Resenha: Uma Noite Inesquecível, @editoraarqueiro

13 julho 2017
O Natal está se aproximando e Rafe Bowman acaba de chegar a Londres para uma união arranjada com Natalie Blandford. Com sua beleza estonteante e o físico imponente, ele tem certeza de que a linda aristocrata logo cairá a seus pés. No entanto, seus terríveis modos americanos e sua péssima reputação de farrista deixam Hannah, a prima da moça, chocada. Determinada a proteger Natalie, ela vai tornar a tarefa de cortejar a jovem muito mais difícil do que Rafe esperava. Hannah, porém, logo começa a se importar mais do que gostaria com o rude pretendente da prima. Rafe, por sua vez, passa a apreciar um pouco demais a companhia de Hannah, uma mulher forte e pragmática com um coração doce e gentil. E quando Daisy, Lillian, Annabelle e Evie, quatro amigas inseparáveis que já conseguiram encontrar o homem de seus sonhos, decidem agir como cupidos, quem sabe o que pode acontecer? Uma noite inesquecível é uma viagem mágica pela Londres vitoriana, com os diálogos espirituosos e personagens memoráveis que consagraram Lisa Kleypas como uma das autoras de romances de época mais aclamadas pelo público. Nesta continuação da série As Quatro Estações do Amor, os mais cínicos se tornam românticos e até os mais tímidos suspiram, arrebatados de paixão.
Eu adoro os livros de Lisa Kleypas, mas confesso que não sabia que haveria uma continuação para essa série, já que todas as Flores Secas haviam se casado. Mas essa autora é fantástica e conseguiu fazer um excelente enredo envolvendo esses queridos personagens novamente, além de incluir outros, que são os protagonistas da vez.

Rafe Bowman é irmão de Lilian e Daisy, adoráveis mulheres que já tiveram seu final feliz anteriormente. Porém, se você leu os romances delas, já deve saber: seu pai é um idiota, um homem rico que coloca os negócios acima de tudo. Por esse motivo, trouxe Rafe para a Inglaterra, para que ele se case com Natalie, uma moça de modos aparentemente impecáveis, sendo essa união nada mais do que uma transação empresarial, também apoiada pelo pai da pretensa noiva. 

- Faça tudo o que puder para facilitar uma ligação entre minha filha e o Sr. Bowman - prossegiu Blandford.
Hannah olhou para ele incrédula. Lorde Blandford sempre fora um homem de discernimento e distinção. Mal podia acreditar que ele fosse querer que Natalie, sua única filha, se casasse com o filho de um rústico industrial americano. Era uma moça linda, educada e bastante madura para seus 20 anos. Poderia ter qualquer homem que escolhesse. 
Acontece que há um bom motivo para isso. Apesar de Os Bowmans não serem um modelo de virtude, especialmente o devasso Rafe, eles eram parentes do Conde de Westcliff, esposo de Lilian. Assim, Natalie teria uma posição especial na sociedade londrina, e seria mulher de um lorde rico. Para Rafe, a única motivação que o levava a aceitar o arranjo era que somente assim seu pai lhe daria uma participação nas empresas de saboaria da família. Do contrário, ele seria deserdado.

Mas é claro que as coisas não se resolveriam tão facilmente assim: ao ser convidado para um chá com As Flores Secas e Hannah, a prima de Natalie, com o objetivo de saber mais sobre sua possível noiva, Rafe é surpreendido.

Confuso, Rafe se perguntou o que havia de errado com ele. A pressão daquela mão pequena e confiante o afetara mais do que a mais lasciva carícia da sua última amante. 

O mesmo se passou com Hannah:

Quando olhou para o rosto bonito e arrogante de Bowman, só conseguiu pensar no quanto antipatizava com ele. E, no entanto, essa reação nunca deixara sua boca seca assim antes. A antipatia nunca fizera sua pulsação disparar, nem dera um nó na boca do seu estômago.
É claro que os dois poderiam ficar juntos, depois de ajustarem suas contas. Porém, eles tinham muito a perder: Hannah trairia a amizade da prima, a quem acompanhava há anos, e Rafe perderia a sua fortuna. Leia Uma Noite Inesquecível para conhecer um final incrível. 

Notas musicais completas para esse romance deslumbrante, que deixou um gostinho de quero mais:

Autor: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Ano: 2017
Páginas: 144

Voltarei em breve!




Nenhum comentário

Postar um comentário