Resenha: Malcom, @editorapandorga

13 novembro 2017
Sinopse: Depois de meses de turnê, Malcom Rubber, o baterista sério e compenetrado da DangeRock, aceita o convite do amigo para passar duas semanas de um descanso merecido na casa de Hannah, a irmã mais velha de Phil.Ele só não imaginava ficar encantado pela linda e meiga babá do pequeno Maxwell, sobrinho do Phil.Ashley Collins se desdobra em dois empregos para conseguir vencer os obstáculos que a vida lhe impôs. Em meio a um momento difícil, Ash não tinha se preparado para dar chance ao amor ou viver as experiências que uma jovem da sua idade normalmente vive.Mas bastou colocar os olhos em Malcom, e seu coração tomou um ritmo preocupante e acalentador.Os dois não faziam ideia de que aquele encontro estava destinado a curar feridas e apaziguar as dores que enfrentariam.
Hello pessoal, estou de volta com o meu baterista querido! Preciso esclarecer aqui que sou uma menina das guitarras, mas o Ben, de Deep, me fez amar os baixos e agora Malcolm me fez amar de vez as bateras. Tudo bem que eu já tinha uma quedinha por um ou dois bateristas por aí, mas sempre foram as guitarras que me encantaram. Lembrando que recebemos o ARC, de Dange Rock II, e essa análise é minha opinião pessoal sobre a mesma. Mas vamos lá. Ahhh lembrando que se você não leu DangeRock , aqui fatalmente terá spoilers.
- Porque, às vezes, você encontra o paraíso em um lugar onde menos espera. O paraíso não precisa ser necessariamente um lugar, Ashley. Pode ser um momento, uma pessoa, uma ocasião.
Após o ano cansativo de turnê a banda vai parar para um descanso, mais do que merecido, Evie e Brandon vão curtir sua lua de mel de início de namoro no chalé do primo dela e Mal e Phil precisam decidir o que fazer. Sem muitas opções eles vão para Pasedena, para a casa da irmã mais velha de Phil, para duas semanas de descanso, e quem sabe algumas meninas quentes em suas camas... mesmo que Mal não seja um vagabundo completo, ela sabe do seu poder com as mulheres. Ele só não contava com o encontro inusitado com certa babá.
Um sentimento puro que Corrói a alma. Que faz com que milhares de músicos no mundo inteiro faturem grana pra cacete. [...] Que vendem o sonho à humanidade. O sonho que se chama: Amor.
Ashley desistiu de tudo o que a mantinha afastada de sua avó para garantir que ela tenha os cuidados necessários já que está com problemas cardíacos. Depois de perder os pais num acidente, ela precisa se manter por perto. Para garantir o tratamento de sua avó, trabalha no mercado na parte da manhã e à tarde cuida de Maxwell, sobrinho de Phil. Eles se conhecem desde criança, pois Ash sempre passava as férias na casa de sua avó, e saber que seu amigo é um cara famoso que conseguiu isso graças a perseverança e muita dedicação, faz com ela se sinta muito feliz. O que ninguém sabe é que ela tem uma queda por certo baterista.
Malcom Rubber era um enigma. Um enigma lindo, esperando ser decifrado. Era uma pena que eu não fosse a garota adequada para aquilo.
Após um encontro um tanto quanto estranho eles conseguem engatar uma conversa quando se reencontro momentos mais tarde, mas nenhum dos dois consegue evitar a atração. Ela sabe que não é o tipo de mulher que roqueiros estão interessados. Assim como ele sabe que ela não é mulher de uma noite só. Então como fazer essa atração funcionar sem que nenhum dos dois assuma o interesse? É aí que entra em ação o loiro delícia, ops, Phil. Ele conhece seu amigo tão bem que consegue antecipar suas ações calmamente. E o resultado? Só lendo para vocês verem o quanto ele realmente o conhece.
Sempre fui um admirador secreto das estrelas, astros e afins. E reconheço quase que imediatamente quando me deparo com uma constelação nova e completamente diferente das que estou habituado.
O que vemos aqui é um Malcom realmente muito maduro e também muito inspirado musicalmente. Ashley é uma fofa e é impossível não gostar dela. A história desses dois será permeada por alguns desencontros, por alguns mauricinhos querendo marcar território e até por um cardiologista que quer mais do que cuidar dos corações, tudo isso regado a muito bom humor e a ótimas tiradas por parte de Phil e Hannah, sua irmã mais velha.
Era como se o Sol tivesse entrado pessoalmente no ambiente. Era exatamente daquela forma que eu estava me sentindo com Ashley Collins.
Mas Martinha não só nos mostrou seu lado "roqueirinha" fofa, ela tirou um lado ainda desconhecido, pelo menos por mim, ao qual eu tive que pensar se continuaria a leitura, a amizade e a parceria... a mulé tirou o lado "Jojo Sparks" de dentro de sua alma e me deixou simplesmente arrasada... Mas esse lado cruel e malvado foi necessário, infelizmente, para a continuidade da história.

Aquele livro que você se apaixona do início ao fim. Um amor que nasce em meio ao desconhecido e as atribulações e responsabilidades de uma jovem que não tinha grandes aspirações para sua vida naquele momento. Um romance para embalar nossos corações e nos fazer suspirar por essa que é a banda de Rock mais fofa de todos os tempos!!
A noite seguia intensa na cidade do pecado, mas dentro daquela limusine, só o que importava era que minha família estava completa.
Cinco notas musicais para Mal em ritmo de ansiedade esperando o baixista delícia, ops, Phil!


Ficha Técnica:
Autor: M. S. Fayes
Editora: Pandorga
Paginas: 320
Ano: 2017

Até mais


14 comentários

  1. Owwwnnn de resenha linda e fofa! Só me deixou mais ansiosa! Quero meu livro agooooora!!!

    ResponderExcluir
  2. Oi tudo bem?
    Sou suspeita para falar sobre livros que envolvem bandas eu amo demais, ainda não conhecia essa série mas fiquei bastante curiosa! Estou lendo Apenas respire que também tem banda no meio e se você ainda não leu super indico.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Guria eu fico doida com essas tuas resenhas! Me deixam com uma lista interminavel de livros para ler!

    Ameiii

    Beijinhos ;)

    https://patybookaholic.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Gosto da ideia do romance em si, só não sei se curtiria muito o lance de bandas e afins, acredito que só lendo para saber, porque até onde me lembro
    nunca li nada com o enredo parecido. Deixo a dica anotada

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi! Adorei a premissa! Estou procurando um livro com o tema música e a sua resenha foi um presente. Parece uma leitura bem agradável e sua empolgação deixou bem claro isso :)
    Dica anotadíssima! Beijão!

    ResponderExcluir
  6. Olá
    Ando a procura de livros com música, mas esses livros que a cada volume conta uma história com foco em um casal diferente não consegue me dar aquele tcharan de querer ler de qualquer jeito. Mas como preciso ler um livro com música quem sabe esse livro mostre que eu estou errada.

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Não conhecia a obra e já gostei, já que adoro livros com plano de fundo musical. Esses romances são sempre tão fortes e envolventes.
    Anotado a dica!
    Nizete
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem?
    Adorei isso de "lado Jojo Sparks", a união desses dois nomes em um apelido só pode significar muuuuuitas lágrimas. Adoro esse estilo de livro, com romances intensos e inesperados, e esse ainda tem o lado musical. Já quero ler!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Não conhecia esse título, mas confesso que não fiquei muito interessada em fazer essa leitura. Não gosto muito de obras nessa temática e tenho a impressão que ele não vai agradar, mesmo com a questão de lágrimas rolarem.
    Vou passar a dica, mas fico muito feliz que você tenha gostado.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  10. OOOiiiiii,eu também recebi o ARC e como você amei a história do Malcom! A Martinha consegue trazer perfeitamente a essência de cada personagem para o livro e eles ficam completamente a cara de cada um deles... Agora estou ansiosa pelo Phil!

    ResponderExcluir
  11. Oi flor
    Então, meninteressei super pela história. Essa coisa de banda, rock, me interessa muito, provavelmente influência de umas certas fanfictions que eu li por aí. Rsrs
    Não tenho certeza se eu e tendi por que não conheço os volumes anteriores mas vou atrás com certeza.
    Xero.

    ResponderExcluir
  12. Oi, parabéns pela resenha, mas passo a dica de livro.

    Abraços, José Marcos.

    ResponderExcluir
  13. Amei a resenha!!! Esse livro tem uma pegada que gosto muito, mas ainda não conhecia, estou fazendo uma lista para 2018 enquanto tento bater a meta de livros de 2017 e sua resenha me ajudou bastante, muito obrigada!

    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  14. Oi Anastácia, que legal saber que vc curte música e muito mais é envolvida com guitarra. Eu não toco nada e simplesmente minha alma é movida a música.
    Parabéns pela resenha completa e envolvente. Não li nada da autora e a cada resenha que leio de livros dela me convenço que tenho que ler logo.

    Bjo
    Tânia Bueno

    ResponderExcluir