Resenha: A Fênix de Fabergé, @amazonBR

25 janeiro 2018
Sinopse: Um homem sofrido, por anos amargurado pelas lembranças que marcaram seu corpo e alma. Superou a tragédia e se tornou capaz de enfrentar situações difíceis. A inocência e os sonhos do menino, incinerados cruelmente, renasceram das cinzas, em forma de desejos e anseios do homem cheio de energia e poder.Vive intensamente todas as oportunidades para ser feliz. Seu grande objetivo: vingar-se do responsável que esmagou o sonho de sua família e fazer justiça. Nada nem ninguém o demoverá de seus planos!Uma mulher oprimida e abusada, inconsciente de suas desconhecidas e múltiplas facetas. Sempre solitária, não tem relacionamentos duradouros, apenas lembranças dos que conheceu na infância, que guarda como uma gestante a seu filho que, nos momentos de perigo, o esconde e o protege no ventre.Simples e bela, sonha preencher os espaços vazios de sua alma com histórias, amizades e amor, para ter a riqueza de uma vida estável e segura. Capaz de ser obediente e passiva diante de um pai abusivo, é cheia de personalidade e desejos. Não desistirá de seus sonhos por nada nem ninguém!Aleksei e Kenya, artistas itinerantes que despertam encantamento e alegria por onde passam. Dois seres que, ao cruzarem o caminho um do outro, viverão, como os Ovos de Fabergé, um enigma que esconde surpresas inimagináveis, um amor cheio de perfeição e beleza sedutora ou o prenúncio de um esplendor condenado à destruição.Uma história de magia, encantamento, deslumbre e humor contagiante, inspirada na centenária arte circense de todos os tempos e na admirável e fantástica cultura russa. Senhoras e Senhores, o Gran Circo Asjevilétui (Oживлять - Renascer) apresenta-lhes... A Fênix de Fabergé.

Como um presente maravilhoso que é um Ovo de Fabergé, minha vida se tornou uma surpresa em termos de superação e de sucesso no ramo de trabalho que sempre amei.

Hello pessoal, tudo certinho?! Hoje a resenha é de um livro que já estava há tempo no meu kindle e eu só enrolando para ler. Mas eis que me deparei com um livro totalmente diferente de tudo que já li, que não só surpreende pelo título, mas também pela história. Então confiram comigo.

A Fênix de Fabergé, putz, dá para esclarecer, Anastacia?? Com certeza, vamos lá, em termos rápidos, vocês sabem que a Fênix é aquela ave mitológica que renasce das cinzas, ou seja, ela é destruída para renascer, mais bela e mais poderosa. Os ovos de Fabergé, são relíquias raríssimas, joias que guardam surpresas em miniaturas, em termos bem leigos tá gente, só  para vocês entenderem o título, e é exatamente isso que encontramos aqui. Um homem que renasce das cinzas e que guardas muitos segredos e surpresas.

Aleksei é dono de um circo de muito sucesso, empresário correto e admirado no ramo (ok, não lembro de nenhuma história que eu tenha lido que me mostrasse o dia a dia num circo, então muitos pontos na questão criatividade), mas nem sempre foi assim. Ele e seu pai quando chegaram ao Brasil foram trabalhar em um circo onde o dono era um tirano, até que um dia essa tirania não só destruiu ao circo como destruiu muitas vidas, e ele jurou se vingar.

Sua vingança é seu maior propósito e para isso ele não mede consequências e nem custos, com isso ele vai atrás de uma contorcionista que pode ajudá-lo em seu intento. A única questão é que Kenya será uma marionete, assim como sua habilidade, para chegar a um fim.

Aleksei conta com uma rede de confiança entre sua família consanguínea e a sua família circense, ele sabe que pode confiar em todos para manterem sua identidade e suas intenções em segredo. Mas será que todo mundo realmente é confiável? Será que todos estão na mesma vibração? Será que a amizade e a lealdade falarão mais alto?

O que ele não esperava era se encantar e descobrir que a jovem contorcionista não tinha um traço sequer de maldade, e que, mesmo sendo filha daquele assassino tirano, era tão vítima dele quanto qualquer outra pessoa. E aí, será que ele levará consideração os sentimentos das outras pessoas antes de dar vazão a todo o seu ódio?
Anos de reações violentas fazem uma pessoa parar de pisar em areia movediça e aprende a se conformar com as coisas como ela vêm.
Adorei pegar um livro com uma cultura totalmente desconhecida para mim, me alegrei em ver o trabalho de pesquisa das autoras, mas acho que acabou ficando um pouco extenso demais, acho que isso atrapalhou um pouco o desenrolar da história, outra coisa que me incomodou muito, isso é uma opinião muito particular, é o quanto a Kenya tolerou do pai, para mim é muito difícil lidar com personagens assim. Mas fora isso é uma leitura muito legal.
 – Podemos fazer qualquer coisa nesta vida, Kenya, desde que estejamos seguros conosco... se você quer algo, lute para ter e agarre com força!
Ficha Técnica:
Autor: Sue Hecker e Cassandra Gia
Páginas: 443
Editora: Independente
Ano: 2017

Até mais


4 comentários

  1. Acho que nunca li um livro que tenha circo como enredo, achei a temática bem interessante! Soube que o livro chegará aqui pela Harlequin, será? Adorei a resenha!

    ~ Compulsivamente Literária

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pela linda resenha! Adorei! Sim, ficou extenso, mas como tínhamos o propósito de apresentar, numa ficção, elementos de uma cultura pouco conhecida (a russa) e uma realidade pouco abordada nos livros (a do circo), ficou difícil deixar pontos importantes sem abordar. No caso de Kenya, ela só conheceu a realidade que o pai lhe permitiu, tendo sido vítima de abuso por parte dele desde criança. Relatos reais me deixaram de queixo caído! É uma realidade muito triste... Mas o livro será publicado pela Harlequin Books do Brasil e levaremos sua opinião em consideração ao fazermos o copydesk. Muito obrigada!!! 🎪♥️♥️🎪

    ResponderExcluir
  3. Que delícia. Amei a resenha e as observações. Como Cassandra mencionou, levaremos em consideração as observações, para que cheque lindo em físico. Obrigada pelo carinho e prestigio ao nosso trabalho.

    ResponderExcluir
  4. Olá! Tbm li e adorei.
    Tbm achei que muitas coisas li poderiam ser pulada para dar um melhor andamento na história. Ansiosa com a publicão da Harlequin e ter o meu na estante ❤️

    ResponderExcluir