Resenha: Um Amor Inesperado, @pedrazul

22 janeiro 2018
Sinopse: Na antiga Inglaterra, para se livrar do seu terrível tutor, Amélia embarca em um plano mirabolante: casar-se com um total desconhecido, ainda por cima prisioneiro da Coroa Britânica à espera da execução. O plano parece dar certo. Ela se considera viúva e já não sente mais a presença obscura de seu guardião. Mas o mundo de Amélia vira de ponta cabeça quando Lorde Cunnington, o herdeiro até então ignorado do conde de Hartford, assume as propriedades e é recebido como herói na sociedade local. Tudo estaria bem, não fosse o fato de ser ele o prisioneiro com quem ela havia se casado no submundo daquela fétida prisão. Amélia agora precisará enfrentar a vingança do homem cujo nome ela comprou e os novos sentimentos que a simples presença daqueles olhos negros despertava nela.

Ela tinha que aceitar que ele não sentia o mesmo e acostumar-se com sua ausência, mas não seria fácil.

Olá pessoal, tudo certinho?!? Hoje vamos bater um papinho sobre o segundo livro da série Amores, da autora Silvia Spadoni. A resenha do primeiro livro, você encontra AQUI.

Amélia vive sob a opressão de um tutor maldoso e precisa se livrar dele, para isso precisa fazer o que foi determinado por seu pai em testamento. Mas como conseguir isso sem que seja obrigada a ceder aos caprichos de seu tutor? É aí que ela bola um plano mirabolante e audacioso, que não tem furos e nem como não dar certo. Isso é o que ela achava. A realidade foi bem outra.
Aquele homem assustador era senhor de seu destino. Escapara de um tirano cruel e mesquinho e caíra nas mãos... de um herói? Que ironia!
Estar preso e acusado de traição à Coroa foi a única forma que James encontrou de pegar o verdadeiro traidor, ele só não esperava que um pequeno problema de nome Amélia e lindos olhos verdes apareceria e mudaria o rumo de sua história. E assim passado algum tempo ele retorna para assumir um título de conde e se vingar da louca que o obrigou a uma situação que poderia ter arruinado seus planos.

O encontro inesperado com Amélia o fizera relembrar a dor e a humilhação a que fora submetido anos antes na prisão de Fleet e fora necessário um esforço extraordinário para não ceder ao desejo de confrontar aquela víbora diante de todos.
Agora ambos estão com seus receios aflorados, ela com medo de ter se livrado de um tirano acreditando na decisão de terceiros de que o preso escolhido era o certo. Ele com ódio de tudo e de todos e preparado para se vingar, jamais imaginou que seria tão difícil colocar seus planos em prática.

Apesar de todo o medo de Amélia ela sabe que não pode  evitar estar por perto do conde que se mostrou tão educado e simpático na frente de todos os  outros convidados, e como ela precisava que sua história continuasse em segredo cedeu as caprichos e desejos por sua companhia por parte dele. Em contrapartida, apesar de todo ódio por arte de James por Amélia, seus olhos verdes o assombram até hoje. Apesar de toda a raiva o olhar dela ainda povoa seus pensamentos, e isso, o deixa ainda mais irritado.
Maldita mulher, malditos olhos verdes! – praguejou, lembrando-se de que a despeito de todo sofrimento que ele havia passado por causa dela, há anos aqueles olhos invadiam seus sonhos, perturbavam suas noites e traziam infelicidade a seus dias.
Uma história com muitas intrigas e segredos, habitada durante a guerra, tendo como ponto central a inteligência britânica de forma muito singular, nos desperta o desejo de desbravar cada página com mais afinco a fim de descobrirmos o desenrolar dessa história. Pois, por mais que nenhum dos dois queira ceder, a atração entre eles é muito óbvia. E a verdade de cada um nunca é aquilo que imaginamos, não é mesmo?! Então preparem seus corações para essa linda história que pode não ter começado com o amor, mas que com certeza findará com ele, mesmo que no meio do caminho haja sequestros, traição e muito luta.

O diferencial do livro, na minha opinião, é ver o decorrer da relação deles depois que os primeiros mistérios sejam resolvidos, quando achamos que o “felizes para sempre” chegou, a autora foi lá e ousou, inserindo um mistério intrigante e divertido.
Ele lhe devia sua liberdade, era o mínimo que podia fazer. E jamais, jamais revelaria as condições de seu casamento, se ela optasse pelo divórcio.
Um livro com uma história tocante e emocionante escrito de forma apaixonada, que nos encanta e nos envolve sem que tenhamos tempo para sequer pensar em largá-lo, uma leitura muito fluida e completamente envolvente.

Ficha Técnica:
Autor: Silvia Spadoni
Páginas: 220
Editora: Pedrazul
Ano: 2017

Até mais


Nenhum comentário

Postar um comentário