Resenha: A Escolha, @univdoslivros

05 janeiro 2018
Emocione-se e se surpreenda com a tão aguardada sequência da série best-seller Irmandade da Adaga Negra, da autora best-seller do The New York Times, J. R. Ward! Xcor, líder do Bando de Bastardos e acusado de traição contra o Rei Cego, enfrentará um interrogatório brutal e um destino tortuoso nas mãos da Irmandade da Adaga Negra. Todavia, depois de uma vida marcada pela crueldade e por decisões infelizes, ele aceita seu destino de soldado, sendo que seu único lamento é a perda da fêmea sagrada que nunca foi sua: a Escolhida Layla. Somente Layla conhece a verdade capaz de salvar a vida de Xcor. Mas revelar seu sacrifício e sua herança secreta exporá a ambos e destruirá tudo o que Layla mais ama – até mesmo o papel de genitora de seus filhos preciosos. Dividida entre o amor e a lealdade, ela precisará criar coragem para enfrentar sua única família, a fim de defender o macho que amará para sempre. Além disso, mesmo se Xcor recebesse o perdão de alguma maneira, ele e Layla teriam de enfrentar um desafio ainda maior: criar uma ponte sobre a fenda que afasta seus mundos sem sedimentar o caminho para uma guerra de proporções ainda mais devastadoras, incorrendo em desolação e morte. Além disso, quando um velho e perigoso inimigo retorna a Caldwell, e a identidade de uma nova divindade é revelada, nada é certo ou garantido no mundo da Irmandade da Adaga Negra, nem mesmo o amor verdadeiro.

Oi gente!
Olha eu aqui trazendo a minha primeira resenha de 2018, e é a resenha do Xcor e da Layla, o livro tão esperado do Bastardo mais querido de todos!


*ATENÇÃO CONTÉM SPOILERS DOS LIVROS ANTERIORES!*


Ás vezes a gentileza e o amor podiam ser tão difíceis de testemunhar quanto a violência. Às vezes quando se está do lado de fora, ver duas pessoas tão em sintonia era uma cena saída de um filme de terror, o tipo de coisa da qual você quer se manter afastado, quer esquecer, banir da memória – ainda mais quando se está prestes a deitar e enfrentar sozinha um longo dia de horas no escuro.
A história gira em torno de Xcor e Layla. Ele líder do Bando de Bastardos que vieram da Europa com a intenção de acabar com o Rei Cego 💓 Wrath e assumir o trono/liderança da Irmandade. E ela , uma Escolhida que vivia no Fade e descia a terra para alimentar os membros da Irmandade.
Porém tudo muda quando as Escolhidas deixam de viver no Fade e passam a morar em Caldwell, Nova York com os irmãos e em determinado momento Layla conhece ele.
Uma relação complicada surge entre os dois.

_ Eu amo Layla. E nunca tomei o corpo dela, tampouco o farei. Nunca mais a procurarei, tampouco pousarei os olhos sobre ela. Quer que eu morra? Pois bem, já morri, pois cada noite que ela vive com você e seus filhos, sou assassinado por não estar na presença dela. Portanto seu objetivo foi conquistado.
Aí a coisa fica feia!!!
Ele é capturado pela Irmandade e fica em coma. O irmão Tohr quer a cabeça dele.
Layla finalmente, aleluia, amém Senhor e muitos vivas para a Virgem Escriba, tem os gêmeos e entra em depressão por saber que, mesmo sem querer colocou o inimigo em contato com a Irmandade.
Qhuinn, que babacão!!!!
Caramba!!!!!
Várias tretas acontecem e vários crushs dos outros livros aparecem e várias, várias coisas engatilhadas para os próximos livros.

  • Lassiter, nosso anjo fofo.
  • Os Sombras, só amor por esses dois.
  • Os bebês fofos, Lyric e Rhamp.
  • Saxton, amorzinho.

Com a liberdade vinha a obrigação da autodescoberta, concluiu.
Afinal, como se pode exercitar suas escolhas há se tem a mínima ideia sobre a identidade? Rótulos de nada adiantariam, títulos como “mahmen” ou “shellan” não a ajudariam. Era preciso mergulhar dentro de si e descobrir como preencher as horas com atividades significativas para si mesma, enquanto pessoa, enquanto indivíduo.



Ficha técnica:
Autor: J.R. Ward
Editora: Universo dos Livros
Ano: 2017
Páginas: 527
Skoob: A Escolha

Um comentário

  1. Olá Marli!!!
    Adorei a resenha!!! Mas confesso, q to perdidona kkkkkkkkk
    Acho q faz mais sentido, pra quem leu mesmo...esses nomes, são mega engraçados e acho q leio todos errados, mas o q importa é a intenção kkkkk...Tenho muita curiosidade sobre essa Saga, mas vou abrir o jogo, rola um medo de taaantos livros, de um gênero q não está na minha zona de conforto, fora q não tenho lugar pra guardar todos kkkkkkk... Maaasss, como "nunca diga nunca", vou deixar anotado ;-)
    Bjs :-*

    ResponderExcluir