Resenha: Num piscar de olhos

28 outubro 2017

Stella passou por grandes perdas em sua vida. Lidou com a morte muito jovem e com a saudade da sua melhor amiga, que foi morar na Itália com a mãe. Quando a vida está começando a entrar nos eixos, a notícia de que ela está com câncer a deixa novamente sem chão. Após o doloroso tratamento, os médicos acreditam que Stella está finalmente recuperada e ela decide passar um tempo em Gênova, na Itália, para reencontrar sua prima e melhor amiga, antes de retornar ao médico para fazer o exame que determinará se ela está realmente curada. O que ela não imaginava é que a Itália vai lhe dar uma nova razão para viver.

Max se apaixona por Stella à primeira vista, mas conquistá-la não será fácil, já que há muita coisa que pode mantê-los separados para sempre. Após muita luta, Max finalmente vence sua resistência e conquista seu lugar ao lado da mulher que ama. 
Mas será que Max e Stella serão fortes o suficiente para lutar não só por seu amor, mas também por suas vidas?
 Stella teve que aprender a lidar com a dor da perda muito cedo. Perdeu  pai, o irmão e o tio em um trágico acidente de carro provocado por um bêbado.  Mas como sofrimento pouco é  bobagem, sua tia não consegue lidar com a perda do marido e resolve se afastar de tudo que a faz lembrar dele e resolve ir embora do Reino Unido levando junto a filha Lisa, prima e melhor amiga da Stella.


Sentada no degrau mais alto da escada, de modo que sua mãe não podia vê-la, Stella enxugou as lágrimas e tentou se sentir feliz por elas.  Elas iam ficar bem.  Depois de tudo o que tinam passado, era, de alguma forma, reconfortante pensar que pelo menos elas duas ficariam bem.

4 anos mais tarde...

Quando Stella acha que nada mais de ruim pode acontecer, eis que descobre um câncer, sim, um câncer de fígado!

Apesar de tudo, Deus é bom, não é mesmo?

O câncer estava em fase inicial e ela foi operada e passou por quimioterapia para que não se espalhasse para outros órgãos.

10 meses mais tarde ela faz 19 anos e resolve passar 2 meses de férias com a tia e a prima em Gênova, onde elas moram.
Stella só vai ter que refazer os exames dois meses mais tarde, sendo assim vai aproveitar a Itália e se divertir um pouco.

Itália!!
Ah! A Itália e seus homens lindos, sua temperatura mais quente que no Reino Unido!!!
Gênova!! Homens lindos!! Toscana!!! Eu já falei homens lindos?

Pois é, é exatamente o que ela encontra no seu primeiro passeio pela praia próxima a casa da sua prima assim que chega em Gênova. Max, um homem lindo, moreno, alto, musculoso, sexy, tatuado e salva-vidas!!! O que mais ela poderia querer para 2 meses de férias??

Uma buzina soou à distância e, quando Stella voltou-se para o mar para olhar o enorme navio que tinha produzido o som, seu olhar ficou preso em uma cena tão bonita que a pitoresca praia empalideceu em comparação.  Um salva-vidas estava emergindo da água, seu calção laranja grudava em suas pernas e água pingava e escorria por ele todo.  Ele balançou a cabeça para se livrar de parte da água em seu cabelo e Stella sentiu como se tudo começasse a se mover em câmera lenta - pequenas gotas de água deslizavam do pescoço em direção ao seu peito largo e braços musculosos, passando pela tatuagem desenhada em seu ombro direito, e continuava até embaixo, seguindo por seu peito e abdome tanquinho, finalmente se perdendo na sua cintura.  Parte de outra tatuagem estava aparecendo na parte de cima , do lado esquerdo do seu quadril, o resto do desenho escondido.  Sua pele dourada e bronzeada brilhava ao sol e ele movia-se com tanta graça que uma pantera poderia ser considerada desajeitada ao lado dele.


Ah! Mas quem disse que ela poderia ficar e se divertir com o salva-vidas gostosão?
É claro que o o salva-vidas é o Max, melhor amigo da sua prima Lisa, e é claro também que a prima fala um monte de coisas sobre ele para ela desistir da paquera e a faz jurar que não vai ficar com ele. Mas água morro a baixo e fogo morro a cima ninguém controla, e a paixão deles também não!  Ela tenta, mas não consegue.  Ambos se apaixonam e por algumas semanas vivem o mais puro amor, lindo e maravilhoso.

Várias coisas acontecem no decorrer da história que atrapalha um pouco o conto de fadas dos dois, mas eles vão adiante até Max contar sobre a morte do pai e aí danar tudo!

Olá minha gente!
A história é boa, porém é bemmmmm enrolada. São muitos por menores, muitos detalhes que, na minha opinião, alguns poderiam ser suprimidos.
É um livro que vale pela lição e pelo final que teve e é claro pelo amor dos dois, embora esse final tenha sido muito corrido. Acho que ela poderia ter desenvolvido mais.

Ainda estamos em outubro, o livro fala de câncer, logo temos uma lição!

TOQUEM-SE!
FAÇAM EXAMES REGULARMENTE!

Vamos viver o hoje, o momento!
Vamos viver intensamente. Ter fé e esperança.
Vamos acreditar que podemos e devemos lutar sempre!

Quando a vida te der limões, pegue sal, copos e os encha com tequila. Lute pelo que você realmente quer e nunca, nunca se contente com nada menos.
Ficha técnica:
Autor: Teodora Kostova
Páginas: 382
Editora: Charme
Ano: 2015
Skob: Num piscar de olhos

Um comentário

  1. Olá Marli!!!
    Adorei a resenha!!! E amei a descrição do Max...esse avatar, tá de dar água na boca tb kkkkkk
    Sobre a história, fico feliz q, apesar do drama (a questão das mortes e doença), tenha romance tb, pois a parte do drama, mexe muito comigo...mas esse, vai pra minha imensa lista sim ;-)
    Bjs :-*

    ResponderExcluir