Resenha: A pequena livraria dos corações solitários, @Verus_Editora

05 julho 2017
Era uma vez uma pequena livraria em Londres, onde Posy Morland passou a vida perdida entre as páginas de seus romances favoritos. Assim, quando Lavinia, a excêntrica dona da Bookends, morre e deixa a loja para Posy, ela se vê obrigada a colocar os livros de lado e encarar o mundo real. Porque Posy não herdou apenas um negócio quase falido, mas também a atenção indesejada do neto de Lavinia, Sebastian, conhecido como o homem mais grosseiro de Londres. Posy tem um plano astucioso e seis meses para transformar a Bookends na livraria dos seus sonhos — isso se Sebastian deixá-la em paz para trabalhar. Enquanto Posy e os amigos lutam para salvar sua amada livraria, ela se envolve em uma batalha com Sebastian, com quem começou a ter fantasias um tanto ardentes. Resta saber se, como as heroínas de seus romances favoritos, Posy vai conseguir o seu “felizes para sempre”. O primeiro livro da série A Livraria dos Corações Solitários!


Olhem só essa capa, que maravilhosa ela é! Foi a primeira coisa que me chamou a atenção quando eu conheci esse livro, e logo em seguida fiquei muito interessada em lê-lo, por conta do título. Como superapaixonada por livros que sou, não poderia ser diferente, não é mesmo? E para completar, fiquei muito empolgada pela leitura porque amo chick-lit, gênero desse romance. Perfeito!

 Quando Lavínia faleceu, ela deixou saudades em seus funcionários e amigos. Porém, também deixou uma Posy bastante preocupada, porque, além de correr o risco de ficar desempregada, ela e o irmão poderiam ficar sem um teto para morar. Acontece que o testamento da falecida livra a garota dessa preocupação. Aliás, das duas preocupações, porque ela não somente tem o emprego como agora é proprietária da livraria.

Que a Bookends era tanto sua quanto nossa e que você sempre teria um lar ali. Posy, querida, isso ainda vale. A Bookends é sua. Tudo da porta para dentro, inclusive aquele volume de Homens são de Marte, mulheres são de Vênus que não conseguimos vender nos últimos quinze anos.

Ah, que beleza, então os problemas de Posy e Sam, seu irmão, acabaram! Não se engane, eles estão só começando. Agora, a garota precisa tirar a livraria do prejuízo e ter sucesso em até dois anos, senão o neto arrogante e insuportável de Lavínia, chamado Sebastian, irá vendê-la.

Acontece que Posy não tem senso algum de empreendedorismo, e ela não sabe como reverter a situação da livraria. Ela não sabe nem mesmo como conquistar a autoridade com seus funcionários, que até pouco tempo eram seus colegas de trabalho. É, a vida não tem sido fácil para Posy.

Mas, atualmente, as pessoas não compravam livros suficientes de nenhum tipo. Não da Bookends, pelo menos. Em sua carta, Lavínia parecia ter certeza de que Posy arquitetaria um plano infalível para atrair as pessoas de volta à loja para comprar livros em grande quantidade, quando nada poderia estar mais distante da realidade. 

Para piorar ainda mais a situação, Sebastian não dá folga para Posy. Ele constantemente vai à livraria, geralmente para insultá-la, chegando até a levar um corretor de imóveis para avaliar o ambiente. Mas eu não falei uma coisa a você: apesar de arrogante e grosso, o neto de Lavínia é um gato, e Posy tem uma paixonite por ele desde a adolescência. Agora, como tudo está em excesso, o desejo da livreira por ele também está.

Ela se enfiou entre Sebastian e a porta e logo desejou não ter feito isso, porque agora eles estavam nariz contra nariz. Ou melhor, o nariz dela estava em algum ponto nas proximidades do queixo de Sebastian, e ela inspirava o perfume dele. Seu cheiro era celestial, uma mistura intoxicante de florestas mugosas, poltronas de couro aconchegantes e clubes masculinos enfumaçados.

O desejo de Posy por Sebastian vai tomando proporções tamanhas que ela começa a escrever um livro baseado neles, chamado Violada pelo devasso. E é a partir daí que tudo começa a se encaixar. Mas é claro que vou ter que parar por aqui, senão eu contarei demais.

É isso, esse foi um dos melhores livros que li em 2017, e estou ansiosa pela continuação.

Cinco notas musicais completas para esse favorito!



Ficha técnica: 
Autor: Annie Darling
Páginas: 308
Editora: Verus
Ano: 2017

Voltarei em breve, aguarde!




Nenhum comentário

Postar um comentário