Resenha: Nunca Jamais Parte 2, @galerarecord

22 maio 2017
Sinopse: A segunda parte do suspense romântico de tirar o fôlego “Nunca Jamais” Um garoto abre os olhos e sequer se lembra que seu nome é Silas. O telefone toca... “Encontrou ela?”, pergunta a voz do outro lado da linha. Quem é ela? Quem sou eu? Charlie se vê presa em um lugar parecido com quartos de hospital (ou de um manicômio). Também não se lembra de nada, nem sequer do próprio rosto. O tempo passa e ninguém vem salvá-la. Ela precisa escapar por conta própria. Aos poucos, os dois descobrem que vêm perdendo a memória em períodos cíclicos. E também que se amam imensamente. Numa corrida para descobrir a razão dos apagões em suas memórias, Silas e Charlie acabam descobrindo muito mais sobre si e os mistérios que envolvem suas famílias. Mas muito em breve vão esquecer tudo de novo. E precisam estar juntos para evitar o pior.

Olá pessoal, depois de um ano de espera, é isso mesmo um ano, saiu a segunda parte de Nunca Jamais. A resenha da primeira parte você confere AQUI, e se você não leu, pode ler a resenha porque não falarei nada que já não esteja na sinopse para não estragar a surpresa, afinal um livro de 144 páginas se eu falar muito, já era o livro.

Como eu mencionei na primeira resenha, tudo o que conhecemos da CoHo pode ser esquecido aqui, porque a pegada da Tarryn é bem forte. Então é assim, Silas é o verdadeiro mocinho estilo Hoover, Charlie a Oportunista, entenderam a referência??? Risos!!!! Logo de cara as dedicatórias das autoras mostram essa diferença e realmente é muito legal de ver.

Este livro é para todos vocês que amam finais felizes e que me perdoaram pelo fim da parte um. Foi culpa da Tarryn. Colleen Hoover

Este livro é para todos que acham que finais felizes e Pepsi diet são coisas ridículas. Tarryn Fisher

Mais uma vez o ciclo deles terminou e Silas acorda sem saber de nada a seu respeito, a confusão continua, mas dessa vez ele deixou a carta ao seu alcance para que ele saiba o que está acontecendo. Sendo que ele é despertado por uma pergunta inusitada sobre ter encontrado alguém que ele não sabe exatamente quem é.

Parece tão natural ter pensamentos com a palavra eu. Mas todos os meus pensamentos são ocos e leves, porque a palavra “eu” não está associada a ninguém. A nenhum nome, a nenhum rosto. Eu sou... nada.
Charlie desperta sem saber quem é e nem onde está, quando ela olha em volta percebe que se trata de um hospital, e ainda por cima um psiquiátrico. Ela não sabe como foi parar ali e nem o motivo, mas abe que precisa fugir e bem rápido, sabe que precisa estar em algum lugar, mas não sabe exatamente com quem.
Estou confusa... atordoada, então começo a chorar. É estranho não saber quem você é e ao mesmo tempo saber que você não é de chorar? Fico tão zangada comigo mesma [...}. Estou sozinha. Que bom.
Nessa segunda parte alguns acontecimentos vão ficando mais claros, mas ainda não sabemos o que os leva a perder a memória. As pessoas que os cercam lembram-se de tudo menos eles. E com relação ao pai dela que está sendo culpado quando alega inocência, será que é por isso? E o pai dele, será que é tão inocente quanto afirma? Pois bem, ainda não temos as respostas, apesar de uns pequenos esclarecimentos, então o jeito será ler o original porque não aguentarei mais um ano esperando. Não mesmo.
Começo mentalmente a contagem regressiva:59... 58... 57... 56... [...]Perco a conta do tempo. Não faço ideia do segundo em que estamos.- Nunca Jamais – Sussura ele.Seu calor, seus lábios, suas mãos.Ele encosta a boca na minha, me beija intensamente e eu...
Quatro notas lindas para o fofo do Silas... quanto a Charlie eu ainda estou avaliando rsrsrs.


Ficha Técnica:
Autor: Colleen Hoover & Tarryn Fisher
Páginas: 144
Editora: Galera Record
Ano: 2017

Até mais

18 comentários

  1. Olá queria muito ler esse livro quando foi lançado, ainda não li nada da autora, mais sei que muitos gostam da sua escrita, tenho um livro dela aqui em busca de Cinderela que pretendo ler em breve, adorei a resenha beijos!

    ResponderExcluir
  2. Ainda não li esta série. Pela sua resenha, deu pra notar que é tenso e que a gente não pode confiar em ninguém. Vou aguardar completar pra encarar. E esperar que as unhas estejam em bom tamanho pra serem destruídas. Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Nossa, fiquei intrigada pela história, não esperava que fosse assim. Vou ler!
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
  4. Nunca li nada da autora, acredita? Apesar de ter muita vontade, fica sempre na lista.

    Vou anotar essa dica!

    Bjos

    ResponderExcluir
  5. Oiii tudo bem?
    Essa é uma série que realmente não desperta meu interesse, fico feliz que tenha trazido a resenha para nós e percebo como possui um suspense, esse é um lado positivo, mas como é uma série e possui mais de um livro irei deixar de lado, pois estou evitando.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Olá
    Eu nunca li nada da autora, apesar de ter um de seus livro aqui em casa. Adorei a sua resenha e espero poder ler em breve. Amo essa capa e como vi diversas resenhas positivas creio que não irei me decepcionar. Até mais ver
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Oii, tudo bem?
    Então, o livro parece ser muito bom, mas o fato de ser uma série me desanimada. Não curto muito, mas conheço várias pessoas que adorariam. O gênero não me agrada muito também, mas imagino que para fãs de livros assim seja ótimo.

    ResponderExcluir
  8. Uau, que história! Colleen Hoover é uma autora incrível, e fiquei bem intrigada com essa história da perda de memória que apenas Silas e Charlie possuem. Amei sua resenha e espero conferir essa obra maravilhosa em breve. Bjss!

    ResponderExcluir
  9. Olá
    Nossa fiquei mega confusa com toda essa história, e também fiquei com um pé atrás, com a série. Gosto de mistérios, mas quando começa a arrastar por mais de um livro tende a me estressar.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Anastacia
    Apesar de todos falarem desse livro, a maioria bem, eu ainda não li. Alias nada da autora. Que bom que sua avaliação foi boa. Um dia ainda pretendo fazer a leitura.

    Blog Livros, vamos devorá-los

    ResponderExcluir
  11. Olá,

    Eu adorei a primeira parte, quando eu achava que sabia de alguma coisa, as autoras riam da minha cara e pensavam: sqn, loser! Hahaha. Além disso é uma leitura tão gostosa de se fazer né? Você nem nota o tempo passar. Quero muito saber o que os fez perderem a memória e porque os dois ao mesmo tempo, eu gostei muito do Silas <3

    ResponderExcluir
  12. Nossa, tanto tempo que eu vou ter que passar o olho no primeiro pra depois ler esse daí. rsrsrs
    E só de pensar que ainda não é nesse que a agonia vai passar... aafffff!!! Essas duas! rsrsrs

    ResponderExcluir
  13. Olá,

    Eu leria esses dois livros só pelas capas lindas e são azuis *_*

    Como tem um pequeno suspense, eu já fiquei bem interessada.
    Vou adquirir as duas partes depois da minha formatura.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Oii, tudo bem? Gostei da resenha e saber que gostou do livro! Eu tenho muita vontade de ler, pois adoro suspense, e amo romances <3 Conheço a escrita da CoHo e sou fã, agora só me falta conhecer a Terry <3

    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. OIe!
    Eu estou bem curiosa com essa segunda parte. Eu gostei bastante do que encontrei no primeiro livro, mas para continuar a leitura, preciso que a última parte seja publicada, assim leio em sequencia.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  16. Oiiieeee!
    Eu amei demais essa trilogia, tipo que eu tive que ler os 3 livros de uma vez, pq senao nao dormiria em paz hahaha.
    O segundo livro é mtooo bom, achei ate melhor que o primeiro e Silas é um amor mesmo, a Charlie tem seus momentos, mas tb gosto dela.
    Adoro essas capas e loka pra ter logo tudo fisico.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Oiii!

    Eu ainda não li essa trilogia, mas tenho curiosidade! Parabéns pela resenha e eu imagino como você deve ter ficado tão empolgada! Imagino a angustia que é ficar esperando o a proxima obra! Não sei quando farei a leitura, mas já está anotada!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  18. Oi!!
    Eu já li algumas resenhas da parte 1 e sempre fiquei um pouco com o pé atras com relação a história, e essa é primeira resenha que leio da parte 2.
    Nunca li nada da autora e não sei se apostaria nesse livro logo de primeira.
    Beijão!

    ResponderExcluir