Resenha: Para Sempre Minha Garota, @editoracharme

29 setembro 2017
Sinopse: Não era para eu ser um rock star. Minha vida já tinha sido toda planejada para mim. Jogar futebol americano na faculdade. Entrar para a NFL. Me casar com minha namorada do colégio e viver feliz para sempre com ela.

Parti o coração de nós dois quando falei que estava indo embora. Eu era jovem. Tomei a decisão certa para mim, mas a decisão errada para nós. Coloquei toda a minha alma na minha música, mas nunca a esqueci. Seu cheiro, seu sorriso.
E agora eu vou voltar.
Depois de dez anos.
Espero que possa explicar tudo isso, depois de tanto tempo.
Ainda quero que ela seja para sempre minha garota.

Hello pessoal, ainda estou na ressaca pós bienal, mas a vida não para e as resenhas também não. O livro de hoje é um queridinho do momento e que muito em breve estará nas telonas, numa bela adaptação cinematográfica. Então me acompanhem...

Liam e Josie são apaixonados desde que o mundo é mundo. Desde que eles perceberam o que é o amor. Fizeram planos para o presente e para o futuro. Mas os planos nem sempre saem como determinado e definido, né?! E o destino que normalmente é implacável, cobra seu preço.
Arruinei a vida dela. Era isso que dizia a mensagem de voz que ela mandou. A mesma mensagem que eu tenho salva há dez anos.

E aí né minha gente toda ação gera uma reação. E toda escolha uma consequência. Pô Anastacia quanto mistério?!?! Não é mistério minha gente. Ta na sinopse, ele escolhe partir. Ele escolhe fazer outra coisa, que não seu plano original, da vida e aí que isso interfere na vida de muita gente, e não só na sua. E o pior. Ele espera dez anos para consertar a porra toda. E só volta por circunstâncias o forçaram a voltar. E aí começou minha implicância com Liam.

Mas nosso coração é terra de ninguém, sempre nos deixando em situações que normalmente, se somente nosso cérebro entrasse na equação, não nos colocaríamos, não é mesmo?! Depois de dez anos você mudaria sua vida por alguém que foi embora sem pensar duas vezes? Depois de anos de abandono, é justo colocar suas expectativas em alguém que você já não conhece? Me perguntei isso o tempo todo.
Eu não o odeio e esse é o problema. Eu queria odiar, mas ele é uma perturbação e já está arruinando as coisas na minha casa e eu não quero isso. Não posso admitir isso.
Quando assisti ao trailer, já aviso que ele é um baita spoiler, o que eu economizei nas palavras, ele não economiza, e ainda tem uma licença poética de criação que eu achei dispensável, fiquei ainda mais reflexiva sobre todo o acontecimento. A verdade é que eu não seria a Josie. Em muitos aspectos eu seria. Em muitos aspectos eu concordei com tudo o que ela fez, menos nesse perdão tão rápido.


Passo as mãos no cabelo. Acho que vou deixar crescer do jeito que a Josie gostava, talvez então ela vá olhar para mim com olhos diferentes. Não vou mentir, eu quero minha garota de volta.
A verdade é que esse é um excelente livro para os amantes de finais felizes, mas que não se coloque muito no lugar da protagonista, pois toda vez que rolava um flashback deles a minha vontade era entrar no livro e acabar com Liam, e porque a vida nem sempre é esse marzão tranquilo. Quando as ondas vêm, elas normalmente destroem tudo. Você pode até consertar, mas não fica igual. (Nossa me senti uma filósofa agora rsrsrsrs).
Eu te amo Jojo. Você vai ser para sempre a minha garota.
Quatro notas para Heidi e sua história.
Ficha Técnica:
Autor: Heidi McLaughlin
Páginas: 272
Editora: Charme
Ano: 2017

Até mais


Nenhum comentário

Postar um comentário