Resenha: No Ritmo do Amor

11 setembro 2018
Sinopse: Duas almas atormentadas unidas por uma grande paixão.
A linda e encantadora Jasmine Greene nasceu para brilhar. Cantora nata, ela cresceu sabendo que tinha vindo ao mundo para ser famosa, pois sua mãe — uma artista frustrada que concentrava na filha todas as suas expectativas — não a deixava se esquecer disso um minuto sequer. A vida da jovem de 16 anos se resume a estúdios, aulas de dança e canto e a inúmeros testes para ser o grande nome da música pop. Ela não tem tempo nem de ir à escola, é educada em casa e sofre com a rotina atribulada. Para Jasmine, o pior de tudo é não poder cantar soul, sua paixão.
Mas ela não reclama, porque, na verdade, seu maior sonho é fazer com que a mãe tenha orgulho dela. Elliott Adams é uma alma atormentada. Para ele, cada dia é uma batalha a ser vencida. O rapaz tímido, humilde e franzino sofre bullying na escola por causa de sua aparência e por ser gago. Mas ele é mais forte do que imagina e encontrou em seu saxofone uma válvula de escape. Tira todas as suas forças dos acordes de Duke Ellington, Charlie Parker e Ella Fitzgerald, seus maiores ídolos. 
Quando Jasmine finalmente consegue a permissão da mãe para frequentar a escola pela primeira vez na vida, sente que ganhou na loteria. Adora estar cercada de pessoas da sua idade, que vivem os mesmos dilemas e questionamentos... ela só odeia ver o garoto mais encantador que já conheceu na vida sofrer na mão dos valentões e fará tudo o que estiver ao seu alcance para mostrar a Elliott que ele não está sozinho. Aos poucos, esses dois jovens sofredores irão descobrir que têm muito mais em comum do que o amor pela música. Mas será que vão superar as reviravoltas que o destino preparou para eles?
"A Música era meu refugio. Eu era capaz de rastejar para o espaço entre as notas e dar as costas para a solidão."
Maya Angelou

Hello pessoal, vamos falar desse livro maravilhoso, mas que foi escrito para fazer picadinho de nosso coração e depois ir colando cada um aos poucos. No Ritmo do amor, (graças aos céus trocaram o título, obrigada Record), é o primeiro livro da série Music Street da autora Brittainy C. Cherry.

Como sempre, todos os livros dela estão aí para nos ensinar alguma coisa e nos tirar da nossa zona de conforto. Elliot e Jasmine se conheceram na escola aos dezesseis anos. Ele um musicista talentoso, que sempre recebeu o apoio de sua família para tocar seu Jazz tão amado.  Ela uma aspirante a pop star seguindo os sonhos de sua mãe, ela queria mesmo era cantar soul, mas sua mãe sempre disse que esse tipo de música, preciso de um “certo” tipo de pessoa para cantar. Na escola eles sempre pertenceram a mundos distintos, ela a menina popular e linda, ele o garoto que sofre bullying.
"Os momentos mais felizes da minha vida foram na escola, durante o ensino médio. a maioria das pessoas ficaria feliz por não frequentar a escola, mas foi a primeira vez na vida que senti que estava exatamente onde deveria estar."

Jasmine nunca teve a oportunidade de ter uma vida normal, pois a obsessão de sua mãe pelo estrelato a fazia seguir uma rotina excruciante de treinos e ensaios, e isso nunca a permitiu ser educada em uma escola normalmente, até que eles se mudaram para Nova Orleans e ela insistiu em poder frequentar uma escola. E é lá que ela conheceu Elliot, o menino mais doce, educado, talentoso que já viu. Mas o rapaz apesar de todos esses predicados sofria bullying por vários motivos, e  no intuito de ajudá-lo ela acaba por envolver-se em uma situação extremamente degradante.
"Os piores momentos da minha vida foram na escola, durante o ensino médio. Eu mal podia esperar para encerrar aquele capítulo da minha vida."
Mas nem só de coisas ruins sua vida é feita nesse momento, a amizade com Elliot e, a possibilidade de vê-lo tocar todos os sábados, são um alento em sua vida tão louca. E para conseguir isso ela conta com a ajuda de Ray, seu padrasto, para poder enrolar sua mãe. Uma amizade que começou meio estranha, acaba evoluindo e tornando-se algo especial. Mas quis o destino. NÃO! O destino coisa nenhuma, a louca da mãe dela que as coisas fossem como ela queria, então ela simplesmente decide que elas irão para a Europa, para que Jasmine consiga enfim, o sucesso tão almejado. E aí eles se despedem. E seis longos anos se passam. E seis anos mudam demais as pessoas.
"Nenhuma mulher é capaz de se apaixonar só pela música ou pelo jazz. No fundo, ela sempre quer o músico que está por trás dos acordes."
Quando se despediram, Elliot ficou arrasado, mas ainda mantinha contato com sua Jazz por e-mail, até que o Bullying ultrapassou todos os limites e transformou-se em algo muito pior, e depois desse ocorrido ele se fechou para o mundo. Afastou-se de todos e nunca mais tocou seu sax. Nunca mais respondeu os e-mails dela. Cansada da vida que nunca quis, Jasmine retorna para Nova Orleans e tenta encontrar Elliot, mas descobre que sua família mudou-se do antigo endereço. Mas como tudo o que tem que ser acaba acontecendo, ela consegue encontrá-lo, mas descobre que o seu menino não existe mais. Mas ainda assim ela não desiste dele. Ainda não.
"Às vezes, as pessoas não precisam de palavras, Elliot. Elas só precisam de alguém ao lado, como se fosse um lembrete de que não estão sozinhas."
Brittainy conseguiu reunir nesse livro vários elementos de tortura rsrsrs, temos uma história carregada de sentimentos e de lutas. De verdades que nos afligem diariamente, mas que por algum motivo, não conseguimos enxergar. A questão do abuso não é abordada levianamente, muito pelo contrário, ela mostra que muitas das vezes os jovens praticam bullying porque seus pais preferem não ver e não corrigí-los e que a escola que deveria lutar contra, acaba por ser conivente, quando o dinheiro fala mais alto.

Uma história apaixonante sobre amor e amizade, sobre a lealdade daqueles que nos amam, independente de relação consanguínea. Um livro arrebatador em todos os sentidos. História linda, personagens apaixonantes e trilha sonora deliciosa. Preparem seus corações para Jasmine e Elliot e separem seus lencinhos, pois eles serão mais que necessários.
"Você é a música em mundo mudo, e o meus coração bate só porque você está aqui."
Cinco notas e com certeza um dos favoritos do ano.

Ficha Técnica:
Autor: Brittainy C. Cherry
Páginas: 336
Editora: Record
Ano: 2018

Até mais

Nenhum comentário

Postar um comentário