Resenha: Felicidade Desejada

17 julho 2018
Sinopse: Esta é a história de Sean Miller, um Dom que tirará sua calcinha com apenas um movimento de sobrancelha e fará até as mulheres mais fortes caírem de joelhos em submissão com seu olhar penetrante.
Então temos Samantha Richards, uma policial durona, com uma armadura aparentemente impenetrável e forte o suficiente para resistir a todos, exceto ao único homem que a faz se abrir.
Aviso: Se você pensou que os dois primeiros livros da série Bliss eram quentes, você ainda não viu nada. Neste, teremos o uso criativo de algemas, cacetetes, uma cena no clube que você tem que ler para acreditar, e um homem duro como aço e dominante, mas cego quando uma mulher forte o suficiente para desarmá-lo ameaça sua determinação ao não permitir que seu passado dite seu futuro.


Hello pessoas, tudo certinho?!?! Hoje vamos falar do terceiro livro da série Bliss, Felicidade Desejada!!! Sean Miller já é nosso velho conhecido, se você leu o primeiro livro, já topou com ele, se não leu, vai conhecer toda a sua personalidade dominante agora!!!

Sean e Samantha se conheceram na faculdade, a paixão floresceu após um embate quente sobre política. Tudo estava indo bem até que, a mãe de Sammy, resolveu que um homem dominador não era bom para ela. Um homem como esse só serviria para acabar com sua liberdade e seus interesses e com isso ela acabou a relação e no momento em que ele mais precisaria dela. Dez anos se passaram e nunca mais se encontraram, até esse momento.
“Sean MillerO grande sacrifício da minha vida.Aquele que deixei partir.”
Sean já perdeu as contas de quantas vezes teve que resolver as encrencas de seu irmão Ryan, sua postura, de ser a pessoa que tudo resolve, desde que perdeu seus pais, contribuiu para esse comportamento irresponsável de seu irmão. O que ele não imaginava é que, uma das ações dele, traria de volta a sua vida a única mulher que ele nunca esqueceu, a única mulher que ele queria para sempre em sua vida e em sua cama.
“ Se a morte dos meus pais me ensinou algo foi que a vida pode mudar num piscar de olhos, então você tem que vivê-la como se fosse eu último dia na terra. Se ao menos fosse assim tão fácil...”
Pois é minha gente, uma grande confusão pode por vezes afastar e na mesma proporção aproximar as pessoas. E exatamente esse foi o motivo do afastamento de Sean e Samantha, nossa opinião sobre o outro não pode ser baseada em experiências anteriores, porque as pessoas não são iguais, e fatalmente, teremos uma análise parcial. E julgar o caráter de alguém, com base em outra pessoa, quase sempre vai dar errado.
“Reúno toda a força que tenho e me viro, afastando-me da única mulher que nunca quis deixar, a única que precisa tomar a decisão sobre o que e quem verdadeiramente quer. E logo.”
Os dois tiveram dez anos de teimosia e de conclusões precipitadas. Ela achando que foi descartada por outra, e ele, pensando exatamente a mesma coisa mas por motivos totalmente inerentes a sua personalidade. Foi preciso que a vida de Ryan estivesse em perigo para que esses dois se reencontrasse. E novamente a vida de Ryan estará entre eles dois. Será que eles serão capazes de superar suas personalidades e conseguirão se reconectar?

Esse de fato é o livro mais intenso, em questões de relacionamento, seja amoroso ou familiar. Um enrosco sem fim, mas que nos leva a virar cada uma das páginas querendo mais e mais, desses personagens que nos encantam desde a primeira página.
“Tenho lutado, batalhado por ela, e, nesse momento, sei que continuarei lutando por Sam até o último dia de vida.!
Quatro notas bem quentes para Sean e Sammy!


Ficha técnica:
Autor: B. J. Harvey
Editora: Charme
Ano: 2018
Páginas: 224

Até mais!


Nenhum comentário

Postar um comentário