Resenha: Leveled, @amazonBR

26 dezembro 2016
*Sinopse GoodReads: Todos nós precisamos de um herói ... vamos começar com Saints of Denver.Orlando Frederick sabe o que é ser nivelado pela dor. Em vez de se concentrar na sua própria dor, ele fez sua missão de ajudar os outros: estrelas do esporte, veteranos de guerra feridos, sobreviventes de todos os tipos. Mas quando Dom, um policial robusto, machucado, pecaminosamente atraente, aparece para fisioterapia com Lando, ele pode ser seu maior desafio. Lando amou um homem teimoso antes e mal sobreviveu às consequências. Ele não tem certeza se pode fazer isso de novo.Dominic Voss é um protetor. O distintivo que ele usa não é só o seu trabalho, é a sua identidade, por isso, quando ele está de fora por causa de uma lesão, a única coisa que lhe interessa é voltar à força. Ele espera que Lando conserte seu corpo, ele simplesmente não percebe que o fisioterapeuta também o terá indo em direção ao inferno. Como a atração de calor e fervura, Dom vê que Lando precisa também precisa de conserto ... resta saber se o homem vai deixá-lo perto o suficiente para consertar o que está quebrado.
Olá pessoal, hoje vamos falar desse livro que é muito fofo! Todo mundo aqui conhece a série Homens Marcados, da mesma autora, publicada por aqui pela V&R Editoras. Esse é um prequel da próxima série que tem o mesmo universo dos estúdios de tatuagem, mas as atribuições dos amigos envolvidos, Zeb que é um empreiteiro, Wheeler que é mecânico, só para citar alguns exemplos.

Também será publicada pela mesma editora a partir de 2017. Então sim teremos Spoiler da primeira série, se você não leu pelo menos até Chamas do Passado, pode ser que não entenda muita coisa. E sim, esse é um romance Homoafetivo, se isso te incomoda, favor nem prosseguir.

No anuncio oficial da editora, eles mencionam o primeiro e segundo livros, Built e Charged, respectivamente, mas não mencionaram nada a respeito desse livro. Então como eu queria muito conhecer a história de Lando e Dom, comprei o mesmo. E essa é a história de hoje.

Depois que Remy Archer morreu Lando não quis mais saber de se envolver com ninguém, ele não conseguiria lidar com a pressão de se relacionar com alguém que poderia não estar lá. Dom nasceu para ser policial, sua vida se resume a isso, ele não consegue se ver fazendo outra coisa, por isso mesmo não existe um plano B para ele.


Então depois do acidente que resultou em Dom ferido e precisando de um fisioterapeuta que acaba por ser Lando. Não é tão simples, apesar da atração Lando tem uma regra que ele não costuma quebrar, não se envolver com clientes, mesmo que ele seja lindo. Mesmo que ele não saia do seu pensamento. Principalmente se ele tem um emprego onde arrisca sua vida.
A cop. A big, Bruly and surly protector of the law and inocent. A warrior and a fighter. a man tha would push and push until he broke and then push some more. A hero, Dominc Voss was all those things and so much more.
*Um policial. Um grande, bruto e grosseiro protetor da lei e dos inocentes. Um guerreiro e um lutador. Um homem que iria empurrar e empurrar até que ele quebrou e depois empurrou um pouco mais. Um herói, Dominc Voss era todas essas coisas e muito mais.
Apesar de sua convicção, a atração entre eles é inegável. Então em uma das sessões de massagem eles não conseguem resistir e acabam se envolvendo sexualmente. Depois disso Lando fica tão confuso que acaba se afastando de Dom.

Royal é a melhor amiga de Dom desde sempre, e quando ela se machuca e também precisa de um fisioterapeuta a relação entre eles vai se estreitar ainda mais. Temos uma grande questão que ficou sem solução no Riscos da Paixão, voltando à tona aqui e Sayer se tornando amiga de Lando, juntando definitivamente uma série na outra.

Então quando os dois decidem que vale sim arriscar seus corações um pelo outro temos uma das histórias de amor mais lindas no gênero. Lando e Dom são profissionais excepcionais e pessoas maravilhosas, merecem ter em suas vidas um amor de verdade, um amor pelo qual valha a pena sofrer, se for o caso.
There was no warning with Dominc Voss; There was just the drop and the fall. Into a swirling vortex of feeling and emotion and i was done trying to catch myself.
*Não houve nenhum aviso com Dominic Voss; Houve apenas a queda profunda. Em um turbilhão de sentimento e emoção que estava tentando me pegar.
Só posso dizer que a Jay acertou e muito quando decidiu que valia a pena investir na história desses dois. Não tenho certeza se esse livro será publicado por aqui, porque afinal ele não é parte de nenhuma das duas séries, Homens Marcados e Saints of Denver (que eu espero que não traduzam o nome, mas sei que essa esperança é quase nula.)

Então sim cinco notas musicais para esse romance lindo.
Ficha Técnica:
Autor: Jay Crownover
Páginas: 224
Editora: Independente
Ano: 2015
Skoob: Leveled

Até mais
*Sinopse e trechos em tradução livre.

Nenhum comentário

Postar um comentário