Melhor que Chocolate

12 novembro 2020

Amor. Chocolate. Paris. Que atire a primeira pedra quem não gostaria de ter essas três coisas misturadas em meio a uma aventura inesquecível. Pois é mais fácil do que parece, basta abrir este delicioso (sem exageros) romance de Laura Florand. Cade Corey é uma jovem executiva que cuida do negócio bilionário de chocolate da família, uma empresa popular nos Estados Unidos. Ela sonha em construir uma linha premium de seus produtos, e, como boa conhecedora do seu negócio, sabe que encontrará o chocolate perfeito em Paris. Na verdade, o chocolate perfeito está, mais especificamente, nas mãos igualmente perfeitas de Sylvain Marquis, o melhor chocolatier da cidade. O problema é que Sylvain se recusa a associar sua arte a uma grande empresa que só pensa em destruir sua técnica para reproduzi-la em grande escala. Isso para ele é um insulto, e não uma proposta! Contudo, embora o francês jure que está em paz para tocar a vida, aquela americana teimosa não lhe sai da cabeça. E Cade sente o mesmo: adoraria simplesmente fechar negócio com outro especialista parisiense, entretanto, não consegue esquecer os olhos cortantes de Sylvain e sua personalidade arrogante, porém tão viciante quanto seus doces. Paris está prestes a ficar pequena para o que existe entre eles. Pegue uma boa xícara de café e saboreie tudo aquilo que é melhor que chocolate. Você não vai se arrepender!

Paris, chocolate, romance chick-lit. Para mim, é uma combinação perfeita! A capa não é das melhores, achei meio caricata, mas a sinopse me encantou porque prometeu ser um livro delicioso, com um enredo daqueles que eu adoro, para passar muito bem o tempo.



Porém, não foi bem isso o que aconteceu. Infelizmente, o livro não trouxe tudo o que prenunciou, apesar de não ser ruim. É aquela história que não me prendeu muito, mas não ao ponto de eu abandonar, porque eu queria conhecer o final. Não foi ruim, mas também não foi bom. Faltou algo para me envolver, para que eu tivesse vontade de pegar o livro mais vezes.

A premissa é muito boa: uma bilionária do chocolate, herdeira das empresas da família, que acredita piamente que o melhor chocolatier de Paris vai aceitar sua proposta de parceria para produção em larga escala das suas receitas. Era bom demais para ser verdade!

Cade não contava com a arrogância de Sylvain, que rejeita a sua proposta de cara e a dispensa. Porém, os dois não conseguem desistir um do outro. Ela não consegue ir embora ou então procurar outro especialista em chocolate, e ele não consegue tirá-la da cabeça. 

Em vez de ir embora, Cade tem uma ideia mirabolante. Ela corre risco de ir para a cadeira por conta disso, mas é o chocolate falando mais alto! E Sylvain não para de pensar na americana arrogante e mimada, mas que causou uma atração irresistível nele. 

Olhou para ela de modo demorado ao perceber o que ela estava tentando fazer, e isso o fez entrar em ebulição. Primeiro ela tentou comprá-lo. Depois, ela disse que preferia Dominique Richard, dentre todas as pessoas. Em seguida, pagou pelo jantar que tivera com Chantal, na noite anterior, de maneira tão casual quanto se estivesse jogando uma moeda a um mendigo. E agora estava tentando roubar seus segredos. 

Os dias vão passando com tiradas humoradas de ambos os lados, diversas confusões e muito, mas muito chocolate. Uma das coisas de que gostei muito nesse livro foi a descrição da fabricação, dos aromas e texturas. Um livro que fala de chocolate precisa ser assim!

Viu os dentes perfeitos engolirem o chocolate do tamanho de um polegar, sabendo exatamente a maneira como o ganache interno derretia na língua dela, o prazer que percorria seu corpo. 

O final foi bonito e previsível, com um bom clichê. Mas, como eu disse, tem melhores. Por conta disso, não me animei a ler o livro dois (é uma duologia) e encerrei minha leitura da série Amor e Chocolate no primeiro livro. 

                                                                    
Ficha técnica:
Autor: Laura Florand
Editora: Única
Ano: 2015
Páginas: 285

Não perca a resenha da semana que vem, será sobre um livro fofinho, que está em pré-venda do volume físico! 

Nenhum comentário

Postar um comentário