Resenha: Leo e Bia, @Ler_Editorial

28 março 2017
Sinopse:
“"Ela é mistério, cheia de segredos. Ele é bagunçado, cheio de defeitos."
A Bela e a Fera - Munhoz e Mariano
Na infância, Maria Beatriz foi levada contra sua vontade para longe de seu pai e de sua amada Santa Maria, cidade linda, no coração do Rio Grande do Sul.
Mas, nem mesmo a distância ou o tempo foram capazes de apagar as lembranças que ela trazia no coração.
Hoje, mais madura, ela está ansiosa com sua volta para casa e com o início de uma nova vida na Universidade de Santa Maria, cursando Psicologia. Sua felicidade é tanta que ela se distrai por um momento.
De repente, no corre-corre do aeroporto, enquanto procurava por seu pai, acontece um esbarrão.
Era um certo peão...
E depois disso, a vida de Maria Beatriz nunca mais seria a mesma...
Léo é estudante de veterinária e se estabeleceu na cidade depois que o pai herdou a Fazenda Palmital do avô. O jovem peão mexe com as estruturas de Santa Maria, não só pelo som de sua caminhonete potente, mas também por todo seu charme e disposição para conquistar uma certa moça que roubou seu coração.
Léo e Bia nos trazem muito mais que uma história de amor contada por dois jovens do interior. Eles nos levarão por uma trajetória de luta e superação!
Léo e Bia chegam para encantar vocês com seu jeitinho marrento, mas completamente apaixonante.”

Maria Beatriz vive uma vida infeliz em São Paulo, quando foi obrigada a largar seu pai Sr. João e sua cidade natal Santa Maria, para seguir sua mãe quando os pais se divorciaram, o comportamento imaturo de sua mãe a afastou cada vez mais e a fez realizar sua maior vontade, voltar a sua terra.

No interior era onde ela era realmente feliz, com o pai que tanto amava, e agora cursando a faculdade de Psicologia. Porém voltar a sua cidade não seria a única mudança de sua vida, a verdadeira mudança se inicia no momento em que ela chega ao aeroporto e tromba com um guri, um cara lindo com pinta de cowboy que a deixa ainda mais atrapalhada do que já é por natureza.

O tal guri é Leonando Avilã, que mudou a pouco para a cidade de Santa Maria com a família, a irmã e os pais, vivendo na fazenda herança da família, lá ele pode exercer sua futura profissão – veterinário – e se dedicar, mas o que o atrai mesmo é a mocinha que parece ter vindo com tudo para dentro de sua vida.


Leo é conhecido do pai de Bia, Sr. João, afinal quem não conheceria o delegado da cidade, e essa aproximação das famílias os fazem ficar próximos antes mesmo que percebessem, e assim se envolvem devagarzinho, porém intensamente.

Mas o que acontece quando se joga querosene e fogo em lenha, vira fogaréu, e é exatamente isto que este casal são juntos, fogo que não se apaga. Os dois em uma infinita teimosia irão aprender com os tombos da vida o que é superação e aprender a amar.

Leo e Bia é um romance de casal típico do interior, Fernanda Terra caracterizou os personagens com um sotaque bem intenso, típico da região o que no meu ponto de vista tornou o livro ainda mais atrativo. Nele vemos o início de uma amizade, vemos o amor de um pai e uma filha, e como as relações familiares ás vezes podem ser confusas e principalmente vemos um amor nascer e florescer. Com certeza um romance gostoso para matar as horas e se deixar levar.

Para quem curte música sertaneja, conta com uma playlist carregada deste gênero, fica a dica para quem sabe se interessar e vir conhecer mais de pertinho Leo e Bia.

Para o casal de Fernanda Terra dou quatro notas musicais.



Um grande abraço e até lá!

Ficha TécnicaAutor: Fernanda Terra
Páginas: 256
Ano:2016
Editora: Ler Editorial
Skoob: Leo e Bia 

Nenhum comentário

Postar um comentário