Resenha: Irresistíveis, @univdoslivros

23 junho 2017

Sinopse:A série sexy mais aclamada dos últimos tempos chega ao seu episódio final… Ao encontrar o namorado transando com outra mulher em sua casa, Pippa Bay Cox deixa Londres e vai aos Estados Unidos com Ruby Miller e alguns de seus amigos participar de uma roadtrip regada a muito vinho. Para Jensen Bergstrom, investir na carreira é a forma natural de enfrentar um fim de relacionamento e seguir em frente. Completamente soterrado por sua necessidade de obter sucesso profissional e por uma imensa carga de trabalho, ele dedica pouco tempo a si mesmo; no entanto, resolve abrir um espaço na agenda para viajar com sua irmã Hanna e alguns amigos. Ele só não contava reencontrar a garota excêntrica que conhecera no voo, e talvez ela seja demais para aguentar… Ou talvez seja exatamente do que ele precisa. Nessa roadtrip de Long Island até Vermont, muita coisa irá acontecer: desde inesperadas mudanças em Chloe e em Sara, uma nova faceta de Will, avalanches de mensagens de texto de Bennett e enfim um desfecho para George. Viva novamente as aventuras e romances emocionantes desse grupo que é, no mínimo, irresistível.
Olá pessoal, e chegamos ao final... E foi um final relativamente surpreendente pela construção dos personagens. Então vamos lá a série contou as relações de amigos e parceiros profissionais ajeitando suas vidas com a descoberta e a aceitação do amor. Obviamente não foi fácil, né?! Cada um dos caras era como diz o nome da série, cretino, mas foram todos se recuperando.

Aqui, Pippa depois de pegar o “namorido”, namorado e quase marido, na cama, que fique claro, na dela, com outra mulher, ela decide que precisa dar um novo sentido a sua vida. Ela se acomodou com a vida que tinha, mesmo que essa vida não lhe trouxesse muitas alegrias. Depois de colocar o tarado para correr, ela decide que vai tentar dar algum sentido em sua vida, então ela conversa com suas mães (sim meu povo duas para lacrar de vez!), e decide que o melhor é pedir demissão do emprego chato e possivelmente voltará para casa delas por um período, mas antes ela vai para os Estados Unidos para encontrar sua amiga Ruby e fazer uma grande viagem por vinícolas e cervejarias. Ela só não contava com um cara lindo ao seu lado no Voo.
Esfreguei a mão no rosto. Eu tinha certeza de que minhas palavras não estavam fazendo o menor sentido.

Resenha: Caçador em Fuga, @EditoraLeya

22 junho 2017

Sinopse: Ao despertar num lugar escuro, Ramón Espejo não se lembra de como foi parar ali. Logo ele descobre que é refém de uma raça alienígena e que, para recuperar sua liberdade, será forçado a ajudá-los a encontrar outro humano como ele – um fugitivo. Quando a caçada começa, no entanto, Ramón recupera algumas lembranças: a miséria e as péssimas condições de trabalho e de vida no México; a decisão de deixar a Terra e explorar um novo planeta-colônia, São Paulo; o sonho de encontrar metais valiosos e enriquecer; o desejo de uma nova chance. Agora, envolvido numa estranha perseguição nesse mundo hostil e imprevisível, Ramón precisa encontrar uma maneira de escapar de seus captores... e depois, de alguma forma, sobreviver. No entanto, à medida que suas memórias se fortalecem, Ramón descobre que seu pior inimigo pode ser ele mesmo. Caçador em fuga, publicação que faz parte do selo LeYa/Omelete, é uma história criada a seis mãos que levou quase trinta anos para ser escrita. O resultado é uma aventura de ficção científica que cria mundos e espécies diferentes com detalhes fascinantes, analisando a humanidade em seus piores e melhores momentos por meio de um personagem politicamente incorreto, atrapalhado e carismático.
Olá pessoal hoje vamos falar de um livro que é cheio das boas recomendações pois seu processo de produção é quase uma série do Netflix (fica a dica). Caçador em Fuga é quase uma obra prima produzida a seis mãos com nomes totalmente consagrados, então isso significa que ele é um grande jabazão?! Pode ser, mas sendo ou não, ele não perde seu mérito de bom livro livro. Antes que apareça alguém para dizer que George deveria estar escrevendo o tão aguardado livro de As Crônicas de Gelo e Fogo, fique ciente que esse livro está guardadinho na gaveta há 30 anos, só isso.... Então vamos ao que interessa.

Aqui conhecemos Ramón, um cara completamente ferrado, mineiro que acredita piamente que ficará rico quando achar algum metal que o deixe rico. Mas seu temperamento quente latino só o coloca em confusão, até que um dia a confusão o encontra. E aí até ele explicar que, focinho de porco não é tomada, já era. Começamos o livro sendo despertos nesse universo intergaláctico junto com Ramón, ele tem certeza que está acordado, mas não consegue controlar nenhuma de suas habilidades de locomoção e começa a refletir sobre tudo o que ele já ouviu sobre estar morto e conclui que essa é uma grande possibilidade. Até se lembrar que, quem não aceita Deus vai queimar eternamente no fogo do inferno.

Lançamento: Treze De Fml Pepper

Oi pessoal!!!
Hoje o lançamento é de uma autora superquerida por mim... FML Pepper está em uma nova casa (leia-se editora rsrs), e seu livro Treze que sairá pela Galera Record já está em pré-venda \o/.

O azar pode ser a sua ruína. A sorte também. Da mesma autora da trilogia Não pare! Rebeca. Uma garota sem escrúpulos ou fé, criada para ser ladra. O esquema para o novo e maior golpe de sua vida é irretocável, perfeito... até encontrar Madame Nadeje, a enigmática cartomante do decadente parque de diversões. Ouvir seus segredos mais íntimos seguidos de profecias perturbadoras, entretanto, não impedem Rebeca de ir adiante. Seu mundo matemático e lógico desmorona ao enfrentar as previsões da vidente, e sua vida se transforma em um pesadelo. Karl, um orgulhoso e passional lutador de MMA, passa por uma grande decepção. Incapaz de aceitar derrotas, ele comete um erro estúpido e, de herói, se torna vítima em segundos. Um acidente deixa em seu cérebro um coágulo inoperável que pode se romper num piscar de olhos. Determinado a esconder a terrível condição de todos, ele resolve levar uma vida tranquila e passar longe de brigas. Um plano perfeito... até conhecer Rebeca.

Resenha: Volúpia de Veludo, @editoraarqueiro

21 junho 2017
Simon Fairfax, o fatalmente charmoso marquês de Lisburne, acaba de retornar relutantemente a Londres para cumprir uma obrigação familiar. Ainda assim, ele arranja tempo para seduzir Leonie Noirot, sócia da Maison Noirot. Só que, para a modista, o refinado ateliê vem sempre em primeiro lugar, e ela está mais preocupada com a missão de transformar a deselegante prima do marquês em um lindo cisne do que com assuntos românticos. Simon, porém, está tão obcecado em conquistá-la que não é capaz de apreciar a inteligência da moça, que tem um talento incrível para inventar curvas – e lucros. Ela resolve então ensinar-lhe uma lição propondo uma aposta que vai mudar a atitude dele de uma vez por todas. Ou será que a maior mudança da temporada acabará acontecendo dentro de Leonie? Volúpia de veludo, terceiro livro da série As Modistas, é uma história de amor envolvente, com personagens femininas fortes e determinadas que transitam com perfeição entre o romantismo e a sensualidade.
Hoje venho contar para vocês uma experiência incrível que eu tive, com relação à série As Modistas. Sua autora, Loretta Chase, é a mesma de O Príncipe dos Canalhas, livro que li e não gostei. Concluí a leitura, mas achei maçante e quase abandonei. Porém, quando dei um nova chance à escritora, por estar interessada nessa sua mais nova coleção, me surpreendi mais positivamente a cada volume. 

Volúpia de Veludo é o terceiro livro, que conta a história de Leonie. Suas irmãs já encontraram seu grande amor, inclusive uma delas está esperando um filho, mas ela não quer saber de marido, pois coloca o trabalho sempre como prioridade.  

Os negócios em primeiro, segundo e último lugar.
É por esse motivo que ela esteve visitando uma galeria de arte em um dia de semana, em horário de expediente. Essa é a explicação que a modista deu para Lorde Lisburne, o marquês de Fairfax, quando o conheceu lá.

Aonde quer que Lorde Swanton vá, sempre há um bom número de jovens damas. Ele havia mencionado para uma de nossas clientes que tinha a intenção de visitar a British Institution esta tarde. Pareceu-me uma boa oportunidade de fazer com que a loja ficasse conhecida por mais pessoas.
A química entre os dois é instantânea, e um pequeno incidente os aproxima ainda mais, quando o lorde consegue uma oportunidade de ser gentil com Leonie. Porém, ele também não é dos mais românticos, muito pelo contrário: Lisburne é prático e adora manter os outros à distância. 

Desde cedo, ele aprendera a não demonstrar os sentimentos e a mantê-los fora do alcance, a não ser que precisasse usá-los. Você é como um diamante, dissera-lhe uma de suas amantes. Tão lindo, tanta luz e fogo. Mas, quando alguém tenta conhecer o homem ali dentro, só encontra reflexos e superfícies reluzentes. Por que alguém precisaria ver mais?
Contudo, por mais que resistam, Lorde Lisburne e Leonie Noirot se aproximam cada vez mais. E tudo pode ser colocado ainda mais em risco por conta de uma aposta envolvendo a prima do marquês, Lady Gladys, cujo nome constou no volume dois dessa coleção. Mas, ao que parece, a modista está muito confiante de que será a a vencedora, pois diz que em quinze dias a lady passará por uma transformação incrível, e poderá ter o homem que desejar, basta estalar os dedos.

Para conhecer o ganhador da aposta e o rumo de todos os acontecimentos entre Simon e Leonie, além de Gladys, leia Volúpia de Veludo. Contudo, posso adiantar um pouco:

Ela, a irmã Noirot sensata, a que tinha os dois pés plantados com firmeza no chão - havia de alguma forma permitido que ele a transformasse em uma idiota sonhadora. 

A leitura desse livro foi excelente, o melhor até então dentre os três, mas sinto que demorou a ser ótimo. Por esse motivo, não posso dar todas as notas completas em minha avaliação. 

:
Ficha técnica:
Autor: Loretta Chase
Páginas: 320
Editora: Arqueiro
Ano: 2017

Em breve voltarei!





Resenha 2: Minha Rendição, @amazonBR

20 junho 2017
Sinopse: Segredos são como fantasmas, nos assombrando e nos fazendo crer que são reais.Todos têm os seus fantasmas.Poliana tem os seus e há seis meses ela tenta se convencer que ainda é capaz de viver, mesmo que seu coração diga a ela que não há mais esperanças.Vinicius é um renomado cardiologista que vê no trabalho voluntario uma forma de se redimir dos seus pecados.Uma mulher marcada pela dor, um homem que carrega em seu coração a culpa por seus atos.Duas almas feridas encontrando nos braços um do outro uma nova chance para serem felizes.Um livro sobre culpa, perdão, rendição e a descoberta sobre o verdadeiro amor

Dr. Vinicius Becker, um brilhante cardiologista e Poliana, uma simples garçonete em um pequeno e simples restaurante.

A história de amor desses dois nada mais é que um conto de fadas. Um conto de fadas com sofrimento, muito sofrimento, afinal estamos falando das histórias da Cinthia Freire. Sim, ela gosta de nos fazer chorar, mas eu amo suas histórias mesmo assim.

Vinicius é um homem lindo, alto, forte, loiro, olhos azuis, um príncipe (suspiros), mas com a alma , o coração e a mente em frangalhos, destruídos. Por um erro no passado ele se sente assim. Um cardiologista que não para de trabalhar e ainda cria uma ONG para tentar se redimir da culpa que sente.

Lançamento: Filha das Trevas de Kiersten White

19 junho 2017
Oi pessoal!!! 
A Plataforma21 está com ótimos lançamentos no catálogo, e um deles é: Filha das Trevas. Além de ter achado a capa linda a premissa me deixou muito curiosa, então, é claro que ele vai para a minha listinha de desejados ;)

Ninguém espera que uma princesa seja brutal 
Lada Dragwlya e o irmão mais novo, Radu, foram arrancados de seu lar em Valáquia e abandonados pelo pai – o famigerado Vlad Dracul – para crescer na corte otomana. Desde então, Lada aprendeu que a chave para a sobrevivência é não seguir as regras. E, com uma espada invisível ameaçando os irmãos a cada passo, eles são obrigados a agir como peças de um jogo: a mesma linhagem que os torna nobres também os torna alvo.
Lada despreza os otomanos. Em silêncio, planeja o retorno a Valáquia para reclamar aquilo que é seu. Radu, por outro lado, quer apenas se sentir seguro, seja onde for. E quando eles conhecem Mehmed, o audacioso e solitário filho do sultão, Radu acredita ter encontrado uma amizade verdadeira – e Lada vislumbra alguém que, por fim, parece merecedor de sua devoção.
Mas Mehmed é herdeiro do mesmo império contra o qual Lada jurou vingança – e que Radu tomou como lar. Juntos, Lada, Radu e Mehmed formam um tóxico e inebriante triângulo que tensiona ao limite os laços do amor e da lealdade.
Sombrio e devastador, este é o primeiro livro da mais nova série de Kiersten White. Cabeças vão rolar, corpos serão empalados… e corações serão partidos.

Resenha: O Casal que Mora ao Lado, @editorarecord

Sinopse: É o aniversário de Graham, e sua esposa, Cynthia, convida os vizinhos, Anne e Marco Conti, para um jantar. Marco acha que isso será bom para a esposa; afinal, ela quase nunca sai de casa desde o nascimento de Cora e da depressão pós-parto. Porém, Cynthia pediu que não levassem a filha. Ela simplesmente não suporta crianças chorando. Marco garante que a bebê vai ficar bem dormindo em seu berço. Afinal, eles moram na casa ao lado. Podem levar a babá eletrônica e se revezar para dar uma olhada na filha. Tudo vai dar certo. Porém, ao voltarem para a casa, a porta da frente está aberta; Cora desapareceu. Logo o rapto da filha faz Anne e Marco se envolverem em uma teia de mentiras, que traz à tona segredos aterradores.

Olá pessoal, tudo certinho?! Hoje a resenha será desse livro que sem dúvidas foi uma das melhores leituras desse ano. Já vi que até dezembro terei muitos livros nessa categoria, mas esse aqui, realmente veio para mostrar que quando uma história é bem pensada e bem escrita, o resultado só pode ser esse, leitores enlouquecidos. Deixando claro que não tem spoiler na resenha.

Quando li a sinopse recordei de um caso real conhecido nosso e achei que o livro poderia ser algo relacionado ao sumiço da menina inglesa lá me Portugal, mas não tem nada a ver. Outra coisa, achei que essa sinopse fosse uma baita spoiler falando do rapto da menina, mas isso é só um dos acontecimentos do livro. Todos os capítulos, do início da história, ao final, têm alguma coisa importante, ou no mínimo interessante, acontecendo.

Marco e Anne se amam, casaram por amor, mesmo que a todos pareça que não. Depois da maternidade Anne está mais fragilizada e ele tem se esforçado para que ela melhore, e a ideia de irem ao jantar é exatamente para que ela saia da rotina e comece a ter uma perspectiva melhor sobre sua vida e a maternidade. Ele não contava com a babá não aparecendo e tendo que deixar a filha sozinha, já que a vizinha não suporta crianças, mas como estarão ao lado, nada pode dar errado, em sua concepção.

Resenha: Nos passos do amor, @Editora_PL

18 junho 2017

Sinopse: 

“Alicia é uma jovem bailarina que tem tudo o que poderia querer, uma família que a ama e a apoia, um namorado lindo por quem ela é louca. Mas um acidente muda toda a sua vida.
Danilo é um médico que ficou fora do país por um bom tempo, quando retorna, conhece um anjo de asas quebradas, um anjo por quem ele lutaria, um anjo que ele ajudaria a voltar a voar.”

Alicia é uma bailarina talentosa, que desde criança vive esse sonho,junto com seu melhor amigo e namorado Caio, eles foram se apresentar com todos os alunos da escola da mãe de Caio em uma outra cidade. Aquela tinha sido uma das melhores apresentações que os dois haviam feito em suas vidas, e para fechar o que estava perfeito Caio estava ali a pedindo em casamento, o que ela não esperava era que em meio a tanta felicidade ela viveria a maior tristeza de sua vida.

O acidente havia sido horrível, e ela ficará desacordada por seis meses. Alicia não se lembrava claramente de muita coisa, mas assim que abriu os olhos e se recordou do pedido de casamento de Caio se desesperou para saber onde estava o amor de sua vida, naquele momento era o que mais lhe importava, porém, o olhar da sua família lhe dizia que ela o perderá. O terror apenas aumentou ao perceber que suas pernas não se moviam, como a vida poderia ter lhe sido tão cruel a deixando sobreviver.

Com toda família a sua volta, seus três irmãos, sua cunhada e sua mãe e pai, ela sentia que estava sendo cuidada, mas ninguém poderia enxergar a depressão em que ela se encontrava e o tamanho da dor que habitava seu coração, ela se sentia vazia, oca e não havia outra maneira de acabar com isso a não ser se livrando de sua própria vida.


Resenha: Salvaged, @jaycrownover

17 junho 2017

Sinopse: Hudson Wheeler é um cara legal. Todo mundo sabe disso, incluindo sua noiva que o deixou com um casamento cancelado e um bebê a caminho. Ele está cansado de ser o último e está pronto para começar a viver o momento com noites embebidas em uísque, carros rápidos e ficadas mais rápidas ainda. Ele está pronto para começar a viver no limite, mas quando ele conhece Poppy Cruz, os olhos tristes no rosto mais lindo que ele já viu, o acordam imediatamente. Wheeler pode ver a dor de Poppy e tudo o que ele quer fazer é cuidar dela e fazê-la sorrir, fazendo o que for preciso.Poppy não se lembra de uma época em que ela não via estranhos como inimigos. Depois de uma vida inteira sendo ferida pelos homens que juraram protegê-la, Poppy está decidida a manter-se a salvo, mantendo todos os homens à distância. O sorriso sexy de Wheeler e as mãos ásperas das horas restaurando carros clássicos não devem cativá-la, mas cada vez que está com ele, mais perto quer estar. Embora ela tenha medo de confiar novamente, Poppy logo percebe que pode doer ainda mais afastar Wheeler – e os sentimentos intensos estão tornando quase impossível resistir a ele.A única coisa de que Poppy tem certeza é que seu coração precisa de um sério conserto e quanto mais tempo ela passa com Wheeler, mais ela está convencida de que ele é o único homem com as ferramentas para consertá-lo.
Olá pessoal, está chegando o quarto livro de uma das séries que mais amo, mas por aqui ela está só começando. A Editora V&R começou a publicar Saints Of Denver esse ano, então ainda teremos os tatuados da Jay por aqui por um tempo.... Assim espero! Essas editoras agora começam e não terminam as coisas, ninguém merece.... Mas vamos ao que interessa.

Pois bem, Salvaged vai nos contar a história de Wheeler (pelo amor de Deus heim V&R não me traduza o nome dele) e a Poppy que é a irmã da Salém, protagonista do livro Desejos do Destino, junto com Rowdy. Ela teve um sério trauma em sua vida, se você leu a série Homens Marcados sabe do que se trata, se não leu precisa conhecer a série onde tudo começa, então hoje ela tem dificuldades em confiar nas pessoas de um modo geral, principalmente os homens.

Resenha: Dezesseis, @univdoslivros

16 junho 2017

Sinopse: Em um mundo em que todos são iguais, uma garota se destaca por sair do padrão. Uma história promissora e de ritmo acelerado, escrita por Rachel Vincent, autora best-seller do The New York Times.
“Nós temos cabelos castanhos. Olhos castanhos. Pele clara. Somos saudáveis, fortes e inteligentes. Mas só uma de nós já teve um segredo.”
Dahlia 16 vê seu rosto em toda multidão. Ela não tem nada de especial – é apenas uma entre as outras cinco mil garotas que foram criadas visando o bem da cidade. Ao conhecer Trigger 17, porém, tudo muda. Ele a considera interessante. Linda. Única. Isso significa que ele deve ser defeituoso.
Quando Dahlia não consegue parar de pensar nele – nem resistir a procurá-lo, ainda que isso signifique quebrar as regras – ela percebe que deve ser defeituosa também. Mas, se ela for defeituosa, todas as idênticas também são. E qualquer genoma com defeito descoberto deve ser recolhido. Destruído. Ser pega com Trigger não apenas selaria o destino de Dahlia, mas o das cinco mil garotas com o mesmo rosto. No entanto… e se Trigger estiver certo? E se Dahlia for mesmo diferente? Subitamente, a garota que sempre seguiu todas as regras começa a quebrá-las, uma a uma…

Olá pessoal, tudo certinho?! Eu já estava com saudade de uma boa Distopia, e a Universo me proporcionou isso. Recebemos o exemplar de Dezesseis em parceria com a editora para falarmos o que achamos, e eu estou aqui sentada há uns vinte minutos sem saber o que falar. Ah o motivo?? O livro é sensacional!!!

A última boa que li tem dois anos, e então estava sentindo falta disso, de ler e ver ali a crítica a sociedade vigente, mas que cabe perfeita a nossa, que cabe perfeitamente nas pessoas que somos e nos tornamos. Em Lakeview todas as pessoas são feitas baseadas no mesmo genoma. Cinco mil cópias de alguém como você trabalhando e lutando pela glória da cidade.

Cada clone de cinco mil pessoas, é treinado e preparado para sua atividade desde sua concepção, ou seja, você só pode ser aquilo que disseram que você deveria ser e nada mais nada menos. Todos esperam que cada um cumpra aquilo que foi determinado e nunca questionem, e o pior, isso funciona. Cada classe só confraterniza com sua própria, ninguém pode falar com os iguais de outra classe... Algo te lembra os dias atuais? Não né?? Sei... a única coisa que pode ser dito é o cumprimento padrão... Até  que ela se vê numa situação onde  quebrar a regra de não confraternização será uma necessidade...
Obrigada por seu serviço – digo quando as portas se fecham, porque isso é tudo que um trabalhador profissional tem permissão de dizer a um cadete ou soldado.Seu trabalho honra a todos nós – ele responde. Então aperta o botão T.

Resenha: O Garoto dos Meus Sonhos

15 junho 2017
Sinopse: Desde quando consegue se lembrar, Alice tem sonhado com Max. Juntos eles viajaram o mundo, passearam em elefantes cor-de-rosa, fizeram guerra de biscoitos no Metropolitan Museum of Art... e acabaram se apaixonando. Max é o garoto dos sonhos – e somente dos sonhos – até o dia em que Alice o vê, surpreendentemente, na vida real. Mas ele não faz ideia de quem ela é... Ou faz? Enquanto começam a se conhecer, Alice percebe que o Max dos Sonhos em nada se parece com o Max Real. Ele é complicado e teimoso, além de ter uma namorada e uma vida inteira da qual Alice não faz parte. Quando coisas fantásticas dos sonhos começam estranhamente a aparecer na vida real – como pavões gigantes que falam, folhas de outono cor-de-rosa incandescente, e constelações de estrelas coloridas –, Alice e Max precisam tomar a difícil decisão de fazer isso tudo parar. Mesmo que os sonhos sejam mais encantadores que a realidade, seria realmente bom viver neles para sempre?

Assim que comecei a ler O Garoto dos Meus Sonhos logo me lembrei do livro da Marina Carvalho, Azul da cor do mar, mas bastou algumas páginas para saber que o desenvolver do livro seria bem diferente do que eu tinha imaginado.

"[...] Todas as noites com Max, desde que me lembro, foram sonhos. Porque Max é o garoto dos meus sonhos... e só dos meus sonhos. Porque ele não existe de verdade."

Alice acaba de se mudar para Boston com seu pai. Ela vive sozinha com ele desde que sua mãe foi para Madagascar fazer pesquisas e acabou não retornando. É como se ela tivesse apenas o seu pai e Max, o garoto dos seus sonhos. 

Resenha: ABC do amor, @galerarecord

12 junho 2017
Sinopse:
“O amor é o personagem principal desta antologia que reúne três das mais românticas autoras da atualidade Inconveniente, não retribuído, desejado, com final feliz ou sem esperanças, o amor não sai de moda. Em Doce reencontro, o destino encontra a saudade. Jade nunca esqueceu o ex-namorado, que terminou tudo e a trocou pela carreira. Mas a receita de um grande amor nunca desanda. O que acontece quando os dois se reencontram? O perdão é capaz de mudar a história em As cartas que escrevemos. Quando Jake retorna à cidadezinha onde cresceu, o agora ator famoso só esperava ver o seu grande amor mais uma vez. Mesmo que fosse no altar. Com outro homem. É possível fazer Ana Louise mudar de ideia? Além das cores prova que o amor pode nascer do desejo. Alice acabou com o pior tema no projeto final da faculdade. Ela precisa escrever a biografia de Leandro, um artista plástico temperamental, fechado e extremamente gato. A atração entre ambos é intensa, mas os fantasmas do passado podem atrapalhar tudo.”

Ah, o amor, sentimento que nos faz sentir vivos, tão especial que ganhou um dia para sua celebração, e hoje é dia comemorações em nome do amor, celebrar os casais apaixonados, os beijos apaixonados, as mãos que se unem para nunca se separarem e claro nesta data não poderia faltar um livro todo amor aqui no blog.

Eu confesso que estava muito ansiosa para ler este livro, e quando terminei de ler eu fiquei com desejo por mais. ABC do amor, nos traz três contos lindos que falam de amores, amores do passado, amores do presente e amores do futuro, fala de saudades, de reencontros, e de desejo. Histórias que tocam nossos corações que nos fazem sorrir, com A.C Meyer, Brittainy Cherry e Camila Moreira temos visões diferentes em um mesmo sentimento, são universos distintos que nos leva a maior força do mundo. Vamos conhecer essas histórias magnificas e celebrar o dia respirando amor.

Doce Reencontro – A.C Meyer


No primeiro conto temos os protagonistas Jade e Alex. Jade uma confeiteira de bolos que achou nesta profissão uma forma de colocar todo a saudade que sentia em seu peito,tendo na vida um único namorado serio essa única vez em que realmente se permitiu abrir seu coração, infelizmente teve ele partido, já que seu grande amor mudou de cidade a deixando para trás.

Alex que estava dedicado 100% ao trabalho a cinco anos, sentiu que talvez fosse hora de colocar o pé no freio, a cinco anos quando saiu de sua cidade e deixou para trás um Alex descontraído que tinha um amor no coração, não imaginou que poderia ter se tornado aquela pessoa, e que ele chegaria no limite do esgotamento, sem saber se poderia voltar a ser quem era e sentir o coração cheio de amor.

Eu escolhi você

Não foi o destino que nos uniu, não acredito nisso
eu decidi que queria você para mim
e aconteceu que eu só tive sorte de que você também me queria para você.

O dia em que te conheci, talvez não desse indícios de que nossa história acabaria assim
não ia imaginar que você me roubaria um beijo numa estação de metrô entre o vai e vem das pessoas
e nem que eu sentiria um frio na barriga quando você tirasse um fio de cabelo meu que estava solto e o prendesse atrás da orelha
e que esse frio só aumentaria com o passar dos dias, dos meses, dos anos.

Eu escolhi você antes de experimentar seus lábios nos meus
escolhi pelo seu jeito tímido
escolhi pelo que vi nos seus olhos
escolhi pela forma carinhosa como falava comigo
e quando eu senti seu abraço
seus braços em volta de mim
eu nunca tinha me sentido tão segura em toda a minha vida
você era estar em casa.


Lançamento: Piano Vermelho De Josh Malerman

10 junho 2017
Oi pessoal!
Hoje trago mais um lançamento para vocês. Piano Vermelho é mais um livro do autor de Caixa de Pássaros.


O novo thriller do autor do best-seller Caixa de pássaros. Ex-ícones da cena musical de Detroit, os Danes estão mergulhados no ostracismo. Sem emplacar nenhum novo hit, eles trabalham trancados em estúdio produzindo outras bandas, enchendo a cara e se dedicando com reverência à criação — ou, no caso, à ausência dela. Uma rotina interrompida pela visita de um funcionário misterioso do governo dos Estados Unidos, com um convite mais misterioso ainda: uma viagem a um deserto na África para investigar a origem de um som desconhecido que carrega em suas ondas um enorme poder de destruição. Liderados pelo pianista Philip Tonka, os Danes se juntam a um pelotão insólito em uma jornada pelas entranhas mortais do deserto. A viagem, assustadora e cheia de enigmas, leva Tonka para o centro de uma intrincada conspiração. Seis meses depois, em um hospital, a enfermeira Ellen cuida de um paciente que se recupera de um acidente quase fatal. Sobreviver depois de tantas lesões parecia impossível, mas o homem resistiu. As circunstâncias do ocorrido ainda não foram esclarecidas e organismo dele está se curando em uma velocidade inexplicável. O paciente é Philip Tonka, e os meses que o separam do deserto e tudo o que lá aconteceu de nada serviram para dissipar seu medo e sua agonia. Onde foram parar seus companheiros? O que é verdade e o que é mentira? Ele precisa escapar para descobrir. Com uma narrativa tensa e surpreendente, Josh Malerman combina em Piano Vermelho o comum e o inusitado numa escalada de acontecimentos que se desdobra nas mais improváveis direções sem jamais deixar de proporcionar aquilo pelo qual o leitor mais espera: o medo.

Resenha: Onze Leis a Cumprir na Hora de Seduzir, @editoraarqueiro

08 junho 2017

Sinopse: Juliana Fiori é uma jovem ousada e impulsiva, que fala o que pensa, não faz a menor questão de ter a aprovação dos outros e, se necessário, é capaz de desferir um soco com notável precisão. Sozinha após a morte do pai, ela precisa deixar a Itália para viver com seus meios-irmãos na Inglaterra.
Ao desembarcar no novo país, sua natureza escandalosa e sua beleza estonteante fazem dela o tema favorito das fofocas da aristocracia. Pelo bem de sua recém-descoberta família britânica, Juliana se esforça para domar seu temperamento e evitar qualquer deslize que comprometa o clã. Até conhecer Simon Pearson, o magnífico duque de Leighton.
O poderoso nobre não admite nenhum tipo de escândalo e defende o título e a reputação da família com unhas e dentes. Sua arrogância acaba despertando em Juliana uma irresistível vontade de desafiá-lo e ela decide provar a ele que qualquer um – até mesmo um duque aparentemente imperturbável – pode ser levado a desobedecer às regras sociais em nome da paixão.

“Um momento com uma mulher fogosa vale onze anos de uma vida tediosa.” (Provérbio Italiano)

Olá pessoal, hoje a resenha é de um livro daqueles que arrebatam os corações, e nos deixam com um sorrisinho ao final do livro. Sarah MacLean sabe escrever como ninguém e no ranking das autoras com as melhores histórias, mesmo que tenhamos drama e escândalos, sempre temos uma excelente dose de comédia.

Juliana foi abandonada por sua mãe, e quando seu pai morreu se viu sozinha na Italia. Ela sabia da existência de dois meios irmãos em Londres e o jeito foi partir para lá e tentar se adequar a corte londrina. Para não colocar seus irmãos em uma situação complicada ela tenta conter sua personalidade excêntrica àquelas pessoas, mas falha brutalmente.


Mas ela com certeza não deveria ter batido nele. [...]Damas não batem em pessoas.Pelo menos não damas Inglesas.

Lançamento: Crash de Nicole Williams

07 junho 2017
Oi pessoal!!!
Não sei se vocês concordam comigo, mas a Editora Planeta de Livros está com lançamentos incríveis *-* Estou apaixonada e desejando um monte deles rsrs
E Crash de Nicole Williams é mais uma aposta da editora. O livro já entrou em pré-venda e tem lançamento previsto para 14/07/2017.

Para a adolescente Lucy, nada é mais importante que o balé. A dança a transporta para um mundo onde a dor, as lembranças ruins e a violência não existem. Um mundo só dela. Um dia, porém, aquela garota certinha é obrigada a mudar de escola. E é nesse novo ambiente, repleto de descobertas e
Inseguranças, que conhece um garoto que só usa cinza e vive com uma toca de lã na cabeça. Jude, o maior bad boy da escola, é lindo e seria o sonho de toda garota, e talvez até o genro que todo pai pediu a Deus... se não tivesse sido preso várias vezes e não morasse num abrigo para garotos desajustados. Lucy não liga para a opinião dos outros: o mais importante é o que Jude sente por ela. E o rapaz parece disposto a abrir seu coração, ainda que um segredo que assombra o passado e o presente dos dois esteja prestes a estraçalhar essa paixão. “Jude era a doença para a qual eu não via cura. A droga da qual eu não queria me livrar nunca. ” LUCY

Resenha: Renascer para Amar, @Editora_PL

05 junho 2017

Sinopse: Sienna Martinelli nunca conheceu o amor. Perdeu a razão de sua existência logo ao nascer. Viveu seus dias em função de seu pai, e, agora, ele também a deixou. No coração de Sienna, só existia um sentimento: dor. Mas ninguém nasceu para viver só. E era assim que ela se sentia... Perdida e solitária. Até ser encontrada por um homem misterioso que lhe trouxe necessidade, paixão e desejo. E, como algo arrebatador, ele chegou e logo partiu. Porém, ela precisou ir tão longe para reencontrar quem lhe deu o seu maior presente, quem a fez renascer. Enrico Martins De Angeli era um homem feliz, realizado e completo até perder a razão de sua vida. As feridas ficaram marcadas não só em sua pele, mas também em sua alma. Porém, ele ainda respira. E se entregou ao que lhe restava: a escrita. Rico viveu na escuridão até ela chegar... trazendo luz. Trazendo sentido. E o inspirando... E o fazendo crer outra vez. Sienna e Enrico são dois corações despedaçados, unidos pelo destino. E eles irão descobrir que há uma segunda chance na vida e no amor. Juntos, terão que renascer para amar.
Olá pessoal, hoje vamos falar desse livro da Lenny Silva que recebemos em parceria com a editora PL, então desde já o nosso obrigada.

Sienna nunca soube o que é ser amada de fato por seus pais, sua mãe morreu no parto e seu pai simplesmente se tornou um homem rancoroso que sempre a maltratou de todas as formas. Ela só encontrava um pouco de alento na casa de sua madrinha, mas até lá ela acabou descobrindo a face má do ser humano, e foi um trauma não superado.

Enrico achou que tinha encontrado o amor de sua vida, achou que sua vida estava perfeita, mesmo que sua família não conseguisse perceber essa alegria e esse amor em Fabiana. Bom como todas as máscaras caem, a dela não foi diferente. E foi aí que Rico descobriu a face cruel da pessoa a quem ele achou que amava, e sua vida ruiu.

Resenha: Miga, sua louca! @univdoslivros

04 junho 2017
Sinopse:“Deixe eu te apresentar a Yara.
Ela parece meio certinha e meio louca. Um pouco de tudo. Ou talvez nada disso.
Na verdade, ela é só mais uma adolescente buscando descobrir sua própria identidade. O problema da Yara é que, nessa busca, ela vai encontrar o André, o Danilo, o Diego, o Rodrigo…
Pois é, pessoal. A Yara é meio nervosa. E meio desesperada. E meio tímida. E meio inexperiente.
Mas não precisa se preocupar com ela, porque a Yara pode ser meio tudo isso, mas ela não está sozinha: ela tem a Alexia.
Alexia é a metade que falta da Yara: sua melhor amiga, com experiências, dicas e surtos para compartilhar. E enquanto Yara enfrenta todo tipo de complicação – seja a indecisão sobre qual universidade cursar, os problemas com a mãe ou o interesse recém-descoberto pelo melhor amigo – Alexia vai ficar por perto, guiando sua amiga maluca (com sugestões nem sempre convencionais) em um dos momentos mais delicados de sua vida.
Por meio de uma troca de cartas entre essas duas grandes amigas, Miga, sua louca mistura ficção com conselhos práticos para a vida real em uma narrativa jovem e antenada para um público que, assim como a Yara, não faz ideia de como entrar para a vida adulta.”
Quantas de nós vivemos nessa vida sem uma melhor amiga, aquele seu braço direito, esquerdo, pernas e tudo mais, rs? Nenhuma de nós, é em Miga, Sua louca! temos essa amizade verdadeira de BFF entre Yara e Alexia, as duas que foram separadas pela distância, mas que prometeram não deixar que isso abala-se sua amizade, prometendo manter o contato por meio de cartas. Isso mesmo, em plena época que uma mensagem de whats’app encurta qualquer distância as moçoilas aderiram ao jeito antigo de fazer e não é que “funfo”,rs.

Yara se sente certinha demais, tudo que acontece na vida de uma garota na dela aconteceu depois, se todas as suas amigas deram seu primeiro beijo aos 15 ela só deu aos 17, quando as amigas já pensavam em outras técnicas que  as envolvessem e as enrolassem com garotos. Essa situação de ficar por último a incomodava em doses gigantescas, a fazendo trocar cartas com a sua amiga Alexia, lhe expondo as suas inseguranças e o quanto ela precisava de seus conselhos e apoio.

HC200 nos comemoramos junto!

03 junho 2017
O que seria de nós leitores malucos por livros se não tivéssemos as editoras para nos trazer estas obras maravilhosas para nossas mãos? Quantas vezes paramos para pensar que os livros que temos o prazer de tê-los passou por tantos e diversos processos e que tem uma equipe gigantesca por trás disto? Eu só tenho a agradecer a existência dessas pessoas que formam empresas maravilhosas que enchem nossa vida de alegria.

E hoje nós viemos aqui comemorar o aniversario de uma dessas editoras! Sim, temos uma casa editorial comemorando nada mais do que 200 anos, Harper Collins é uma casa editorial que abriga escritores renomados de diversos estilos, romances, suspenses e por ai vai,  a família "Harper" é enorme e veio nos convidar neste momento especial a declamar nosso amor pela leitura então #porqueeuleio é a campanha da HC  que propaga a importância da leitura para todos nos, e

Lançamento: Minha Lady Jane de Brodi Ashton, Cynthia Hand e Jodi Meadows

01 junho 2017
Oiiii pessoal!!!
Junho mal começou e já nos promete ótimos lançamentos.
Minha Lady Jane é um dos próximos laçamentos da Editora Gutenberg.



Toda história tem sempre duas versões... Inglaterra, século XVI, dinastia Tudor. O jovem Rei Eduardo VI está à beira da morte e o destino do país é incerto. Para evitar que o poder caia em mãos erradas (leia-se: nas mãos de Maria Sangrenta), Eduardo é persuadido por seu conselheiro a nomear Lady Jane Grey, sua prima e melhor amiga, como a legítima sucessora. Aos 16 anos, Jane está em um relacionamento muito sério com seus livros até ser surpreendida pela trágica notícia de que terá de se casar com um completo estranho que (ninguém lembrou de contar para ela) tem um talento muito especial: a habilidade de se transformar em cavalo. E, pior ainda, descobre que está prestes a se tornar a nova Rainha da Inglaterra! Arrastada para o centro de um conflito político, Jane suspeita de que sua coroação na verdade esconde um grande plano conspiratório para usurpar o trono. Agora, ela precisa definitivamente manter a cabeça no lugar se... bem, se não quiser literalmente perder a cabeça. Um rei relutante, uma rainha-relâmpago ainda mais relutante e um nobre (e) garanhão puro-sangue que não se conformam com o destino que lhes foi reservado; uma história apaixonante, envolvente, cativante, sedutora... e mais uma porção de sinônimos que só Lady Jane seria capaz de listar. Tudo com uma leve semelhança com os fatos históricos...afinal, às vezes a História precisa de uma mãozinha.