Resenha: Tempo de Regresso

26 setembro 2019
Meghann Dontess é uma mulher atormentada pela tristeza e pela solidão, e não consegue lidar com a difícil decisão que tomou na adolescência e que a fez perder tudo, inclusive o amor da irmã. Advogada de sucesso, trabalhando com divórcios, ela não acredita em relacionamentos – até que conhece o único homem capaz de fazê-la mudar de ideia. Claire Cavenaugh está apaixonada pela primeira vez na vida. Conforme seu casamento se aproxima, ela se prepara para encarar a irmã mais velha, sempre tão dura e arrogante. Reunidas após duas décadas, essas duas mulheres que pensam não ter nada em comum vão tentar se tornar algo que nunca foram: uma família. Sensível e divertido,Tempo de Regresso fala sobre os erros que cometemos por amor e as dores e as delícias que apenas irmãs podem compartilhar.

Quem me conhece, sabe que Kristin Hannah é uma das minhas autoras favoritas. É daquelas que eu leio tudo, sabe? Mesmo sabendo que vai abalar o meu psicológico e partir o meu coração (risos). A autora tem um jeito todo especial de nos envolver na história, e a gente não consegue parar de ler.

Então, quando saiu o lançamento de Kristin, Tempo de Regresso, não perdi tempo, passei na frente das milhares de outras leituras e me encantei. NOVAMENTE. 

A autora, como introdução, disse que este livro é parecido com Amigas para Sempre, outro romance dela, porque se trata de uma história entre irmãs. Como eu ainda não li, não pude comparar, mas achei semelhanças com Jardim de Inverno, que também envolve um relacionamento complicado de irmãs, e principalmente uma mãe que deixa muito a desejar. Vou desenvolver a sinopse para você, então.


Meghann é uma advogada de sucesso. Contudo, somente na carreira, porque ela é solitária e não consegue se abrir nem para a psicóloga. Trabalha muitas horas por dia, mas à noite, quando vai para casa, não tem vontade de ir para lá, sabendo que vai encontrar um fino ambiente, mas frio e despersonalizado. Como se fosse uma suíte de hotel cinco estrelas. Então, Meg vai para casa constantemente acompanhada, mas passa a noite sozinha, pois ninguém fica para dormir. E ela prefere assim.

Claire, sua irmã, por outro lado, é feliz. Ela teve algumas situações adversas no passado, mas conseguiu ultrapassar e hoje toma conta do resort com seu pai, e é mãe de uma menina de cinco anos. Gostaria de se aproximar mais da irmã, contudo não consegue vencer a barreira criada por Meghann, então as duas quase nunca conversam, e somente sobre amenidades. 

Tudo muda quando Claire se apaixona perdidamente. Após sair com umas amigas para um barzinho, ela fica caidinha pelo cantor do local, e ele por ela. Dias depois do primeiro encontro, Billy a pede em casamento. É tudo o que Meghann precisa para perder totalmente a cabeça, que ela já estava perdendo, por sinal, após um desastroso caso profissional que quase custou sua vida.

Eu sou ele - disse, quase num sussurro. - Como assim, ele? Ela tentou sorrir. - O caminho? A luz? Só você leva ao Reino dos Céus? - É sério. Eu sou o cara que você andou procurando. 

Por ser obrigada a tirar uma licença de saúde, Meg aproveita e vai para o resort da irmã, para conhecer o futuro cunhado e colocar juízo na cabeça de Claire. Como é advogada especialista em divórcios, ela tenta fazer com que sua irmã faça um contrato pré-nupcial, pensando que o cantor só quer dar o golpe e tomar os bens de Claire.

O casamento que acontecerá em alguns dias é a oportunidade perfeita para as duas irmãs se aproximarem e tentarem resolver o passado, pois é a chave para muitos problemas que elas enfrentam. Será que os laços fraternos falarão mais alto?

Ela considerou ficar em casa. Desculpa, Claire. Eu...me perdi no caminho... passei mal depois do jantar... tive um problema com o carro. Todas as desculpas funcionariam. Na verdade, Claire certamente adoraria que Meg ficasse em casa. Mas seria outro tijolo cravado na muralha que as separava. Já havia tijolos de mais. 

Bom, mas antes eu disse que Kristin é uma autora que abala nosso psicológico sem dó nem piedade, então prepare-se para algo que vai partir o seu coração. Para variar, é uma história linda, mesmo acontecendo o que aconteceu (aliás, principalmente por isto), e vai fazer você se apaixonar.

Paralelamente à história das irmãs, temos uma amizade incondicional, e também um homem com o coração partido, que destruiu sua carreira em nome do amor. Outra história de recomeço, de novas chances que deverão ser agarradas a tempo, e que poderão beneficiar várias pessoas. 

Se eu recomendo Tempo de Regresso? Sem dúvida! Mas atenção: reserve um bom tempo para a leitura, porque você não conseguirá parar de ler. Kristin nos ensina que o amor vence todas as barreiras, e que sempre é possível recomeçar. Lindo romance, superação a todo momento. Leia, leia, leia!

Ficha técnica:
Autor: Kristin Hannah
Editora: Arqueiro
Ano: 2019
Páginas: 336

4 comentários

  1. Adoro essas autoras que conseguem fazer a gente devorar um livro em um dia. Eu li apenas um livro da autora e tem muitos anos porém será que estou preparada para ter meu coração e psicológicos destruídos? Sei que vale a pena quando o livro é bom kkkk Mas fiquei curiosa em saber como que o relacionamento das irmãs vai ser desenvolvido.

    Abraço,
    Parágrafo Cult

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Larissa, eu sou suspeita para falar, porque depois do primeiro livro que li dela, até passei a gostar de dramas. São superbem construídos, e depois a gente lê um livro mais leve, estilo Sophie Kinsella, e fica tudo certo rsrs

      Abraço, volte sempre!

      Excluir
  2. Também adoro essa autora e também já fiquei super abalada com outras leituras dela. Jardim de inverno é uma das minhas leituras favoritas da vida. Amo a forma como ela desenvolve os personagens e já fiquei encantada por essa história, que envolve uma pessoa da minha profissão. Quero muito saber como se desenlaça esse drama familiar e claro todo esse romance, apesar de já esperar algo que vai partir o meu coraçãozinho. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu achei a história das irmãs bem parecidas com Jardim de Inverno, então acredito que você também vai gostar deste. É de partir o coração, mas felizmente o final é feliz para todos. Beijos.

      Excluir