Resenha: Fortaleza Impossível, @editoraarqueiro

16 outubro 2017
Sinopse: Um trio de garotos esquisitos e uma nerd brilhante que esconde um grande segredo.Um inesperado romance que nasce em meio a computadores e disquetes.Um ousado e perigoso assalto para roubar a edição de maio de 1987 da revista Playboy, com imagens escandalosas de uma famosa apresentadora de TV.Todos esses elementos se unem para compor Fortaleza Impossível, um romance que fará você rir, se emocionar e recordar a maravilhosa sensação de se apaixonar por algo – ou alguém – pela primeira vez.Até maio de 1987, Billy Marvin – um garoto de 14 anos que mora numa pequena cidade em Nova Jersey – é definitivamente um nerd feliz.Ele e seus amigos inseparáveis, Alf e Clark, passam as noites se empanturrando de biscoitos e milk-shakes diante da TV, assistindo a filmes e conversando sobre música, cinema e seriados. Com a mãe trabalhando no horário noturno e a casa toda para si, Billy vara a madrugada fazendo aquilo que mais ama: programando videogames em seu computador.Mas então a Playboy publica as fotos escandalosas de Vanna White, a famosa apresentadora de TV por quem os três são fascinados. Como ainda não são maiores de idade para comprar a revista, eles planejam um ousado assalto para roubá-la. É quando Billy conhece a brilhante, enigmática e também nerd Mary Zelinsky, e tudo começa a mudar...
Hey gente, tudo certinho??? A resenha de hoje é desse livro encantador!!! Sério, a Arqueiro quando pega um YA para publicar é certeiro. Foi assim com Três Coisas Sobre Você, resenha AQUI e, foi assim com Um Menino em Um Milhão. Você que curte a cultura Geek de um modo geral, você que é fã de Games ou você que simplesmente, assim como eu, sente saudades dos idos anos 80, prepare-se para mergulhar nesse livro e se encantar.
Mas foi então que playboy publicou as fotos da apresentadora da Roda da Fortuno, Vanna White, por quem me apaixonei perdidamente, e tudo começou a mudar.
Ah mais uma coisinha antes de entrarmos no universo de Billy e seus amigos, se você curtiu Stranger Things, a série de sucesso da Netflix, saiba que você amará tudo nesse livro. Ele não tem nada de "Stranger", mas todas as boas referências anos 80 estão contidas lá, mas nada de plágio, é tudo muito original e nos deixa na maior nostalgia. E se você não viveu nos anos 80, com certeza vai querer ter vivido.

Então Billy e seus amigos descobrem que a próxima edição da Playboy trará ninguém mais, ninguém menos que a apresentadora Vanna White. Os meninos são louco por ela, para você ter uma ideia farei uma analogia com o Turma da Xuxa, quando aquele disco voador aparecia e todas as crianças estar lá... Esse é o apelo da senhorita White, sem o disco voador, obviamente.

Pois bem eles não podem comprar a revista e nem podem pedir a ninguém para resolver esse problema, então muito inteligentes que são, verdadeiros Nerds e entendidos de programação de computadores, que nessa época era artigo de muito luxo e exclusivo, então eles esquematizam o maior plano de suas vidas, invadir o mercadinho (entenda que aqui e aquela mercearia de Bairro que vende de tudo) e “comprar” a playboy. E isso será feito de madrugada, após invadir o estabelecimento, oi?!?!

Pois é, isso parece um tanto louco né!? E de fato, o é, e quando as coisas não saem exatamente como eles esperam eles necessitam de alternativas, e aí vamos ver como um quarto elemento (gostaram da referência? 😉) chega apara abalar as estruturas já definidas dessa irmandade. Esse elemento se chama Mary, é filha do dono da loja que precisa ser invadida. O que Billy não imaginava era encontrar uma programadora nata que tinha muito a oferecer, além de ser a ponte entre eles e a tão sonhada revista.

A partir daí a vida deles vira de cabeça pra baixo, pois Billy só quer saber de programar seu jogo em companhia de Mary, enquanto seus amigos só querem o código do alarme para conseguirem a revista. Mas como sempre, meninos fazem besteira, e dessa vez a mancada é muito grande. E como resultado final de todas essas travessuras é impressionante eu vou parar por aqui...

Vocês precisam ler esse livro. Assim como na capa está escrito que é uma declaração de amor aos anos 80, ele é uma declaração de amor a nossa infância (isso se você é desse tempo, é claro), e todo amante da cultura geek/pop precisa ter o prazer de se aventurar com esses meninos e ter a possibilidade de matar a saudade de tudo aquilo que era nossa realidade e que hoje nos deixa com uma sensação nostálgica deliciosa.
– Mas dessa vez é diferente. Não tenho nem computador. [...]– Está bem – declarou Zelinsky. – Você pode usar o showroom. Mas isso não muda nada. [...]E foi assim, sem mais nem menos, que voltamos à atividade.
E para você viver essa experiência em toda sua plenitude, a Arqueiro criou um hotsite onde você pode jogar o Fortaleza Impossível e matar saudade dos seus joguinhos de Atari, clique AQUI e confira 😉

E para essa história cinco estrelas e com certeza um dos favoritos do ano!!

Ficha Técnica:
Autor: Jason Rekulak
Páginas: 272
Editora: Arqueiro
Ano: 2017

Até mais


12 comentários

  1. Não vou negar... Estava esperando a sua resenha para saber e decidir se colocaria o livro na lista ou não! Hahahhaha Menina, esse livro fez um fuzuê danado, inclusive na Bienal, mas fiquei com um pouco de receio. Agora é só rezar para a Nossa Senhora dos Bolsos Sem Fundos me ajudar! Hahahhahaha

    ~ Blog Compulsivamente Literária

    ResponderExcluir
  2. Nana lindona estou com esse livro, e após sua resenha percebo que preciso ler urgente, adorei já a premissa do mesmo e plano dos meninos com relação a revista da Playboy. Sem contar os detalhes do anos 80 que será uma bela viagem ao tempo. beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito do livro quando você falou, Anastacia! Confesso que não conhecia nada da história e me surpreendeu positivamente, achei a premissa bem diferente.
    Resenha ótima 😊

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Andei tendo umas experiencias terríveis com livros YA, mas essa sinopse e sua resenha me deixaram bem curiosa, a história parece bem louca, gosto desse clima oitentinha, e a forma que eles pensavam o computador é muito legal, aquela coisa preta e verde, parecia até formulas mágicas rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  5. Hey,
    Tinha uma ideia completamente diferente desse livro e fiquei apaixonada por você curtido tanto assim a leitura. Adoro histórias sobre os anos 80 e essa parece ser incrível em todos os sentidos. Adorei o começo com a questão da playboy e achei bacana como a história parece desenvolver.
    Vou anotar a dica para ontem.
    Beijos,
    http://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir
  6. Oláaaa
    Nossa, eu não conhecia esse livro e te confesso que olhando a capa eu ia classificá-lo como qualquer outra coisa, menos YA.
    Gostei muito das referências e da premissa da história... ganhou minha curiosidade sem dúvidas hahaha

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  7. Adorei a resenha, não peguei esse livro porque não curti a capa, ai não me animou muito. Mas sua resenha me fez repensar e como tô pra comprar livros novos, vou colocar esse na lista. Tô precisando de um romancezinho com um bom enredo mesmo. Curti muito seu estilo de resenha. Bjs

    ResponderExcluir
  8. Nasty, foi maravilhosa essa resenha, e depois do clube do livro foi melhor ainda.
    É um dos que eu mais quero ler.

    ResponderExcluir
  9. Gostei muito de ler sobre o livro aqui no seu blog, e acho que curtiria a leitura, pois amo referências ao mundo geek.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  10. Olá!!! Nossa, que livro diferente! Não faz muito o meu gênero, mas percebo que deve ser bem divertido e curioso! A editora se dedicou bastante também e muitos leitores ficaram encantados. Parabéns pela resenha. Confesso que me deu vontade de procurar mais sobre o livro. ;)

    BJs

    ResponderExcluir
  11. Ola flor, tudo bem? Eita nos, que sou dos anos 90 haha! Me senti um bebê! :O
    Mesmo assim me encantei com a esperteza dos meninos, suas loucuras e sua fase mais gostosa de viver: o meio termo entre infância e adolescência! E vi isso tudo só pela sua resenha! Palmas para você!
    Obrigada pela dica, pode ter certeza que foi para minha lista de compras da BF!
    bjus,
    https://ninho-de-gato.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Eu estava meio que sem saber se queria ler esse livro ou não, mas a sua resenha mais do que me convenceu de que PRECISO dessa leitura!!! Amei demais a forma como vc apresentou o livro, me deixou mega curiosa... Parabéns!

    ResponderExcluir