Resenha: A Decodificadora, @EditoraCharme

20 janeiro 2017
Sinopse: Quando desembarcou em Boston para atender a convocação do mais importante comandante da segurança nacional americana, o agente Murilo Marconi só tinha em mente sua ascensão profissional.Entretanto, o que inicialmente parecia ser uma excelente oportunidade de trabalho, acabou se transformando em uma operação perigosamente sensual quando se vê dominado por sentimentos inesperados em relação à decodificadora do cartel: a pequena e deslumbrante Babi Savi, que era a chave do sucesso daquela missão, mas que não se mostrou propensa a colaborar.Atraídos um pelo outro, Marconi e Babi enfrentam a batalha do coração e também a realidade de estarem trabalhando para lados opostos da lei.Paixão, razão e adrenalina fazem de A Decodificadora um romance envolvente e sensual. O primeiro livro de uma série policial que vai te arrebatar da primeira até a última página.
Olá pessoal, belezinha? Vamos conversar sobre esse livro que foi uma grata surpresa, sério um romance cheio de acontecimentos, cheio de tramas e o melhor entretenimento da semana passada sem sombra de dúvidas.

Babi acorda numa sala desconhecida, sendo interrogada em inglês, por uma mulher nunca vista, até aí tudo bem. Nós ainda não sabemos os detalhes e nesse momento já estamos intrigados em saber o que houve, e aí que você é fisgado.
Mas, por algum motivo, a imagem de Babi da maneira que estava ali, caída e debilitada, com a pele azulada pelo frio e os dentes batendo descontroladamente, causava-lhes algum desconforto. Talvez por ela ser tão pequena e ter aqueles olhos doces no rosto angelical.

Babi é uma jovem bartender que, por acaso, também é decodificadora de um grande cartel de drogas e é a chave para o sucesso da missão dos agentes da BSS. Mas ela não está disposta a cooperar e nesse momento temos certeza que ela é uma das vilãs e que precisa de fato passar o que está passando, mas isso somos nós concluindo sem nenhuma fonte de confirmação na história.

Então já que os agentes americanos não conseguem que ela coopere com seus planos, um agente da polícia federal brasileira chega para ajuda-los. Murilo está observando e acompanhando os passos de Babi durante um ano e sabe que, apesar de trabalhar para o maior traficante de drogas da atualidade, nada em sua vida condiz com seu status de decodificadora do cartel. Nada em sua vida é luxuoso, ela não ostenta e definitivamente vive do dinheiro que ganha trabalhando no bar, tem algo aí e isso é a peça que falta no quebra cabeça.

E aí minha gente começa uma mistura de espionagem e perseguição policial dignas das grandes histórias, e como bônus com muito romance e sensualidade. Ao tempo que você quer descobrir como uma menina jovem, bonita e talentosa foi acabar trabalhando para o tráfico internacional, você quer saber se vai ou não rolar alguma coisa entre ela e um dos agentes mais sensuais que li nos últimos tempos.
Ela era uma tentação divina. Linda, perfeita e absolutamente sexy. Há meses ele acompanhava a vida dela secretamente, e só por hoje ele podia fingir que ela estava ali com ele, podia fantasiar que as mãos dela estavam tocando seu peito molhado e escorregando lentamente pelo seu abdômen.
Se você gosta de surpresas, de mil reviravoltas e de desvendar os mistérios contidos na história, (e aqui devo dizer que matei a charada porque tenho um PhD em Criminal Minds e CSI, risos) se você gosta de romance e sensualidade, essa é a sua leitura. A minha primeira grande surpresa de 2017. Para quem gosta de suspense policial e romance, você encontra as duas opções em uma só leitura.

— Ele sabe muito, Lorena. Um ano dentro de um cartel de drogas é uma bagagem a ser considerada. Vamos apenas dar um tempo para ele se situar com a nova vida.
Quatro notas musicais para A Decodificadora, e o segundo livro da série está chegando.
Ficha Técnica:
Autor: Emi de Morais
Páginas: 324
Editora: Charme
Ano: 2016

Até mais


Um comentário

  1. Amo esse livro e acho que é um dos melhores que já li!!! ❤

    ResponderExcluir