar é saudada por um bêbado e quando liga pro irmão pra pedir ajuda, descobre que a ajuda é o bêbado. Até aí, sem problemas. Problema mesmo é quando eles já estão dentro de casa e Tate vê que Miles, sim esse é o nome dele, está chorando. A dor contida naquele choro é tanta que ele chega a ser silencioso.

Ela é como poesia. Como prosa e cartas de amor e letras de músicas, cascateando página abaixo bem no meio do papel.
No dia seguinte Tate é brindada com o humor do cão de Miles, que estava muito bêbado para sequer lembrar o que houve na noite anterior. A partir do momento em que eles esclarecem que nada aconteceu entre eles, ele começa a relaxar, mas ainda mantém a faixada de cara arrogante e sempre de mal com a vida.
É assim quando alguém se sente atraído por uma pessoa. Ela não está em lugar algum e, de repente, está por todo canto, quer você queira ou não.
Pois bem, eles mantém uma relação educada e no dia de ação de Graças Miles acaba indo para a casa da família de Tate. Em meio a perguntas inocentes e deduções sem nexo eles entram em um acordo em que eles terão sexo aleatório e sem compromisso e com algumas pequenas regras, onde a principal é: Tate não deve se apaixonar por ele. (Ok isso vai dar super certo).

Não me pergunte sobre o meu passado – fala com firmeza. – e nunca espere de mim um futuro.
Então, essa é a premissa do livro a relação deles que teoricamente não existe, onde eles só se falam quando ele está na cidade, e sendo um piloto de avião, não é sempre que eles se veem.

Só queria saber do que é que ele tem medo, porque eu sei muito bem do que é que eu tenho medo. Tenho medo de como isso vai terminar.

O livro vai intercalando capítulos com a vida atual de Miles e o passado dele. Vai nos mostrando o desenrolar dos oito anos anteriores aos acontecimentos atuais, e pra mim, isso é o que nos faz ler esse livro com tamanho desespero de saber o que aconteceu e o que vai acontecer, muito louco eu sei, mas a Colleeen tem um jeito de escrever que nos faz ficar loucos, é impossível largar.

- O amor nem sempre é bonito, Tate. Às vezes você passa o tempo inteiro desejando que um dia ele mude. Que melhore. E aí, antes que perceba, você já voltou para a estaca zero e perdeu o seu coração em algum lugar no meio do caminho.

A verdade é que tudo acontece tão rápido e quando descobrimos o que o mantém tão afastado de tudo e de todos, queremos imediatamente entrar no livro e consolá-lo. A única coisa que posso afirmar com razão é que ficamos com as emoções tão à flor da pele, que a dor dele, e também a dela, porque não, parece tão real e tão tangível que no final respiramos fundo e pensamos que é um amigo nosso passando por tudo aquilo.




Obviamente cinco notas musicais para essa história linda, e devastadoramente intrigante. 


Ficha Técnica:
Autor: Colleen Hoover
Páginas: 336
Editora: Galera Record
Ano: 2015

Um comentário

  1. Esse livro é LINDO LINDO LINDO! Chorei pouco! #sqn

    Em alguns momentos confesso que queria bater no Miles, porque era óbvio que ele estava apaixonado pela Tate mas ele não queria assumir. Até saber do passado dele e entender seus motivos.

    Resenha show, Naná! Adorei os quotes que você separou. <3

    Xero grande!

    ResponderExcluir