Resenha: Insensível, @Editora_PL

28 julho 2017
Sinopse:“Arrogante. Playboy. Insensível. O guitarrista da famosa banda Originals ostenta com orgulho qualquer um desses adjetivos. Dono de um corpo invejável e uma voz capaz de aquecer o Alasca, ele tem apenas uma coisa em mente: A única mulher que conseguiu dar aquilo que procurava. Mas, se aproximar dela não será tão fácil como de costume...Callie Prescot tinha organizado sua vida, e ficar longe de tudo o que lhe fez mal era o seu objetivo, o que incluía o único cara que rompeu suas barreiras. Porém, quando ela se vê diante daqueles olhos azuis, não é só seu coração que dispara.Ter um relacionamento nunca esteve nos planos de Micah Donovan. Ele não queria se entregar ao amor, até hoje...”

E Micah Donovan vem para arrebatar os corações, os nossos e também o de Callie Prescot, a mulher que nunca abriu seu coração para ninguém e nem permitiu  se deixar apaixonar, porém caiu de amores pelo Playboy arrogante e cheio de si, perdeu-se dentro de seus olhos azuis e não teve outra saída a não ser fugir e levar consigo todos os seus segredos.

E mais uma vez Micah acorda com alguma mulher ao seu lado de quem nem recorda o nome, e que ele terá que mandar embora no segundo que ela abrir os olhos, isso é rotina em sua vida, e sua sorte é ter um amigo que também é empresário da  Originals, Troy irá mandar a garota de volta de onde saiu.

Essa sua atitude o faz pensar na única mulher que o levou ao prazer de verdade, a única mulher que se submete aos seus desejos e que permite que ele seja  exatamente quem é.

Essa mulher, Cal, que vem o ignorando insistentemente o deixa louco e ele já sabe que a primeira coisa que irá fazer quando aterrissar será trazer ela de volta ao lugar que sempre pertenceram, sentir prazer com Callie e lhe dar prazer é tudo o que ele deseja, e se ela não o atende, ele vai obriga-la a fazê-lo.

Callie nunca imaginaria que conquistaria tudo o que tinha, com seu bar prosperando e sua vida sob suas rédeas ela sente que a vida está no lugar onde deveria estar, até que intensos olhos azuis aparecem na sua frente em seu bar. Todos os seus medos vêm à tona ao ver Micah mesmo que ela tenha desejado este momento inúmeras vezes, ela nunca imaginou como seria revê-lo após tanto tempo o ignorando.

E toda aquela atração que ficou reprimida durante o período que estavam distantes o pegam, e não há como resistir, mesmo que a vida e o coração deles não sejam mais os mesmos, eles sucumbem aos desejos de seus corpos e Callie se permite ser dominada pelo homem que ama e de quem teme que descubra seus segredos.

Estar com Callie e tudo o que Micah precisa, submissa, sendo sua, permitindo a ele que dentro de quatro paredes seu corpo seja completamente dele, sexo quente, sem carinhos e delicadezas apenas prazer,  sem cobranças, é sem preocupações com o amanhã. E com ela que ele consegue se expor, ela é a única que sabe de seus segredos e do quanto ele é quebrado dentro de si.

Desde o dia em que se conheceram na clínica de reabilitação ouve uma ligação entre eles que se estendeu para a cama e que dali não saiu, Micah Donovan não era um homem para amar, ele é um homem para dominar entre quatro paredes, e tudo foi bem para ambos até Callie descobrir que ela não estava mais sozinha, e decidiu fugir daqueles olhos que ela descobriu que tanto amava.

Porém a vida nunca foi fácil para Callie, te lo reaparecendo em sua vida não era o maior de seus problemas mas  ela precisar de Micah em um momento difícil de sua vida sim, e ele descobre seu maior segredo, a filha que os dois tiveram e que o playboy nunca conheceu, a pequena Blue.

A mentira torna o Playboy ainda mais insensível, afastando a única mulher que ele teve e lhe trouxe felicidade, mas entre eles nunca teve nada muito certo, com um histórico de loucuras e uma atração palpável Callie e Micah serão testado, todos os seus limites estarão a prova, e descobrirão se serão capazes de permitir  que seus corações por fim se apaixonem.

Que livro intenso, esta é a palavra de definição para a história de Insensível, com doses picantes de sexo, regados com um sentimento tão forte que chega a ser palpável, tornando as cenas cativantes e intensas, Micah e seus amigos do Originals provam a cada página o verdadeiro sentido da amizade, da lealdade e do amor.

É enganasse quem acha que só terá doses de Micah e Callie na história, podemos ver todos os meninos lindos e relembrar o quanto o amor impera nesta grande família. Mais uma vez mostrando que família são as pessoas que escolhemos, é que não há nada que possa quebrar certos laços, nem cor, nem posição social, nem aqueles que dizem ser família. O que impera é o amor!

Andy usou as doses exatas para colocar todos os sentimentos nos levando na história, que nos envolve de maneira que não nos deixa querer larga-lo e quando chega o fim... bem essa parte eu deixo de surpresa para vocês.

Esperamos ansiosamente o terceiro livro da série, mas antes disso delicie-se com o playboy, tenho certeza de que irão ficar de quatro por ele.

Aproveitem que o lançamento do livro já ta aí, então a partir de 30 de julho já podem ter um Micah Donovan para si, o meu pude experimentar antes graças a Andy Collins , Thank you!! E para os gatos do Originals dou todas as notas musicais possíveis, o livro é MARA!!! 

Cinco notas para linda história de Micah e Callie.


Um grande beijo e até logo!

Ficha Técnica
Autor:Andy Collins
Editora: Planeta Literário
Ano:2017
Páginas:379

Nenhum comentário

Postar um comentário