Resenha: Adormecida, @amazonBR

16 fevereiro 2017
Sinopse: Um trauma do passado, uma família que a sugava de todas as formas, um emprego onde não era reconhecida. O fardo tinha ficado pesado demais. Desespero? Covardia? Atitude impensada? Se era obra do acaso, coincidência ou intervenção divina Luciana não sabia dizer, o que importava é que mais uma vez ela tinha fracassado. Mas o destino lhe mostrou um caminho para se libertar daquele sofrimento. Disposta a deixar tudo para trás, Luciana decidiu aceitar a proposta de uma amiga muito querida, indo trabalhar e morar em outra cidade. O que ela não imaginava, é que ao concordar com essa proposta, teria que lidar com um contador charmoso que agora seria seu parceiro de trabalho. Mais do que um homem sedutor, ele parecia entender perfeitamente sua dor. Bem como a forma para amenizá-la. Ele se revelou ser tudo o que ela precisava. Eduardo soube logo de início que ela era uma mulher inteligente, perspicaz e eficiente, apesar do seu jeito contido e isolado. Só não fazia ideia que por trás daquela timidez se escondia um vulcão adormecido. Ela era o que ele queria. Mas até que ponto, fantasmas do passado, insegurança e alguns mal-entendidos poderiam abalar uma relação?

Sinto mais do que demonstro e sei mais do que aparento. 

Olá pessoal hoje vamos falar desse livro, que para mim é o melhor da série Provocante até o momento. Sim essa é uma obra de ficção, mas o cuidado da Paola em demonstrar um problema tão sério, com uma abordagem tão realista me encantou e ganhou completamente meu respeito.

Luciana, teve um grande trauma quando mais jovem e isso acabou por desencadear uma doença silenciosa, aliada a isso, sua baixa autoestima e sua família tóxica, temos um quadro severo de depressão e ansiedade. Isso afetou completamente sua tomada de decisões quanto sua vida amorosa a colocando em um relacionamento abusivo e depreciativo. Tornando sua luta cada dia mais difícil, e a levando a tomar medidas extremas as quais ninguém nunca deveria ter que recorrer.
Eu fui a filha que todo pai queria. Estudiosa, comportada, prestativa. Até que causei uma grande decepção. A partir dali eu mudei e as pessoas mudaram a forma de me olhar. Comecei a achar que nada mais era do que um estorvo. Será que não era permitido errar no mundo em que eu vivia?


Eduardo já foi um cretino mulherengo quando mais novo, hoje ele quer alguém para a amar e cuidar. Alguém que esteja disposta a receber todo o afeto que ele tem guardado e queira recebe-lo em sua totalidade. Com uma irmã que superou um grande desafio e o amor de seus pais ele ainda não encontrou a mulher certa para dividir sua via e seu futuro, até conhecer Luciana.
Eu não estava exatamente à procura de alguém para amar. Mas se essa pessoa aparecesse, se esse sentimento chegasse, eu estaria disposto a deixá-lo entrar. Como minha irmã falou, eu tinha sim muito amor para dar.
Ele percebe logo de cara que alguma coisa a deixa retraída e mais quieta que o normal, até um simples elogio a tira do rumo, e isso começa a dar alguma ideia do problema dela. Só que a essa altura ele já está interessado e quer de fato ter alguma coisa com ela. Apesar das dúvidas, ele sabe que precisa de jeito para conseguir alcançar seu objetivo e fazer com que Luciana também queira estar com ele.

Esse foi um livro com temáticas muito sérias e achei que a autora o fez muito bem, percebemos que não há uma banalização e nem julgamento sobre os problemas enfrentados por Luciana e nem a insegurança de Eduardo, porque sim, apesar de pegador, lindo, romântico e muito inteligente, ele é extremamente inseguro sobre a reciprocidade dos sentimentos, inclusive acredito que a carência dele quase o faz cair em um belo golpe orquestrado por alguém que ele julgava amigo.
E minha aflição só aumentou depois que confirmei, nas imagens do circuito do condomínio[...]. Então havia a possibilidade!
As cenas de erotismo, marca registrada da Paola, nada deixam a desejar, a partir do momento que Luciana se sente querida ela deslancha e se transforma em uma mulher ativa e muito sedutora sexualmente, mesmo que isso já tenha sido usado contra ela no passado, ela percebe que Edu é um cara bom e totalmente diferente daquilo que ela estava acostumada.

Eu me encantei com a construção feita pela Paola para a história e como ela desenvolveu cada um dos personagens. O livro é mais tenso que os demais, as questões tratadas aqui são bem sérias, mas ele não perde seu encanto. Apesar de nos dois primeiros livros, Provocante e Ousada, ela também abordar temas sérios, que não direi aqui, pois seria um grande spoiler, aqui eu me identifiquei totalmente por questões pessoais sabe, às vezes, nem nos damos conta de que pessoas próximas a nós estão deprimidas, porque eles aprendem a esconder para evitar o julgamento e aí passam por todo o sofrimento sozinhas.
Encontrar um amor de verdade não quer dizer encontrar o príncipe encantado, a pessoa perfeita Luciana. Amar de verdade é ter ao lado uma pessoa que conhece todos os nossos defeitos e mesmo assim continua nos amando.
Temos uma grande história de amor e superação, temperada com muita pimenta “A La” Paola Scott, então já sabe que a temperatura vai subir! Cinco notas musicais para essa história que até parece um tango de tão sensual.

Porque quem ama de verdade sabe que dois são mais fortes do que um.
Ficha Técnica:
Autor: Paola Scott
Páginas: 440
Editora: Independente
Ano: 2016
Skoob: Adormecida

Até mais



15 comentários

  1. Oi Anastácia!
    Não gosto do gênero, mas devo pontuar uma coisa que adorei no enredo: a autora tratar uma mulher que possui alto estima baixa. Acho que isso é um problema bem triste para nós, sabe? Não gostar de si mesma é tenso...
    Bj

    ResponderExcluir
  2. Oi Anastácia, adoro romances hot, meu tema preferido, claro que o livros não só foque na parte do sexo, tem que ter uma história por trás, e essa parece ser o caso, já ouvi falar da Paola, mas nunca li nada dela. Mas prevejo que vou adorar o Edu e a Lu, já to intima, hehehe. Bjokas.

    ResponderExcluir
  3. Esse livro me parece muito com um outro que me indicaram essa semana que também era sobre depressão. Quando trata-se de depressão há uma linha tênue entre soar verdadeiro ou acusatório, e um autora que consiga dosar e mostrar a real face do que essas pessoas sofrem, vale a pena ser lido.

    Thamires Vicente
    memoriasdeumaleitora.com.br

    ResponderExcluir
  4. Linda resenha Anastacia. Realmente Paola sabe dosar na medida certa o sentimento dos personagens. E sabe quando ousar nas cenas hots também. Adoro essa história. Ver uma personagem como Luciana despertar do torpor que é a sua vida, é emocionante. Bj

    ResponderExcluir
  5. Oiii Anastacia, tudo bem?
    Infelizmente dessa vez a obra não despertou meu interesse, mas achei a capa tao linda que compraria só para ter ela no meu computador, em relação ao enredo não me senti muito atraída, ótima resenha!
    Beijinhos da Morgs!

    ResponderExcluir
  6. Olá linda,

    Gosto bastante de livros que tratem sobre traumas enraizados, famílias tóxicas e relacionamentos abusivos, porque mostram os mais diversos tipos de pessoas que levam nossa vitalidade todos os dias e nem percebemos que estamos sendo destruídos aos poucos.

    Já coloquei na minha lista de desejados.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Anastacia
    Não estou me recordando dessa série, mas gostei de ver sua opinião. Adoro quando algo no livro nos faz refletir ou até nos faz se identificar com nossa própria vida.
    Confesso que não sei se leria a série agora, mas não descarto a possibilidade de ler.

    ResponderExcluir
  8. Gente que capa e enredo lindo. Fiquei curiosa. E sua resenha só me deu mais vontade ainda. Parabéns. Irei procurar por ele.

    Beijão.

    ResponderExcluir
  9. Oiii!!

    Eu conhecia a autora, mas não conhecia o livro e já fiquei animada para ler!
    Mesmo não sendo meu estilo favorito, já quero ler.
    A resenha tá ótima!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Olá,
    Fiquei bem curiosa para conferir essa obra que nos traz a abordagem de uma temática tão séria de uma forma bem interessante.
    Estou na torcida para que Eduardo consiga ajudar Luciana a superar todos os seus traumas e que eles enfim se apoiem numa nova página de suas vidas.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  11. Olá,

    Não conhecia essa obra, porém achei a premissa intrigante, porque ao meu ver uma pessoa galinha não seria um bom companheiro para alguém depressivo, e saber que a história vai ter sexo me deixa meio receosa. Mas, sua crítica foi tão legal que gostaria de conhecer a obra e saber o que eu acharia da história.

    Beijos,
    http://entreoculoselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Sou doida pra ler algum livro da série Provocante.
    Essa serie eu ja vi mtas vezes, mas nunca sabia do que se tratava.
    Achei legal a resenha e forma como expos o livro, é uma historia que vai me chamar a atenção logo no inicio.
    Adorei a dica.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  13. Oi Anastácia, sua linda, tudo bem?
    Eu acabei de ler recentemente o primeiro livro da série, que foi dividido em dois volumes, e ele termina justamente colocando Luciana na história e dando a entender que Leonardo ficou interessado nela, por isso fiquei animada em descobrir como seria a história desse casal. E confesso que fiquei surpresa, não esperava que a autora fosse abordar um assunto tão forte como a depressão. Já vi que há muita dor a ser superada e curada, ele terá um trabalho muito grande para conquistá-la. Acho que a autora irá me emocionar com esse livro. Não vejo a hora de ler!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Cila eu adoro as hsitórias criadas pela Paola. Mas antes desse tem o Ousada, tenho certeza que você vai adorar conhecer a Maitê. E ela também tem uma história sofrida.
      Bjs

      Excluir
  14. Olá!
    Eu ainda não conhecia a autora, mas fiquei bem curiosa em conferir essa obra, principalmente por ter como tema um assunto tão forte como a depressão. Adorei a sua resenha e espero um dia poder ter a oportunidade de ler essa obra também.
    Beijos.

    ResponderExcluir