Resenha: A Pequena Livraria dos Sonhos

23 maio 2019
A PEQUENA LIVRARIA DOS SONHOS FAZ PARTE DE UMA NOVA COLEÇÃO DE ROMANCES DA EDITORA ARQUEIRO, “ROMANCES DE HOJE”. Um romance sobre importância da leitura e da literatura para diversos tipos de pessoa. "Nina é uma leitora voraz que sonha em ter a própria lojinha de livros. Só que a vida real é um pouco mais complicada que as histórias que ela ama ler, o que ela descobre quando se muda para as lindas Terras Altas da Escócia para transformar seus sonhos em realidade… Tentei escrever o tipo de livro que adoro – convidativo, engraçado (ESPERO), com caras gatinhos (LÓGICO), mas também totalmente dedicado a nós, amantes de livros: os leitores.Venha se juntar à nossa turma!" Beijos, Jenny. Nina Redmond é uma bibliotecária que passa os dias unindo alegremente livros e pessoas – ela sempre sabe as histórias ideais para cada leitor. Mas, quando a biblioteca pública em que trabalha fecha as portas, Nina não tem ideia do que fazer. Então, um anúncio de classificados chama sua atenção: uma van que ela pode transformar em uma livraria volante, para dirigir pela Escócia e, com o poder da literatura, transformar vidas em cada lugar por que passar. Usando toda a sua coragem e suas economias, Nina larga tudo e vai começar do zero em um vilarejo nas Terras Altas. Ali ela descobre um mundo de aventura, magia e romance, e o lugar aos poucos vai se tornando o seu lar. Um local onde, talvez, ela possa escrever seu próprio final feliz.

Quem nunca julgou um livro pela capa, levante a mão. Tenho certeza de que há poucas ou zero mãos erguidas, porque é um fato comum a praticamente todos os leitores, não é mesmo? Afinal, como não se interessar por um livro com uma capa linda dessas? E ainda mais um que fala sobre livraria? 

Não resisti. Aliás, já engatei a leitura no segundo livro da série (que não é continuação, sequer é escrito pela mesma autora) e pretendo ler o terceiro também. Todos têm capas lindas e atrativas, e são chick-lit, gênero que adoro. 


Nina trabalha em uma biblioteca de Londres, e ela é muito feliz com sua função. Contudo, é pega de surpresa um dia, quando sua chefe avisa que o local irá fechar, pois será incorporado a um centro multimídia em outro lugar. Alguns funcionários serão transferidos, mas a maioria perderá o emprego.

A simpática moça fica à beira das lágrimas, pois não quer ir para o centro, mas não pode se dar ao luxo de ficar desempregada. Então, vai ao treinamento para todos os funcionários, e lá vê o anúncio de uma van, no jornal. Coincidentemente, foi no mesmo dia em que ela expressou seu sonho de abrir uma livraria. 

É claro que Nina não tem condições de abrir uma livraria fixa, pois não vai receber uma alta rescisão, mas ela pode comprar a van. Então, pensou em ter uma livraria itinerante. Só que ela não contava que a van estivesse na Escócia.

E vou receber a indenização pela demissão - acrescentou Nina. E poderia vender o Mini Metro. Então, eu acho...acho que consigo comprar uma van... por pouco, mas dá.  E ainda tenho todo o acervo da biblioteca. E da minha vida. E tenho todo o tempo do mundo, no fim das contas. Quer dizer, eu poderia começar por aí: encher a van de livros e ver o que acontece. 

Apaixonada pelo veículo e em busca de aventuras, por conta do tempo livre, Nina parte para o país vizinho. Lá, conhece muito mais do que a van: pessoas sedentas por leitura, já que na cidade não há livrarias ou bibliotecas. Então, sem nem pensar muito, e após um incidente em sua residência, ela parte para Kirrinfief, cidade onde se instalará e realizará seu sonho.

Na pequena cidade, Nina conhece uma cultura completamente diferente, repleta de diversão, de amizades e cuidados em sociedade. Ela também conhece algumas pessoas interessantes, e a simpática bibliotecária que quase morre em um acidente pode ser pivô de duas paixões. O final foi conforme o esperado, mas a gente só descobre realmente o par de Nina nas últimas páginas.

Você veio para a nossa cidade. Está se saindo melhor do que imaginei, admito. Mas você não está aqui só pra gente te dar o nosso dinheiro em troca de livros. Agora você é das Terras Altas. Aqui a gente cuida uns dos outros. 

Não vou me estender mais para não dar spoiler e também porque acredito que disse o suficiente. O livro é uma delícia, a escrita de Jenny é envolvente desde o início, e certamente é possível de ser lido em um final de semana, até mesmo em uma sentada só. Está entre os favoritos do ano!


Ficha técnica:
Autor: Jenny Colgan
Editora: Arqueiro
Ano: 2019
Páginas: 304

8 comentários

  1. Super ansiosa pra ler esse livro, vou começar ele hoje, influenciada em parte pelos seus comentários. Adoro histórias que se passam ou abordam livrarias; so isso pra mim já é um encanto. E quando tem um romance gostosinho junto, perfeição. Vamos de Jenny Colgan então!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que te convenci, adoro quando isso acontece. Depois me conta, mas tenho certeza de que irá adorar.

      Excluir
    2. Acabei de finalizar a história; gostei bastante, mas acho que criei uma expectativa meio alta com relação ao romance. Foi bonito, mas bem resumido, queria mais detalhes. Amei as referências literárias, ja deu vontade de pesquisar todos os livros mencionados. Foi uma história gostosa,abordou muitas situações pelas quais, nós, leitores, já passamos alguma vez; achei divertido e também encantador. Só esperava realmente mais detalhes no romance, o que talvez seja porque o personagem é mais introspectivo, então não tem grandes conversas com a Nina. Ainda assim, fiquei esperando uma coisinha a mais.

      Excluir
    3. Eu acredito que a autora tenha feito isso de propósito, porque o romance não era o foco do livro, e sim a livraria. Também pode ser para deixar em suspense o par da protagonista, aí tudo se resolveu muito no final.

      Excluir
  2. Fernanda, você tem toda razão! Eu sou uma que julgo o livro pela capa! Mas... nada enche mais o coração de uma leitora apaixonada do que um romance que me pareceu ser super leve e bem fofo. Fiquei super curiosa para descobrir como se desenvolve o romance entre a bibliotecária e as "duas paixões" que você citou. A mudança na vida da personagem também me pareceu bem interessante e eu fiquei morrendo de vontade de ler. Beijos! Karla Samira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é uma delícia, Karla, estou indicando geral kkkk beijos

      Excluir
  3. Super normal julgar um livro pela capa e já me arrependi algumas vezes, rsrs. Mas este pareceu super gostosinho e fiquei com vontade de colocar na minha lista de leitura. Além disso, o nome e a capa me lembraram de "A pequena livraria dos corações solitários" que também está na lista, rsrs.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, em vários momentos da história eu também tive essa sensação, não somente com a capa e o nome do livro. Aliás, é outra série que recomendo muito! Beijos.

      Excluir