Resenha: Justiça a Qualquer Preço

14 janeiro 2019
Sinopse: Mark, Todd e Zola ingressaram na faculdade de Direito porque queriam mudar o mundo e torná-lo um lugar melhor. Fizeram empréstimos altíssimos para pagar uma instituição de ponta e agora, cursando o último semestre, descobrem que os formandos raramente passam no exame da Ordem dos Advogados e, muito menos, conseguem bons empregos.
Quando ficam sabendo que a universidade pertence a um obscuro operador de investimentos de alto risco que, por acaso, também é dono de um banco especializado em empréstimos estudantis, os três se dão conta de que caíram no grande golpe das faculdades de Direito.
Então eles começam a bolar uma forma de se livrar da dívida esmagadora, desmascarar o banco e o esquema fraudulento e ainda ganhar alguns trocados no caminho. Mas, para isso, precisam abandonar a faculdade, fingir que são habilitados a exercer a profissão e entrar em uma batalha contra um bilionário e o FBI.
Arranje uma poltrona bem confortável, porque você não vai conseguir largar Justiça a qualquer preço.
Hello pessoas, estou sumidas das resenhas eu sei, mas é que estava tudo uma loucura, agora tudo voltou a se encaminhar, amém!!! Vamos falar sobre Justiça a Qualquer Preço do mestre John Grisham.

O autor, agora de casa nova no Brasil, é velho conhecido dos enredos jurídicos. Você pode até achar que não conhece nada dele, mas se você assistiu Tempo de Matar, A Firma, O Homem que Fazia Chover entre outros, são todos filmes baseados em obras dele. Minha adolescência e entrada na vida adulta foi regada de livros dele.

Mas vamos nos ater a esta obra, que fala sobre sonhos e no pesadelo que eles podem se transformar quando o capitalismo entra em cena. Deixando claro que não vou entrar em discussões politicas aqui, mas a critica sócio econômica sempre existiu em suas obras e aqui não foi diferente.


Três amigos que cursam direito, a base de créditos estudantis super faturados e pensados para deixá-los com a dívida pelo resto da vida, precisam saber como sobreviver ao exame da ordem (OAB para contextualizar) e como pagar por essa dívida quando os empregos não são exatamente tudo aquilo que eles imaginavam. Por trás disso tudo, existe um esquema fraudulento e milionário para que esses alunos não consigam quitar suas dívidas.

Em contrapartida, cada um deles, Mark, Todd e Zola, precisam lidar com suas questões familiares e complicadas para se assomar as questões acadêmicas. Mais uma vez não me arrependi do que encontrei. John Grisham tem o dom de te entreter, de te fazer mergulhar em seus contextos e te fazer ansiar por mais uma página até o fim.

Cada uma das ações jurídicas,  apesar da licença poética ficcional tem uma base estrutural existente, pois o próprio autor é formado em direito. Então se você gosta de tramas inteligentes, que te faça pensar e ansiar pela próxima página,  esse livro é pra você!!!

Cinco estrelas bem merecidas e já torcendo por mais livros dele por aqui.


Garanta o seu:
Físico: https://amzn.to/2LDZqp1
E-book: https://amzn.to/2BIx6xf


Nenhum comentário

Postar um comentário