Resenha: Desejo Proibido, @editoraarqueiro

20 março 2017
Sinopse: Primeiro livro de uma trilogia, Desejo proibido é uma história de amor e redenção, de universos distantes que se aproximam e se fundem numa paixão avassaladora. Seu amor é proibido, mas não pode ser ignorado.
Katherine Lane nasceu em berço de ouro. Filha e neta de senadores, a bela ruiva de olhos verdes e curvas perfeitas se formou em Literatura e surpreendeu a todos ao decidir dar aulas em uma penitenciária.
Mas quando Carter, um detento inteligente e perigosamente sexy, desperta ao mesmo tempo a raiva e o desejo de Kat, ela é forçada a admitir para si mesma que a decisão de lhe dar aulas particulares pode ter sido motivada não pela generosidade, mas sim pela crescente atração entre os dois.
Embora a família e os amigos de Kat temam que a paixão destrua sua carreira e sua vida, tudo o que ela quer é ficar com esse homem que a faz sentir-se completa. Porém Carter guarda um segredo que tanto pode unir seus destinos para sempre quanto afastá-los de uma vez por todas.

Olá pessoal, hoje vamos conversar sobre esse livro que é para mim, uma das grandes publicações da Arqueiro. Quando eu li a primeira vez, sim eu li mais de uma, eu me encantei e me apaixonei por esse casal. Aqui não tem essa, a paixão é pelos dois. Venha conferir.

Katherine Lane, mas conhecida como kat, sofreu uma perda irreparável quando era criança, ele e até hoje ela não superou essa perda, tendo pesadelos constantes que transformam suas noites em um verdadeiro tormento. Ela só não teve o mesmo destino porque foi salva por alguém que ela não sabe quem é, e que ninguém acredita que tenha existido, mas ela sabe que não inventou isso, alguém a ajudou! Nesse dia fatídico ela prometeu a seu pai faria a diferença no mundo, seja no mundo de só uma pessoa, mas ela faria.

Passados dezesseis anos daquele dia, ela começa seu trabalho em uma penitenciária como professora de literatura inglesa. Ela está cumprindo a promessa que fez a seu pai e trabalhando seus medos naquele lugar. Só que isso desagrada sua mãe de todas as formas e elas começam a se desentender. Os únicos a apoiá-la são seus amigos Bem e Beth o que para ela já é um alento. Seus alunos são pessoas de personalidades distintas, mas que no geral conseguem acompanhar os exercícios propostos e até surpreendê-la, até o aluno novo chegar.
O prédio da Arthur Kill, em State Island, parecia ter saído diretamente de um episódio da série Prison Break. Guardas com cães enormes e raivosos patrulhavam torres de observação altas protegidas por cruéis cercas de arame farpado.

Wes Carter já foi preso várias vezes por vários delitos distintos, mas dessa vez a pena foi maior e ele precisa fazer alguma coisa para conseguir antecipar sua condicional. Seu agente o orienta a tentar fazer alguma atividade que possa lhe garantir alguns pontos com a comissão de análise, e é assim que ele acaba na aula de Kat. De temperamento forte e tempestuoso, um encrenqueiro nato, mal começou a frequentar as aulas e já arrumou problema. Mas ela está decidida a ajudá-lo e após alguns tumultos e discordâncias ela passa a ser tutora dele e se compromete a continuar o ajudando caso ele consiga sua condicional.
Kat tinha sido incapaz de desviar os olhos, observando com fascinação enquanto o monstro que habitava dentro dele rugia. Ele era animalesco e, naquele breve momento, completamente livre.
A partir do momento que ele consegue a condicional e as aulas particulares começam, eles se sentem atraídos um pelo outro, mas resistem bravamente. Ele passa a trabalhar na oficina de Max, seu amigo desde sempre, e que também é sinônimo de problemas. Ela resiste por saber que não pode, afinal de contas ela tem um documento assinado em que concorda com a política de não confraternização, e também pelo fato de ser sua professora. Ele por achar que aquela patricinha não seria capaz de entender a intensidade de sua alma e a dureza de sua vida. Só que o destino tinha outros planos para eles e eles simplesmente não conseguem se afastar um do outro.

Isso só gera mais conflitos para Kat em sua família e com seus amigos. Até Beth, que era a favor de seu trabalho e que primeiramente entendia as suas motivações, mostra-se contrária ocasionando assim uma briga sem precedentes entre elas. A verdade é que não conseguindo ficar afastados um do outro, a única coisa que pode afastá-los são as verdades sobre o passado e as relações do presente que parecem conspirar para que eles não fiquem juntos.

A personalidade de Carter é um negócio viciante, ao mesmo tempo que ele é extremamente brigão e mordaz, ele consegue ser doce e sensível e um conhecedor das obras de Shakespeare. O cara brigão é o resultado de uma infância negligenciada e sem amor. De um cara que nasceu de um pai pobre e mau elemento, com uma mãe bem nascida e mimada, que em nenhum momento quis ter um envolvimento emocional verdadeiro com seu filho. A verdade é que a cada capítulo queremos junto com Kat mostrar que ele merece sim ser amado, e que ele pode sim, ser uma pessoa boa. O desenrolar dessa relação é um susto em nosso coração e quando a mãe dela resolve colocar para fora tudo o que ela acha e pensa a respeito dele, queremos cuidar e mantê-lo inteiro.

O livro é muito intenso e mostra que às vezes podemos sim entender as coisas de forma errada e rotular as pessoas por deslizes que elas cometeram, mas que todos podem e devem ter uma segunda chance de fazer a coisa certa. Cheio de referências a grandes obras da literatura inglesa e de coisas atuais e mais modernas, pode deleitar-se sem medo desta obra que a princípio não chamou minha atenção, mas que me pegou de coração e alma. Carter hoje ocupa um lugar especial em meu coração e espero que no de vocês também.
– Deus está… Está aqui. – Ele pegou a mão dela e a levou até seu coração palpitante. – Nunca senti nada assim antes. – Ele lambeu os lábios. – Dói.– Seu coração Dói? O rosto dele desabou. Kat observou a água quente escorrer pelo rosto dele. – É seu. Todo ele. – Ele piscou com os cílios encharcados. – Agora eu sei. Carter fez uma pausa.
Cinco notas musicais dignas das bandas citadas no livro e dignas de Arctic Monkeys que me acompanhou na maior parte dessa leitura, principalmente com a música Do I Wanna Know?  Mais uma ótima sacada da editora Arqueiro.

Ficha Técnica:
Autor: Sophie Jackson
Páginas: 416
Editora: Arqueiro
Ano: 2015
Skoob: Desejo Proibido
Até mais
*Resenha Postada Originalmente no Portal Ju Lund

18 comentários

  1. Olá,

    Eu não conhecia a trilogia e confesso que fiquei bem interessado. O fato do livro trata de segunda chance e que podemos errar e mesmo assim acharmos que estamos certo me deixou bem curioso e isso colaborou muito para o meu interesse com o livro. O adicionei na minha lista de favoritos e irei fazer a leitura o mais rápido possível! ♥

    → desencaixados.com

    ResponderExcluir
  2. Olá
    É uma delícia quando encontramos esses livros tão queridos que lemos diversas vezes é amamos sempre.
    Mas para mim esse difícilnente seria um, já vi diversas resenhas sobre ele, e todos falam muito bem em especial da segunda chance que todos merecem, mas não sei, ainda não me fisgou.

    ResponderExcluir
  3. Oiii Anastasia, tudo bem?
    Eu tenho imensa curiosidade e vontade de ler essa obra, diante de tantos comentários que já li a respeito do enredo, sua resenha me deixou mais convencida que preciso ler, é sempre bom ter um romancezinho no ar.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Não li esse livro, porque queria esperar por resenhas e desde que elas começaram a sair não me canso de desejar conhecer a história. Pela sinopse achei a trama tão fraca que desanimei no ato, mas é algo que vou remediar em breve :)

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?
    Quero muito ler essa trilogia, acho as capas bem chamativas, e simplesmente amei a sua resenha!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  6. Olá,

    Li esse livro no ano passado, gostei muito do romance é envolvente e ficamos o tempo todo torcendo pelo casal. Ainda não li o conto e o segundo livro, mas pretendo fazer isso em breve.

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  7. Gente, preciso desse livro! Eu já tinha lido a sinopse e até tinha baixado a trilogia em pdf, mas a sua resenha me fez relembrar o porquê de eu estar tão curiosa para ler. A capa é linda e depois de ler esses trechos maravilhosos, estou mais ansiosa ainda para descobrir qual será o final desse casal. Bjss!

    ResponderExcluir
  8. É uma história que também me surpreendeu. Confesso que temi que Wes fosse da mesma linha de outros protagonistas que me irritam, mas, graças à autora, isso não aconteceu. Também gostei muito do livro. Já li o segundo e agora no aguardo do desfecho da trilogia. Abraços!

    ResponderExcluir
  9. Olá,
    Caramba! Que resenha!
    A premissa é bem interessante e, para mim, ousada e inovadora. Isso porque nunca li nada que abordasse esse universo contendo presos e fiquei bem intrigada para saber como a autora conseguiu trabalhar isso e fazer a ambientação.
    É a primeira resenha que leio da obra e estou animada. Anotei a dica.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  10. Olá tudo bem?
    Ah o que seria de nossas vidas sem os bad boys não é mesmo? Fiquei bem curiosa para saber como Kat vai sair dessa roubada, isso é, se é que ela vai sair. E também fiquei com água na boca querendo saber mais sobre Carter. Acho que vou dar uma chance ao livro.

    beijinhos!

    ResponderExcluir
  11. Hey!

    Adorei sua resenha, me atraiu bastante para a leitura dos livros, mas a capa não me atraiu, e eu sou do tipo que leva a capa super em consideração... Irei "amaciar" a ideia, e deixar a dica anotada.

    Bjos

    ResponderExcluir
  12. Estou louca para ler Desejo Proibido!!!
    Já saiu o conto e o segundo livro, mas ainda nao tive tempo pra ler ainda.
    As capas sao lindas demais e a historia envolvente, do jeito que eu gosto.
    Amei saber o que achou do livro e já vi que vou amar.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  13. Olá!

    Obrigada por essa resenha! Amo este casal e irei protegê-lo! Eu li logo que lançou e essa foi uma história e tanto! Apesar de ter lido o segundo, esse casal ainda é meu favorito.

    Ah, há boatos que o terceiro e último sai em julho :)

    ResponderExcluir
  14. Aiii, amo demais esse livro, eu li ele em uma tarde os personagens me seduziram tanto, que mal vejo a hora da arqueiro enfim publicar o terceiro dessa série, amo demais e me deu até vontade de reler.

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oiii!!!

    AAAAAAAAAH ESSE LIIIIVRO ❤❤❤❤❤!!!!!
    Eu li no lançamento e me apaixonei! A escrita da Sophie é ótima! A obra é envolvente.
    Adorei reviver lendo sua resenha!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  16. Oi, tudo bem?
    Já vi que essa é uma história muito difícil. Dá para entender o medo dos familiares dela e dos amigos. Mas não tem como não querer dar amor a ele!!!!! Acho que ficarei com o coração apertado por tudo o que ele enfrentou na vida. Parece ser um livro lindo demais. Estou louca para ler. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá, tudo bem? Essa premissa somada com a sua resenha, é tudo que busco em um livro de romance. Com certeza dica mais que anotada. Confesso que de primeira, olhando apenas a capa, não damos tanta coisa, mas os sentimentos que você expôs aqui, nos deixa ansiosa. Adorei!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Não conhecia o livro e fiquei bem curiosa. É o tipo de romance que prende a gente. Apesar do bad boy (e quem nunca curtiu um na vida) fiquei realmente interessada pela sua resenha.
    Espero gostar tanto quanto você!
    Bjos

    ResponderExcluir