Resenha: Mares Tempestuosos, @amazonBR

09 agosto 2017
Sinopse: Um Corsário obstinado, que nunca se sentiu pertencente às regras impostas pela sociedade do Século XIX.Uma repórter curiosa, disposta a averiguar a verdade por trás do sumiço de sua amiga Laura Jameson.Um encontro mais do que inesperado e surreal, que transcende qualquer sonho que os dois pudessem ter sonhado.Sir Eric Longham e a intempestiva Melissa Rathbone precisarão aprender a enfrentar, juntos, as adversidades que surgirão à frente, mesmo que para isso se vejam diante de mares tempestuosos.
Olá pessoal, tudo certinho??? Vamos falar de um livro que foi muito desejado e ansiado pelas leitoras da Martinha, Mares Tempestuosos é um spin off de O Retrato da Condessa, ou seja, a história se passa naquele universo e o ideal é que você já o tenha lido antes de se aventurar com o pirata, ou melhor, Cosário.
Ele era conhecido como um pirata destemido em qualquer lugar onde fosse seja por mar ou por terra.
Quando Eric salvou Laura, em o retrato da Condessa, eu achei que ainda teria muita treta por lá, mas não foi o caso. Ficamos todas com o coração partido pelo piratão que acabou ficando sem uma linda donzela exportada do XXI, mas aí eis que suas amigas do século atual ficaram muito assustadas e temerosas com seu sumiço, então enviaram a única que poderia descobrir tudo sem correr o risco de se encantar pelo século que não oferecia as comodidades eletrônicas: Melissa.

A jovem e premiada repórter jamais imaginou que pudesse de fato viajar no tempo, muito menos acordar no meio do passado. Mas o que ela realmente não esperava era encontrar aquele homem lindo ali olhando para ela. Após se dar conta de estar realmente no passado com roupas do presente, oi?? E ver que isso será um grande problema, Eric resolve ajudá-la e aí começa a nossa grande aventura.
Aquela viagem seria uma tortura para Eric Longham. Os pecados que ele tinha que pagar cobravam vida ali, naquele instante.
Prepare-se para passeios de carroça sem conforto, sem ar condicionado. Prepare-se para reações alérgicas inusitadas e para acompanhantes não desejados. Mas também esteja preparada para adorar a doce Mel, e adorar o corsário mais lindo que você respeita. Pois apesar de um libertino convicto ele é um doce. Prepare-se para se surpreender com muito mistério, muito drama e com certeza muito amor. Tudo isso recheado pela escrita divertida da Martinha.

Para mim, foi uma deliciosa aventura que só me fez querer outras tantas viagens no tempo e outros tantos condes, viscondes e toda a aristocracia inglesa se vendo as voltas com as mulheres fortes e decididas de nosso tempo, com um toque peculiar de suas línguas afiadas.
 Se acho que aquilo é meu, será meu! [...] Porque eu me aposso das coisas, não importam as circunstâncias onde eu tenha que me enfiar. Eu quero. Eu tomo. É meu.
Cinco notas musicais para o Piratão!

Ficha Técnica:
Autor: M. S. Fayes
Páginas: 242
Editora: Independente
Ano: 2017

Até mais


4 comentários


  1. Ficou linda a resenha, Nana! Fico feliz que vc tenha se divertido ao lado deles!
    Bjuuu lov u!

    MS Fayes

    ResponderExcluir
  2. Apaixonada nesse pirata! Show de resenha! Martinha lacrou muito com esse livro!

    ResponderExcluir
  3. O único trabalho da MS Fayes que eu li foi Rainbow e amei demais. Curti muito a resenha e fiquei super curiosa para ler o Piratão.

    ResponderExcluir
  4. wow, bem diferente... vai para a minha listinha? vai para a minha listinha.
    (só observo minha lista de "próximos livros" ficar cada vez maior dkdmdjkdj não vou mentir: adoro!)

    ResponderExcluir