Resenha: O Retrato da Condessa, @QualisEditora

20 julho 2017
Sinopse: Ela não sabia o que o destino lhe reservara. Ele não imaginou o que o futuro lhe traria.Num encontro casual, Laura e Vincent veem suas vidas mudarem drasticamente. Passado e futuro se juntam de maneira espetacular, em um amor atemporal.Quando Laura viajou com suas amigas para um hotel charmoso em Londres, não esperava se deparar com um homem elegante e de porte aristocrático em seu quarto.Se Vincent Kildare, Conde de Lilwith, conseguisse usar apenas uma palavra para descrever os eventos que vivenciou, certamente seria “inacreditável”.Dois mundos diferentes, que colidem e resultam num amor que nem mesmo o tempo pode apagar.

Olá pessoal, hoje vamos bater um papo sobre uma leitura leve e divertida que vai acalentar seu momento tedioso!!! Isso mesmo, aquele livro que você devora numa tardinha porque além de ser curtinho você quer saber o que vem a seguir... e a seguir... e a seguir.

O Conde Lilwith, Vincent Kildare, é o solteiro mais desejado daquelas bandas, mas ele obviamente corre do casamento como o diabo da cruz. Ele quer continuar aproveitando sua vida de solteiro, e assim ele o faz. Até que o destino decide pregar uma peça nele, ao chegar numa festa muito pomposa na casa de seu amigo, após ter bebido um pouquinho mais que o aceitável, quando ele se retira para o aposento de hóspedes para se recuperar, ele não fazia ideia de que ajeitar um quadro meio louco o faria dormir no século XIX e acorda no século XXI.
 – Ahhh... Que século você disse? – Perguntou com a voz sumida. – XXI – Ela fez uma voz risonha. – Por quê? Por acaso está achando que estamos no século XIX só por causa das suas roupas engraçadas? Kildare não perdeu o som do riso cristalino da moça, mas seu cérebro terminantemente havia parado de funcionar.

Resenha: O Duelo dos Imortais, @editoraarqueiro

18 julho 2017

Sinopse: Quem são os deuses que regem os caminhos e descaminhos de Amon e Lily, os corajosos heróis da série Deuses do Egito? Por que esses deuses tramam conquistas e vinganças, envolvendo a humanidade em suas maquinações? E por que deixam nos ombros de alguns jovens mortais a responsabilidade pela salvação do mundo?
Antes que Lily e Amon se encontrassem, antes mesmo que o caos dominasse o cosmos e os deuses precisassem de três irmãos corajosos para combater o mal, muita coisa já estava em jogo. Em O duelo dos imortais, vamos conhecer a história dos quatro irmãos que assistiam, com seus poderes especiais, o grande Amon-Rá no governo da Terra:
Osíris, o generoso deus da agricultura, que ajuda os mortais a crescer e prosperar em seu ambiente natural.
Ísis, a linda deusa da criação, que promove a saúde e o bem-estar.
Néftis, a doce vidente, que mantém o equilíbrio entre os seres vivos e o universo.
E por último Seth, o mais jovem, que cresceu desprovido de poderes e desprezado por todos.
Quando, finalmente, os poderes de Seth se manifestam, que efeito sobre a humanidade terá a perigosa mistura de uma infância marcada pela rejeição, uma intensa paixão não correspondida e o incrível poder de desfazer coisas, pessoas... e até deuses?
Romance, traição e vingança são os fios que tecem esta trama surpreendente, cujos personagens imortais despertam em nós os mais profundos sentimentos.
Olá pessoal, hoje vamos conversar sobre esse que é um livro muito necessário a quem está acompanhando a série Deuses do Egito. A série da Colleen Houck é cheia de ótimas referências e obviamente fantasia, assim como na série A maldição do Tigre. Então se esse é seu primeiro contato com a série, entenda que essa é uma série de ficção com o propósito de entretenimento, então há referência corretíssimas, mas há também a fantasia. O livro é bem pequenino é uma verdadeira introdução.
Agora ele estava pronto. Agora estava completo. Seu poder finalmente tinha chegado. E era maior do que jamais esperara. Nada. Ninguém. Poderia desafiá-lo agora.
Aqui conhecemos os 4 grandes deuses que deram origem ao sacrifício a ser cumprido por Amon e seus irmãos. Conhecemos e descobrimos como tudo começou. E obviamente Colleen não perderia a chance de nos fazer ansiar por um amor impossível! Queria saber o que se passa na cabeça dela pra fazer isso com os leitores. A gente sofre até esses casais conseguirem seu felizes para sempre, e o pior é que gostamos da jornada sofrida por eles e ainda queremos mais!! Vai entender leitor.

Lançamentos: Sinceramente, Carter e Honey pela Universo dos Livros

17 julho 2017
Olha eu de novo por aqui 😀 rsrs.
Notícia boa a gente tem que compartilhar e se tratando da Universo dos Livros é impossível não falar...
A UDL é uma das minhas editoras prediletas, e ela está com cada lançamento, que eu estou desejando vários. E os de hoje já estão na lista de desejados. Além de ter amado as sinopses, o que falar dessas capas?  Estão maravilhosas e vão ficar lindas na minha estante 😜.

Depois do sucesso da série Reasonable Doubt, que chegou ao topo da lista dos mais vendidos do The New York Times e do USA Today, Whitney G. Williams nos lança a dúvida: o que acontece quando você se apaixona por seu melhor amigo? Apenas amigos. Somos apenas amigos. Não, sério. Ela é só minha melhor amiga. Arizona Turner é minha amiga desde a quarta série, mesmo quando a gente “se odiava”. Acompanhamos a vida um do outro desde o primeiro beijo, a primeira vez, e somos uma constante na vida do outro quando os bons relacionamentos ficam ruins. Até nossas faculdades ficavam a minutos de distância uma da outra. Com o passar dos anos, e apesar do que dizem por aí, nunca ultrapassamos nenhum limite. Nunca sequer pensei a respeito. Nunca quis. Até que, certa noite, tudo mudou. Pelo menos devia ter mudado… Apenas amigos. Somos apenas amigos. Só estou dizendo isso até descobrir se ela ainda é “apenas” minha melhor amiga.
Ainda não li nada da autora Whitney G., mas sempre vi comentários positivos quanto a sua escrita que confesso que estou bem animada para conhecê-la. 

Pré-venda Saraiva: https://goo.gl/xdnv24

Lançamento: Louca de Chloé Esposito

Oi pessoal!!!
O lançamento de hoje promete viu... Li a sinopse e fiquei mega curiosa.
Já estou desejando lê-lo para saber o que aconteceu para que Beth morresse 😮. Já passou um "filme" na minha cabeça, espero que eu esteja errada rsrs.
Mas sem mais delongas, bora conhecer a capa e a sinopse?

A vida de Alvie Knightly está um caos: odeia o seu emprego, sua vida amorosa não lhe empolga mais e ela passa a maior parte do dia bêbada. A existência de Alvie parece exatamente o oposto da de sua gêmea idêntica, a perfeita, Beth. Enquanto ela passa a maior parte do tempo stalkeando os outros nas mídias sociais, come kebabs no café da manhã e sua companhia mais constante é o seu vibrador, Beth casou-se com um italiano atraente e podre de rico, tem um belo bebê e sempre foi a favorita da família.
Depois de ser demitida e jogada na rua pelos colegas de apartamento, Alvie viaja à Sicília e, assim que chega, Beth pede para trocar de lugar com ela por apenas algumas horas para que ter algumas horas só para si, sem as cobranças do marido e a responsabilidade com o bebê. Alvie se anima com a chance de assumir a existência magnífica da irmã, mesmo que só por pouco tempo. Mas quando a noite termina com Beth morta no fundo da piscina, Alvie percebe que esta é a chance de mudar sua vida. Ela é louca, má, perigosa — e irresistível.

Resenha: Dormindo Com o Irmão Errado, @amazonBR

16 julho 2017
Sinopse: Depois de um rompimento complicado, Melina pede ao amigo de infância Max para lhe dar aulas na arte da paixão. Mas ela acaba tendo uma surpresa quando o irmão gêmeo de Max aceita o desafio. Ardente e doce, esta história tem classificação CCFF ("Calor, Coração e Final Feliz") e envolve uma troca na cama, gêmeos idênticos e lindos, aulas de sexo, jogos de palavras sacanas, parceiros levemente amarrados, uma deusa do sexo tímida que tem medo de ser entediante e um herói playboy determinado a provar que ela tem tudo o que ele precisa.

Olá pessoal, tudo certinho nesse domingo?!? Hoje venho dar uma dica a vocês para essa tarde de domingo. Livro gostosinho para passar o tempo e se apaixonar com muita mágica.

Rhys e Max são filhos de um casal muito famoso de mágicos, gêmeos idênticos adoram confundir as pessoas e saber o que acham do outro, mas existe alguém que eles nunca conseguiram enganar. Melina! Menina livre e totalmente fora dos padrões, sempre amou aos dois, um como irmão o outro como o verdadeiro amor, mas isso sempre foi seu segredo. Ela sempre sonhou com o dia em que seria recíproco, e quando ela achou que este dia tinha chegado ela teve seu coração partido.

Resenha: A casa do Lago, @editoraarqueiro

14 julho 2017
Sinopse: A asa da família Edevane está pronta para a aguardada festa do solstício de 1933. Alice, uma jovem e promissora escritora, tem ainda mais motivos para comemorar: ela não só criou um desfecho surpreendente para seu primeiro livro como está secretamente apaixonada. Porém, à meia-noite, enquanto os fogos de artifício iluminam o céu, os Edevanes sofrem uma perda devastadora que os leva a deixar a mansão para sempre.
Setenta anos depois, após um caso problemático, a detetive Sadie Sparrow é obrigada a tirar uma licença e se retira para o chalé do avô na Cornualha. Certo dia, ela se depara com uma casa abandonada rodeada por um bosque e descobre a história de um bebê que desapareceu sem deixar rastros.
A investigação fará com que seu caminho se encontre com o de uma famosa escritora policial. Já uma senhora, Alice Edevane trama a vida de forma tão perfeita quanto seus livros, até que a detetive surge para fazer perguntas sobre o seu passado, procurando desencavar uma complexa rede de segredos de que Alice sempre tentou fugir.
Em A Casa do Lago, Kate Morton guia o leitor pelos meandros da memória e da dissimulação, não o deixando entrever nem por um momento o desenlace desta história encantadora e melancólica.
Esta resenha pode conter spoilers

Sadie Sparrow, é uma competente detetive que comete um erro gravíssimo e para não perder a carreira ela é obrigada a se afastar de Londres por um tempo. Contra a sua vontade ela vai para a casa do avô na Cornualha e durante uma corrida pelos bosques encontra uma casa abandonada. 
– A casa dos Edevanes – disse Louise em voz baixa. – Loeanneth.O nome, quando pronunciado, tinha aquela qualidade mágica e sussurrante de tantas palavras córnicas e Sadie não pôde deixar de se lembrar da estranha sensação que os insetos lhe deram, como se a própria casa estivesse viva– Loeanneth – repetiu.– Significa “casa do lago.

Lançamento: Não Me Esqueças De Babi A. Sette

13 julho 2017
Oi pessoal!
Tem mais um romance de época lindo da diva Babi A. Sette chegando... A autora está de casa nova, e Não me Esqueças será publicado pela Verus Editora em agosto 😍.

Em um cenário de contos de fadas, Babi A. Sette convida o leitor a mergulhar em um mundo novo, repleto do encantamento que somente um amor de almas gêmeas pode realizar. Aos vinte e um anos, Lizzie deveria estar empenhada em fisgar um noivo e finalmente se casar. Entretanto, após uma decepção amorosa, o coração da jovem só palpita por sua grande paixão — os estudos sobre o povo e a cultura celtas. Esse interesse faz com que ela troque os concorridos salões de baile de Londres pelas estradas desertas e sinuosas das Highlands escocesas. Ali, ela conhecerá Gareth, o enigmático líder do clã que vive no local mais remoto e bucólico da Escócia. Envolto em uma aura de mistério, ele luta para manter suas tradições, seus segredos e, principalmente, seu povo em segurança.Enquanto o austero Gareth tem a vida toda sob controle e resiste a mudanças, Lizzie está muito entusiasmada com suas explorações e descobertas. Porém a vida de ambos é alterada de maneira inexorável quando uma fatalidade transforma a tão sonhada aventura de Lizzie em pesadelo. Vindos de mundos tão diferentes, mas unidos por uma atração irresistível, Lizzie e Gareth vivem uma paixão proibida e desafiadora, sem saber que finalmente poderão encontrar aquilo que só ousavam buscar em sonhos.

Resenha: Uma Noite Inesquecível, @editoraarqueiro

O Natal está se aproximando e Rafe Bowman acaba de chegar a Londres para uma união arranjada com Natalie Blandford. Com sua beleza estonteante e o físico imponente, ele tem certeza de que a linda aristocrata logo cairá a seus pés. No entanto, seus terríveis modos americanos e sua péssima reputação de farrista deixam Hannah, a prima da moça, chocada. Determinada a proteger Natalie, ela vai tornar a tarefa de cortejar a jovem muito mais difícil do que Rafe esperava. Hannah, porém, logo começa a se importar mais do que gostaria com o rude pretendente da prima. Rafe, por sua vez, passa a apreciar um pouco demais a companhia de Hannah, uma mulher forte e pragmática com um coração doce e gentil. E quando Daisy, Lillian, Annabelle e Evie, quatro amigas inseparáveis que já conseguiram encontrar o homem de seus sonhos, decidem agir como cupidos, quem sabe o que pode acontecer? Uma noite inesquecível é uma viagem mágica pela Londres vitoriana, com os diálogos espirituosos e personagens memoráveis que consagraram Lisa Kleypas como uma das autoras de romances de época mais aclamadas pelo público. Nesta continuação da série As Quatro Estações do Amor, os mais cínicos se tornam românticos e até os mais tímidos suspiram, arrebatados de paixão.
Eu adoro os livros de Lisa Kleypas, mas confesso que não sabia que haveria uma continuação para essa série, já que todas as Flores Secas haviam se casado. Mas essa autora é fantástica e conseguiu fazer um excelente enredo envolvendo esses queridos personagens novamente, além de incluir outros, que são os protagonistas da vez.

Rafe Bowman é irmão de Lilian e Daisy, adoráveis mulheres que já tiveram seu final feliz anteriormente. Porém, se você leu os romances delas, já deve saber: seu pai é um idiota, um homem rico que coloca os negócios acima de tudo. Por esse motivo, trouxe Rafe para a Inglaterra, para que ele se case com Natalie, uma moça de modos aparentemente impecáveis, sendo essa união nada mais do que uma transação empresarial, também apoiada pelo pai da pretensa noiva. 

Resenha: Uma Sombra na Escuridão, @gutenberg_ed

12 julho 2017
Sinopse: Do mesmo autor de A Garota No Gelo. A Detetive Erika Foster tem agora um desafio aterrorizante. “A sombra saiu da escuridão e subiu as escadas silenciosamente. Para observar. Para aguardar. Para colocar em prática o que há tanto tempo planejava.” Em uma noite de verão, a Detetive Erika Foster é convocada para trabalhar em uma cena de homicídio. A vítima: um médico encontrado sufocado na cama. Seus pulsos estão presos e através de um saco plástico transparente amarrado firmemente sobre sua cabeça é possível ver seus olhos arregalados. Poucos dias depois, outro cadáver é encontrado, assassinado exatamente nas mesmas circunstâncias. As vítimas são sempre homens solteiros, bem-sucedidos e, pelo que tudo indica, há algo misterioso em suas vidas. Mas, afinal, qual é o segredo desses homens? Qual é a ligação entre as vítimas e o assassino? Erika e sua equipe se aprofundam na investigação e descobrem um serial killer calculista que persegue seus alvos até achar o momento certo para atacá-los. Agora, Erika Foster fará de tudo para deter aquela sombra e evitar mais vítimas, mesmo que isso signifique arriscar sua carreira e também sua própria vida.
Olá pessoal tudo certinho? Hoje nosso encontro é com a detetive Erika Foster mais uma vez. Nosso primeiro encontro com ela foi com a A Garota no Gelo, livro de estreia do autor Robert Bryndza publicado aqui no Brasil pela Editora Gutenberg, você confere a resenha AQUI. Apesar da mesma detetive, as histórias são independentes, então você não precisa lê-los na sequência.
 A pequena sombra conhecia tudo: sabia a planta da casa, os horários do proprietário e, o mais importante, que naquela noite ele estava sozinho.
O livro começa com o assassinato de um médico respeitado e conhecido na região onde reside, um assassinato sem nenhuma pista concreta, sem nada que ajude a identificar o culpado ou a motivação. Mesmo que sua mãe tenha dado um depoimento que gerou muitas dúvidas em relação a esposa e ao cunhado do falecido, a polícia não encontrou nada de suspeito que pudesse sequer leva-los a delegacia. E na casa do falecido nada ajudava. Até que foi encontrado algo incomum dentro da gaveta da mesa de cabeceira. Até esse momento nenhuma pista do assassino.

Lançamento: Pegando Fogo de Abbi Glines

11 julho 2017
Bom dia, pessoal!!!
O lançamento de hoje é do livro mais aguardado da série Rosemary Beach (SQN!) hahaha
Pegando Fogo é o livro da nossa adorável e amável Nan 😂... Mentirinhas a parte, apesar de não gostar nenhum pouco da Nan, confesso que estou ansiosa pelo seu livro. Queria ver redenção ali sabe? Mesmo depois de ela ter infernizado a vida de todo mundo da série.

Bem, sem mais delongas, bora conhecer a capa e a sinopse?

Nan Dillon, a bad girl de Rosemary Beach, é uma garota imatura e egoísta que não tem outra 
preocupação na vida a não ser manter o corpinho perfeito. Só que Nan está longe de ser feliz: nunca teve o amor dos pais, o irmão adorado não tem mais tempo para ela, e Grant, o único homem de quem gostou de verdade, resolveu trocá-la pela meia-irmã dela.
Então, quando Major Colt a convida para sair, ela não pensa duas vezes. Apesar de saber que esse texano charmoso e de fala mansa não quer nada sério, ficar com ele é melhor do que estar com as colegas fúteis ou passar as noites sozinha vendo televisão.
Mas logo Nan fica farta do comportamento descompromissado de Major e, depois que ele a deixa plantada em casa mais uma vez, decide ir a Las Vegas para um fim de semana sem regras e sem limites. Lá, conhece Gannon, um empresário sedutor e perigoso que sempre diz exatamente o que ela quer ouvir.
Quando Major vai atrás dela implorar por uma segunda chance e Gannon mostra que não é tão perfeito quanto ela pensava, Nan tem que decidir a quem entregar seu coração. O que ela não percebe é que os dois têm uma estratégia de longo prazo para ela - e já estão várias jogadas à sua frente.

Resenha: Nossa Música, @editoraarqueiro

Sinopse:“Ally e Charlotte poderiam ter sido grandes amigas se David nunca tivesse entrado em suas vidas. Mas ele entrou e, depois de ser o primeiro grande amor (e também a primeira grande desilusão) de Ally, casou-se com Charlotte. Oito anos depois do último encontro, o que Ally menos deseja é rever o ex e sua bela esposa. Porém, o destino tem planos diferentes e, ao longo de uma noite decisiva, as duas mulheres se reencontram na sala de espera de um hospital, temendo pela vida de seus maridos. Diante de incertezas que achavam ter vencido, elas precisarão repensar antigas decisões e superar o passado para salvar aqueles que amam. Com a delicadeza tão presente em seus livros, Dani Atkins mais uma vez nos traz uma história de emoções à flor da pele, um drama familiar comovente que não deixará nenhum leitor indiferente.”
Vamos falar de histórias que partem os corações e que nos fazem amar, vamos falar sobre se sentir triste e ao mesmo tempo encantada, sobre como o término de algo e início para outrem.

Quando Nossa música caiu em minhas mãos eu esperava uma história tocante sim, mas não imagina que Dani Atkins conseguiria arrancar lágrimas de meus olhos e fazer com que fosse difícil respirar.

Como sempre a escrita da autora é leve, alternado os capítulos entre os personagens, ela nos mostra a visão de diversos ângulos nos mostrando lados da história que as próprias protagonistas ainda desconhecem, temos uma história que conta com um elemento surpresa, nos deixando felizes mesmo que em meio as lágrimas quando cegamos na última página do livro.

Nossa música fala sobre o passado, o presente e o futuro, sobre amizades e amores, sobre como situações inacabadas voltam para a gente para que tenham seu ponto final, fala sobre família e a importância desse laço, sobre perdas que machucam e deixam cicatrizes, fala sobre perdão e como sempre há esperança não importa o que aconteça.

Quando Ally entrou na festa para ser a substituta de um musicista, ela não esperava que fosse conhecer o primeiro grande amor de sua vida, e nem esperaria que ele evitaria que ela tomasse um verdadeiro tombo, roubando-lhe o coração. A musicista não poderia se encantar por David, eles nada tinham em comum, mas mesmo assim ali nasceu um amor, profundo. 

Resenha: A Grande Ilusão, @editoraarqueiro

10 julho 2017
Sinopse: Maya Stern é uma ex-piloto de operações especiais que voltou recentemente da guerra. Um dia, ela vê uma imagem impensável capturada pela câmera escondida em sua casa: a filha de 2 anos brincando com Joe, seu falecido marido, brutalmente assassinado duas semanas antes.Tentando manter a sanidade, Maya começa a investigar, mas todas as descobertas só levantam mais dúvidas.Conforme os dias passam, ela percebe que não sabe mais em quem confiar, até que se vê diante da mais importante pergunta: é possível acreditar em tudo o que vemos com os próprios olhos, mesmo quando é algo que desejamos desesperadamente?Para encontrar a resposta, Maya precisará lidar com os segredos profundos e as mentiras de seu passado antes de encarar a inacreditável verdade sobre seu marido – e sobre si mesma.
Olá pessoal, tudo certinho?? Então enfim temos mais um livro do Careca (sim, sou íntima e por isso o chamo assim). Mas vamos falar do livro que é melhor! Esse livro quando saiu lá fora fez um estardalhaço e os #HarlanLovers brasileiros, assim como eu ficamos aqui desesperados pela publicação, felizmente não demorou muito a sair então nossa vida ficou mais feliz, até ler o livro e ver que o título é muito mais que merecido e justo.
Você acha que sabe a verdade. A verdade é que você não sabe nada.
Maya é piloto das forças armadas, acabou de voltar da guerra e sua vida está bem complicada. Seu marido foi brutalmente assassinado e esse crime a atormenta até hoje, pois as circunstancias do crime nunca se resolveram. Então para resguardar a si e sua filhinha ela instala, por insistência de uma amiga um sistema de câmeras de segurança. Se liga nessa informação porque eu achei relativamente desnecessária a ênfase a ela, até chegar perto do final derradeiro, gente não sei nem como falar desse livro sem spoilers. Porque quem leu Desaparecido para Sempre e À Toda Prova, sabe o que é ser surpreendido pelo mestre das noites em claro.

Resenha: Cartas para uma falsa dama @harlequinbrasil

09 julho 2017
Sinopse: Ainda recém-casado, o conde Tristan deixou sua esposa para defender o ducado da Bretanha. Dois anos se passaram desde a última vez que Francesca vira o belo rosto do marido. Durante todo esse tempo, ela escreveu incessantemente para Tristan, mas não recebeu resposta. Nem mesmo após descobrir que não era a filha verdadeira do conde Myrrdin. Aflita, ela esperava receber o pedido de anulação do casamento a qualquer momento. Porém, quando Tristan retorna, Francesca percebe que não é a única assombrada por segredos do passado.
A bela Lady Francesca casa-se ainda muito jovem. Trata-se de um casamento aristocrático e político. O noivo? O conde Tristan des Iles, ou, como é conhecido, Tristan le Beau – em francês, o belo. O casamento é acordado para que Tristan receba pelo casamento o condado de Fontaine, que é de posse do Conde Myrrdin, pai de Francesca. Como o Myrrdin não tem um herdeiro varão, o genro assumirá o título após a morte de seu detentor. Para Lorde Tristan é um enlace perfeito, pois o condado de Fontaine faz fronteira com seu próprio condado a beira mar. Pouco tempo depois do enlace, Tristan é convocado a defender os interesses do Ducado da Bretanha – e antes que você se engane, a Bretanha é localizada até hoje á noroeste da França e não está ligada à Grã-Bretanha que conhecemos hoje, visto que Bretanha e Grã-Bretanha são divididos territorialmente pelo Canal da mancha.

É com relutância que Lorde Tristan atende ao chamado, pois seu casamento ainda é recente, e embora desfrutem de uma excelente química sexual, estão longe de ter um relacionamento sólido. Eles esperam se separar por mais de dois meses, mais as coisas se complicam, e Tristan fica afastado do lar e da esposa por quase dois anos. Como se isto já não fosse suficiente para minar o promissor relacionamento entre eles, durante a ausência de Tristan, Francesca recebe uma revelação bombástica: Ela não é a filha legítima do conde Myrrdin, portanto, não é herdeira do mesmo. Desta forma, Tristan não receberá o condado de Fontaine como era esperado, mas sim o marido de Lady Claire, a legítima herdeira.

Eles eram um

07 julho 2017
Eles eram dois,
Como dia e noite, claro e escuro...eram Clara e Alberto, Paula e João e se conheceram a alguns anos atrás.

O encontro deles foi mágico, se apaixonaram, mas eram muito jovens, o período em que viveram sua história foram felizes, tudo eram sorrisos, muito tempo juntos com gargalhas muita música e banhos de chuva,
Ela uma garota alegre, de riso fácil, serelepe, que via a vida como uma brincadeira e que a cada dia descobria uma nova forma de brincar.
Ele um pouco mais sério, mas de um olhar compenetrante e sentimentos intensos.
O olhar dele fazia loucuras no estômago dela todas as vezes que se encontravam, e o sentimento dele era tão profundo que a fazia o amar cada dia mais.

Resenha: Jogo de Sedução, @harlequinbrasil

06 julho 2017
Sinopse: Uma mulher forte, inteligente e audaciosa.Um homem cínico, intenso e cativante.  Esta é a receita perfeita para um romance explosivo e inesquecível.  Justin Blade sabia exatamente o que queria quando se sentou à mesa de blackjack comandada por Serena MacGregor... e não era vencer o jogo.  Com seus olhos hipnotizantes, ela dominou sua mente como nenhuma outra mulher havia conseguido.  Parecia que o destino o levara até aquele navio, até aquele cassino.  Serena também estava encantada.  Por mais que não quisesse se envolver, Justin era simplesmente irresistível.  Tudo parecia perfeito.  Mas será que esse relacionamento vai resistir quando todas as cartas forem colocadas na mesa?

Serena MacGregor, uma das herdeiras do Clã MacGregor. Linda, loira, olhos violeta, embora ela ache que são azuis. É uma mulher inteligente, com vários diplomas que decide precisar de desafios, sendo assim, ela vai trabalhar em um cassino a bordo do navio de cruzeiro Celebration. Em sua última viagem conhece o intrigante, sedutor e carismático Justin Blade, um apostador bastante habilidoso. De origem principalmente Comanche, mas com uma mistura europeia, com seus grossos cabelos negros e frios olhos verdes, teve uma infância pobre, mas soube jogar e ganhar.

Serena não pensa em romance ou em relacionamento e Justin só pensava em relaxar e jogar um pouco.  Mas Daniel MacGregor, pai da Serena e amigo e sócio de Justin, tinha outros planos e achava que os dois juntos poderiam dar certo, e arrisca um possível encontro dos dois, o que acaba acontecendo.

Sorteio Aniversário Malucas Por Romance

05 julho 2017

Oieee, tudo bem com vocês?
Esse mês é muito especial pra nós do Malucas por Romances, é o mês do aniversário do blog e agora nesse terceiro aniversário do blog a comemoração não seria a mesma sem a participação de vocês.
E como são vocês que fazem parte dessa família nada melhor do que um sorteio ultra lindo pra vocês né?!
E é pensando nisso que o blog Malucas Por Romances se reuniu com vários blogs amigos para presentear vocês que fazem parte do blog com a gente.
O sorteio foi dividido em três kits que é para não assustar ninguém com o tamanho do formulário, então leiam as regras e participem.





Resenha: A pequena livraria dos corações solitários, @Verus_Editora

Era uma vez uma pequena livraria em Londres, onde Posy Morland passou a vida perdida entre as páginas de seus romances favoritos. Assim, quando Lavinia, a excêntrica dona da Bookends, morre e deixa a loja para Posy, ela se vê obrigada a colocar os livros de lado e encarar o mundo real. Porque Posy não herdou apenas um negócio quase falido, mas também a atenção indesejada do neto de Lavinia, Sebastian, conhecido como o homem mais grosseiro de Londres. Posy tem um plano astucioso e seis meses para transformar a Bookends na livraria dos seus sonhos — isso se Sebastian deixá-la em paz para trabalhar. Enquanto Posy e os amigos lutam para salvar sua amada livraria, ela se envolve em uma batalha com Sebastian, com quem começou a ter fantasias um tanto ardentes. Resta saber se, como as heroínas de seus romances favoritos, Posy vai conseguir o seu “felizes para sempre”. O primeiro livro da série A Livraria dos Corações Solitários!


Olhem só essa capa, que maravilhosa ela é! Foi a primeira coisa que me chamou a atenção quando eu conheci esse livro, e logo em seguida fiquei muito interessada em lê-lo, por conta do título. Como superapaixonada por livros que sou, não poderia ser diferente, não é mesmo? E para completar, fiquei muito empolgada pela leitura porque amo chick-lit, gênero desse romance. Perfeito!

 Quando Lavínia faleceu, ela deixou saudades em seus funcionários e amigos. Porém, também deixou uma Posy bastante preocupada, porque, além de correr o risco de ficar desempregada, ela e o irmão poderiam ficar sem um teto para morar. Acontece que o testamento da falecida livra a garota dessa preocupação. Aliás, das duas preocupações, porque ela não somente tem o emprego como agora é proprietária da livraria.

Que a Bookends era tanto sua quanto nossa e que você sempre teria um lar ali. Posy, querida, isso ainda vale. A Bookends é sua. Tudo da porta para dentro, inclusive aquele volume de Homens são de Marte, mulheres são de Vênus que não conseguimos vender nos últimos quinze anos.

Resenha: Sensation, Kimberly Knight

04 julho 2017
Sinopse: Sensation.
Um lugar sagrado, livre de julgamentos ou inibições.
Única regra: pergunte antes de tocar.
Sensation é uma festa black-tie exclusiva, frequentada por pelo menos cento e cinquenta membros dos clubes mais privilegiados de Beverly Hills, realizada uma vez por mês, em uma mansão sigilosa.
Você pode assistir.
Pode interagir.
Pode ir acompanhada ou sozinha.
A escolha é sua.
Gostaria que fosse bruto?
Gostaria de ser acariciada e adorada?
Ou somente observar?
O que você deseja?
Olá pessoal, tudo certinho? Hoje vamos falar do mais novo lançamento da autora Kimberly Knight, que já é nossa velha conhecida por conta da série B&S publicada pela editora Charme, mas agora ela chega de forma independente e com uma história que se passa no universo jurídico, já que os personagens principais são advogados. Recebemos o ARC em parceria com a autora e vocês conferem o que achei da obra.

Peyton e Booker são velhos conhecidos dos tribunais, apesar de ambos se sentirem atraídos um pelo outro a interação profissional é tudo que existe entre eles. Ela é muito bem sucedida profissionalmente e isso acabou por afastar os possíveis interessados justamente por sua área de atuação. Ele é um tubarão que só pensa em se tornar sócio do escritório onde trabalha e para isso relacionamentos estão definitivamente fora de seu radar. Tudo está prestes a mudar, a vida de ambos será sacudida de uma forma muito louca.


Lançamento: Príncipe Partido de Erin Watt

03 julho 2017
Oi pessoal!!!
Sumi, mas voltei rsrs. Esses últimos dias eu estava em clima de mudança, então imaginem, minha vida estava uma bagunça total. Mas agora as coisas estão se organizando, e pretendo não sumir de novo :D 
E bem, hoje eu trouxe um superlançamento. Desde o dia que terminei Princesa de Papel que eu venho desejando esse livro. Príncipe Partido é o segundo livro da série The Royals e tem seu lançamento previsto para julho.
Reed tinha tudo na vida: beleza, status e dinheiro. As garotas da sua escola matariam para sair com ele, os caras queriam ser como ele, mas Reed nunca tinha dado a mínima para nada disso. Nem para a família. Até que Ella Harper apareceu na sua vida. Quando Ella chegou à mansão dos Royal, o que ele mais queria era que a nova hóspede sumisse, mas ela o conquistou e, agora, Reed irá fazer de tudo para mantê-la por perto. Ella lhe dá segurança, lhe transmite paz, o aconchega... sensações que há muito tempo não sentia. Porém Reed comete um deslize e Ella se afasta por completo, trazendo caos à família Royal. Reed vê seu mundo desmoronar e toda a esperança de viver um romance com Ella desaparece. A garota dos sonhos de Reed não quer mais saber dele, porque sabe que se ficarem juntos, isso vai destruí-los. Ella pode estar certa. 'Príncipe partido' é a aguardada continuação de 'Princesa de papel'.