Resenha: Nas Colinas de Dorsetshire

14 março 2019
Lolla é a jovial e sagaz filha do meio da família Gibbons. De origem humilde, eles residem na vila de Bincombe, na Inglaterra. Para Lolla nada falta e a felicidade é sua companheira. Obstinada, com uma mente vivaz e personalidade forte, ela vê sua paz e destino serem afetados quando em sua casa aparece um senhor e oferece trabalho para seu pai em sua rica propriedade de campo apenas com o interesse de convencê-lo a entregar Lolla para ser sua esposa. A diferença de idade e ideais formam um grande abismo entre eles, evidenciando as dissemelhanças que a aterrorizam, além do comportamento abominável que o homem apresenta. Diante de tais conflitos, a situação só piora quando Lolla conhece o filho do seu indesejado noivo e se apaixona por ele, se entregando a um amor arrebatador que os levará a vivenciar tormentas inconcebíveis em nome da prometida felicidade.

Amanda foi boazinha e fez uma sinopse mais completa para Nas Colinas de Dorsetshire, ao contrário de O Bosque de Faias e Um Amor para Johan. Então, felizmente, vou poder contar mais para vocês do que contei nas resenhas anteriores, porque vocês sabem que odeio spoilers e não conto mais do que a sinopse apresenta.

Lolla é uma jovem humilde, com um coração muito puro. Ao que parece, contrário ao coração de seus pais, que não pensam duas vezes antes de darem-na para casamento com um senhor muito mais velho. Eles tramam tudo por trás dos filhos, e quando Lolla descobre, ela já está prometida a James. 


Se ela não aceitar, então sua irmã mais nova, de apenas catorze anos, será sacrificada em nome da família e será noiva do senhor, que "terá a paciência de esperá-la" por dois anos, até que esteja mais velha para assumir o compromisso. Então, pelo amor que sente por sua irmã, Lolla aceita ser noiva de quem ela odeia, um senhor que trata mal os criados, é arrogante, come e bebe excessivamente. 

Como poderei fazer com que ele entenda que não há nenhum remédio para mim? Sei que o pior ainda não começou e sei que a dor ainda machucará mais forte, mas posso permitir que seja minha irmã a estar então em meu lugar? Sentirei algum alívio ou alguma felicidade se puder deixar Audrey viver o que Emily viveu?

Emily é a falecida esposa de James Boorman, o asqueroso noivo de Lolla. Ela conhecerá detalhes sobre sua vida quando for para Londres, para passar uma temporada em uma de suas futuras casas, quando terá a oportunidade de ler o diário da mulher. Lá, ela também conhecerá James, o filho do senhor Boorman, só que apesar do mesmo nome, seu coração é tão puro quanto o de Lolla. Os dois se apaixonam perdidamente, mas como contrariar a ira do James pai? Como serão felizes, enquanto ele viver?

Os dois se encontram às escondidas, já que seu noivo ainda não chegou a Londres. Os únicos moradores da casa são uma criada e Richard, o irmão de Lolla, que a acompanhou à cidade. O amor dos dois é descoberto, mas ainda é segredo de James mau. E apesar das boas intenções de todos, não será fácil despistá-lo sem correr risco de vida. 

Não diga isso... O senhor não está falando sério sobre estar apaixonado. Isso não pode ser! - Jamais serei leviano com meus sentimentos, senhorita Gibbons. Se estou confessando o que sinto é porque tenho certeza. A senhorita precisa saber que tem ocupado meus pensamentos durante todos os dias e noites desde que chegou a Londres.

Não é preciso ser gênio para saber que Amanda dará um jeito de resolver tudo para os pombinhos. E não é spoiler, porque se não fosse assim, para que escrever um romance? E um romance muito lindo, por sinal. Por este motivo, segue mais uma citação, esta prevendo dias de esperança.

Toda maldade revela muita fraqueza, sabia, menina? - disse o senhor Julius, parando ao meu lado, olhando para mim e para a senhora Holly. Mas não há mal que dure para sempre e há coisas que nunca podem ser destruídas. Suas roupas podem ter queimado, mas sua essência, quem você é, isso é indestrutível.

Amanda fez tudo tão bonitinho que conseguiu ainda trazer um final feliz para mais dois casais, que conhecemos e passamos a querer bem com a leitura das páginas. Nós, seus parceiros, já pedimos para ela um livro somente sobre um casal desses, com aprofundamento de sua história, e eu gostaria muito que desse certo. Eles merecem muito um final mais do que feliz! 

Ficha técnica:
Autor: Amanda Bonatti
Editora: Coerência
Ano: 2018
Páginas: 280

4 comentários

  1. Eu me apaixonei por esse casal,a forma como eles foram se conhecendo é se apaixonando, foi uma linda historia de amor e sacrifício, mas que no final o perdão prevaleceu nos corações dos que sabem amar. Sua resenha como sempre foi perfeita amiga parabens.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que a mensagem que a Amanda quis nos passar foi essa mesma, de perdão, de que tudo vale a pena em nome do amor.

      Fiquei muito feliz com seu comentário, Rô!

      Excluir
  2. Ainda não li Colinas e estou ainda mais ansiosa depois da sua resenha, amo finais felizes e romances por mais clichês que sejam, então com certeza vou adorar! ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, May com certeza você vai adorar! É uma história deliciosa!

      Excluir