Resenha: Minhas Para Proteger, @amazonBR

30 setembro 2016
Sinopse: Certa vez escutei que duas almas destinadas a ficarem juntas serão guiadas até que se encontrem. Mas no mundo é muito mais fácil encontrar a crueldade do que o amor. Posso afirmar, pois estou marcada, ferida e certa de que nem o tempo é capaz de curar velhas feridas. Não sou cética, apenas ciente de que não posso me arriscar. Não posso colocar em risco meu bem mais precioso. Aprendi a sobreviver sozinha e é deste modo que pretendo seguir até o fim. Mas, o que fazer quando nossas convicções são colocadas à prova? Uma coisa é certa. Não podemos fugir do que estamos destinados.

Olá gente, hoje a resenha é desse livro que é encantador do início ao fim. É cheio de todos os elementos que fazem um bom romance cliché, delicioso!!! Porque quando vemos as pessoas falando “é bom, mas é cliché”, eu fico muito em dúvida se sou eu, ou a pessoa que leu que não entendeu. Porque gente todos os livros de Romance são clichés sim, essa é a condição básica para se ter um bom romance, então por favor parem de usar essa palavra com o intuito de dizer que não é bom, porque vocês estão equivocados, mas vamos a história.

Viviane tem um passado sombrio e misterioso, mas é uma lutadora e está precisando conseguir uma colocação profissional o quanto antes, pois já está desempregada há meses, vê sua chance numa oportunidade inusitada: trabalhar em uma fazenda, e por consequência terá que se mudar para lá. Na entrevista, Inês, representante do proprietário fica um pouco desconfiada do motivo pelo qual Vivi se candidatou para aquela vaga já que ela poderia conseguir uma colocação melhor. Nesse momento ela esclarece que não é sozinha e tem uma filhinha Julia.

Em algum momento sábio de sua vida, Martin Luther King disse: “Se não puder voar, corra. Se não puder correr, ande. Se não puder andar, rasteje, mas continue em frente de qualquer jeito”. Provavelmente no auge de sua sabedoria, ele não soubesse o quanto essa frase faria sentido para uma jovem assustada de dezoito anos.
Elas fazem um trato e se tudo der certo o emprego é dela, mas o patrão, Augusto Romão, precisa autorizar sua estada na casa, só que isso não é difícil de ser feito. Quando Romão bate os olhos em Raio de Sol ele se apaixona completamente, até eu me apaixonei por ela e olha que sou chata heim rsrsrsrsrs, e na sequência quando ele vê Vivi os sonhos que ele sempre teve o acertam de uma forma brutal. Aí a gente se apaixona por Romão e espera aquele momento em que ele será um escroto, mas para nossa felicidade esse momento nunca chega. Ele é um dos melhores e mais apaixonantes personagens que já me deparei.
"Será possível amar tão rápido? Existe amor à primeira vista?", pensei, porque eu estava começando a pensar que, se fechasse os olhos e os abrisse novamente, eu poderia mar à segunda, terceira e quarta vista também.
Apesar da proximidade de todos na fazenda com a pequena Julia, é com Romão que ela brilha, é com ele que ela se sente livre e Vivi acostumada a se manter invisível com sua filha começa a achar que a menina está atrapalhando, e em um desses momentos em que ela repreende sua filha nos deparamos com uma das cenas mais lindas e fofas do livro sério, eu estava no trem e tive que dar uma parada na leitura para não me emocionar, Romão prova para todos que ele realmente ama aquela criança e isso gente não tem preço.

Pode parecer que tudo são flores nessa história, mas não é bem assim. O passado de Viviane volta para assombrá-la e o irmão mais velho de Romão se mostra um cara muito mau caráter e completamente preconceituoso. Em contrapartida temos Juliana, a irmã dele, que é uma personagem cativante e que merece e precisa de seu final feliz, assim como Leandro, amigo de longa data e veterinário oficial da fazenda.

A verdade é que esse livro desperta em nós uma vontade imensa de acolher os personagens, de fazer com que seus medos sumam, e que possamos ter o poder de fazer com que tudo dê certo, se isso não é cativar o leitor eu realmente não sei mais o que é ser cativado. Amei a narrativa, achei que o suspense em torno do passado de Vivi foi relevante e não teve enrolação, e ratifico o livro é deliciosamente cliché, como todo bom romance.

Cinco notas musicais para essa família tão sonhada e esperada pelos personagens!!E com certeza um dos favoritos do ano.

Ficha Técnica:
Autor: F.P. Rozante
Páginas: 348
Editora: Amazon
Ano: 2016

Até mais

2 comentários

  1. Haaaaaaaaaaaaaaaaaa... Que lindooooo. Estou emocionada. Que resenha mais especial, quanto carinho em forma de palavras. Fico muitoooo feliiiz que tenha gostado, obrigadaaa por acreditar no meu trabalho e o receber com tanto amor em seu coração. Muitooo feliiiz. OBRIGADA <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Livro é muito lindo e muito emocionante. Obrigada você, por nos proporcionar momentos de litura tão lindos!

      Excluir