Resenha: Esse Duque é Meu

21 julho 2019
Sinopse: Era uma vez, numa época não muito distante…Para Olivia Lytton, seu noivado com o duque de Canterwick é mais uma maldição do que uma promessa de ser feliz para sempre. Pelo menos o título de nobreza dele ajudará sua irmã, Georgiana, a garantir o próprio noivado com o carrancudo – e lindo – Quin, o duque de Sconce, um par perfeito para ela em todos os sentidos.Quer dizer, menos em um, porque Quin está apaixonado por Olivia. A curvilínea, teimosa e inconformista irmã gêmea de sua noiva desperta um desejo desconhecido nele. Mas Quin nunca coloca a paixão à frente da razão, e a razão lhe diz que Georgiana é a noiva perfeita.Quando eles não conseguem resistir à paixão, correm o risco de colocar tudo a perder – o noivado de Olivia, a amizade dela com a irmã e o próprio amor dos dois.Agora só há uma coisa capaz de salvá-los, e ela espera no quarto, onde um magnífico colchão guarda respostas transformadoras ao enigma mais romântico de todos.No quinto livro da coleção Contos de Fadas, Eloisa James traz de volta à baila uma pergunta antiga: será que a perfeição tem alguma coisa a ver com o amor?
Hello pessoas, tudo certinho?? Hoje falaremos sobre o último livro da série Conto de Fadas da Eloisa James, Esse Duque é Meu, história essa baseada em A Princesa e a Ervilha de Hans Christian Andersen.

A história em si, é bem “modernoza” para a época em questão, inclusive em suas referências, e creiam as referências atuais casam muito bem. Olívia e Georgiana são irmãs Gêmeas e foram criadas e preparadas para serem Duquesas, nada mais, nada menos. Cada uma já tem seu noivo, mas quando o amor parece estar do lado errado como fazer com que ele se volte para o lado certo??
“...havia algo no sorriso da Srta. Lytton, nos quadris dela, até no modo como ela não parava de insultá-lo que fazia o coração de Quin acelerar ”
Olívia ama sua irmã, a relação delas é de verdadeira amizade e companheirismo, mas isso não a impede de se apaixonar por seu noivo, o duque errado na equação. Olivia foi prometida ao filho de um amigo de seu pai antes mesmo de nascer, porque afinal, apesar de gêmea, ela é a mais velha, e sua obrigação é garantir um bom casamento para si e garantir o de sua irmã, também.

Mas o que ela não esperava é que se encantaria pelo noivo de sua irmã, que por acaso é filho da autora do livro que sua mãe sabe de cor e salteado e as fez decorar, pois é um verdadeiro manual de como se tornar um verdadeira Duquesa.

Mas apesar disso tudo Olivia não é a dama conformada que sua mãe tanto instruiu que fosse. Georgiana ao contrário, é a dama perfeita, nasceu para ser a duquesa a que foi tão bem ensinada a ser. Mas apesar dos pesares esse não é um livro que retrata só os amores proibidos. 
“Ele é tudo que eu teria sonhado, se eu achasse que conseguiria sonhar.”
Aqui vemos que os laços que unem as irmãs são realmente sólidos, elas são realmente amigáveis uma com a outra, e apesar do amor proibido, Olivia tenta ao máximo fazer tudo certo. Para mim esse é o melhor livro da série apesar da capa, esse corselet preto realmente tirou a harmonia, mas nada que atrapalhe.

Mesmo com toda a confusão sobre seus sentimentos, e muita confusão sobre quem é quem e sobre o que é permitido ou não no final a verdade prevalece e como deve ser é feliz para todos.
“Se o amor é perigoso, então não quero viver em segurança.”
Quatro notas para Esse Duque é Meu.
Ficha Técnica:
Autor: Eloisa James
Editora: Arqueiro
Ano: 2019
Páginas: 320

Até mais!

Nenhum comentário

Postar um comentário