Resenha: Mais Que Amigos

04 junho 2018
Sinopse: Será que vale a pena arriscar uma grande amizade em troca de um amor inesquecível?Aos vinte e dois anos, a jovem Parker Blanton leva a vida que sempre sonhou. Tem um namorado inteligente e responsável, um emprego promissor e a companhia de seu melhor amigo, Ben Olsen, com quem divide um lindo apartamento. Parker e Ben são tão grudados que muita gente duvida que eles morem sob o mesmo teto sem nunca ter vivido um caso, mas eles não se importam com o que as pessoas pensam. Sabem que não foram feitos um para o outro — pelo menos não para se envolver. Por isso, quando um acontecimento inesperado faz com que Parker se veja sem namorado e com o coração partido, ela sabe que pode contar com Ben para ajudá-la a sacudir a poeira e partir para outra. Afinal, ninguém seria mais ideal do que seu melhor amigo para lhe mostrar os prazeres da vida de solteiro… certo? Mais que amigos é uma comédia romântica irresistível!

Hello pessoal, vamos bater um papo sobre a aposta da Paralela Mais que Amigos, no original: Blurred Lines. Apesar do trabalho de capa não ter ficado ruim, farei a chata e direi que esse título ficou meia boca, mas o livro é muito fofo.

Parker e Ben são amigos desde a faculdade. Logo que se conheceram se aproximaram e após formados foram dividir uma casa, até aí zero problema. Ele solteiro convicto, ela em uma relação séria, pronta para o próximo passo.
"Garotos e garotas não conseguem ser só amigos. Ou pelo menos nãomelhores amigos.As coisas acabam se complicando."
Apesar de ambos acharem o outro atraente, nunca foi algo que os fizesse dar mais dee um pensamento para a questão, e assim todos são felizes. Até Parker levar um pé na bunda do seu namorado certinho, Lance. Ela fica arrasada e resolve que não quer mais esse negócio de relacionamento. Agora ela quer ser como Ben, pegar pessoas aleatórias, colicar o sexo em dia e seguir em frente. Mas ela jamais imaginou que seria tão difícil se interessar por algum cara aleatório.

Mesmo contando com a ajuda de Ben no seu intuito, Parker está com dificuldades e numa conversa despretensiosa com sua mãe teve uma ideia que pode por em risco tudo o que mais preza, sua amizade com Ben. E a partir dessa "grande ideia" tudo passa a fazer sentido entre eles como nunca fez. O único problema é que o coração nem sempre segue o que nosso cérebro determina.
"Às vezes, relembrando aquela época, eu me arrependo de não ter agido rápido, de não ter ficado com a garota mais incrível que já conheci quando tinha a chance. Porque agora não dá mais. Ela tem namorado. Além disso, tenho medo de estragar o relacionamento mais legal que já tive."
Num livro com uma linguagem muito fluida e divertida, vemos como as relações de amizade interferem em nossas decisões e em nossas vidas. O quão importante é termos alguém em quem confiamos ali ao nosso lado, e que perda desse vínculo é muito pior que um pé na bunda. Esteja preparada para torcer ora pra um, ora pra outro. Para odiar um e depois o outro. E no final não saber exatamente o que você quer ver.
"Não é a primeira vez que Ben recebe gente que não conheço muito bem. Nem a primeira vez que o vejo com uma garota.

Isso nunca me incomodou. E não incomoda agora.
Então por que parece que estou prestes a vomitar?"
Com momentos sérios de superação, e com momentos lindos de reafirmação da amizade deles, Mais Que Amigos é aquele livro que você comeca gostando desde o primeiro capítulo e só quer largar depois que chegar ao fim. Apesar da boa história, tem umas questões de preparação que deveriam ser vistas com mais cuidado, não tira o brilho da história e nem afeta sua compreensão, porém para uma editora grande é meio inaceitável.

Leitura super recomendada, é aquele tipo de livro que nos faz suspirar e ao final da leitura estamos mais felizes. Ele cumpre seu papel 100% em nos entreter. Um livro simplesmente adorável.

Quatro notas musicais para o livro, pela história divertida e fofa.

Ficha Técnica:
Autor: Lauren Layne
Páginas: 224
Editora: Paralela
Ano: 2018

Até mais!

Nenhum comentário

Postar um comentário